Miley Cyrus
Fotografia: Miley Cyrus/Facebook

“I am a rock star”. Pearl Jam e The Cranberries elogiam covers de Miley Cyrus

O novo álbum de originais da artista, 'Plastic Hearts', chega em novembro

Já se passaram 13 anos desde que, na antena do Disney Channel, a personagem Hannah Montana lançava o tema Rock Star. Seis álbuns de estúdio e um conjunto consistente de irreverências depois, Miley Cyrus parece ter visto na música rock um caminho certeiro, que tardava em chegar. A cantora prepara-se para o lançamento de dois novos álbuns: um de originais, Plastic Hearts, e outro com versões dos Metallica.

Com todos os holofotes em cima, Miley Cyrus é cada vez mais vista como a estrela rock do momento. Depois do lançamento do mais recente tema ‘Midnight Sky’, que colmatou em performances expressivas nos VMA’s, na BBC Radio ou no programa The Tonight Show, a artista tem apresentado sucessivamente novas versões de clássicos da música rock e repetivos subgéneros.

Acompanhada pela sua banda, apelidada de The Social Distancers, Miley Cyrus tem sido elogiada pelas recorrentes prestações vocais surpreendentes em temas como Heart of Glass’, dos Blondie, ou Boys Don’t Cry’, dos The Cure. No entanto, duas destas novas versões chegaram mais longe e foram inclusivamente elogiadas pelas bandas que lhes deram nome. De forma discreta, os Pearl Jam mostraram a sua aprovação da interpretação de Cyrus do tema Just Breathe’ ao partilharem no Twitter a atuação, acrescentando o emoji do aplauso e identificando a artista.

No entanto, o maior elogio veio dos irlandeses The Cranberries que, também no Twitter, afirmaram que a falecida vocalista Dolores O’Riodan “ficaria muito impressionada” pela versão de Zombie’, o maior sucesso da banda. “É um dos melhores covers da música que nós já ouvimos”, garantiram os músicos.

Em setembro, em entrevista à rádio francesa NRJ, a artista garantiu que o seu próximo disco seria influenciado por artistas tão distintos como Britney Spears ou os Metallica. “Nos meus concertos, tanto faço versões da Britney Spears como dos Metallica. O meu disco irá refletir quem sou, todas as diferentes inspirações e influências”, disse a cantora que, contrariamente ao que se possa pensar, nunca exclui o rock mesclado no pop nos seus concertos.

Já nesta quinta-feira (22), Miley Cyrus desvendou o nome e a data de lançamento do seu novo disco: chama-se Plastic Hearts e vai sair a 27 de novembro. “Se estão a ler isto… saibam que vos adoro profundamente”, escreveu Miley nas redes sociais, para explicar que começou a trabalhar no projeto discográfico há dois anos. “Se fosse um capítulo no meu livro, chamar-lhe-ia ‘O Começo’, quando normalmente intitulamos de ‘Fim’ ao que acaba”. 

Miley Cyrus (Plastic Heart)
‘Plastic Hearts’ é o sexto álbum de originais em nome próprio da cantora. | Fotografia: Divulgação

A cantora explicou que, quando a sua casa ardeu em 2018 nos incêndios que devastaram o Estado da Califórnia, as suas músicas ficaram também elas destruídas em parte. “A natureza fez-me um favor e destruiu o que eu não conseguia largar… Nunca senti que era tão certo lançar a minha história”, rematou.

Ainda sem data de lançamento está um outro álbum, desta feita de versões dos Metallica. A novidade foi dada esta semana à revista Interview, onde Miley Cyrus aproveitou também para revelar que a pessoa que mais a inspirou na sua postura em palco foi Iggy Pop.

Mais Artigos
Eduardo Lourenço
Morreu o ensaísta Eduardo Lourenço