5 Para a Meia-Noite
Fotografia: Pedro Pina/RTP

Novo ‘5 Para a Meia-Noite’ estreia com a pior audiência do ano

A nova temporada do 5 Para a Meia-Noite, com apresentação de Inês Lopes Gonçalves, estreou com o menor número de espectadores registado em 2020, mostram os dados da GfK/CAEM.

O late-show, que viu também a estreia da nova apresentadora como anfitriã do formato, marcou 2,3% de audiência média e 7,2% de share, o equivalente a 216,5 mil pessoas a verem, em média, cada minuto do programa.

Este valor, o mais baixo do ano, fica 24% abaixo da média dos 19 episódios emitidos ao longo de 2020, situada nos 3% de audiência média e 8,8% de share. O valor de quota de mercado mínimo registado este ano foi a 28 de maio, ainda com apresentação de Filomena Cautela.

No início da nova temporada do 5 Para a Meia-Noite sentaram-se no sofá António Costa Silva, Salvador Martinha e Samuel Úria. O episódio contou ainda com a participação de Beatriz Gosta, Carlos Pereira, que reforçou a equipa do programa, e Miguel Rocha.

A RTP1 terminou o dia em terceiro lugar, com 12% de share, com a SIC a segurar o primeiro lugar, nos 19,7% de share, e a TVI a manter-se a uma distância de pouco mais de dois pontos percentuais, nos 17,6%.

Lê também: Beatriz Gosta está grávida e vai “contar tudo sem filtros” no ‘5 Para a Meia-Noite’
Mais Artigos
Big Brother: “Prometeram a revolução, mas é um dos piores realities, porque não há conteúdo”