The Voice Portugal - provas cegas
Fotografia: Flickr / RTP

‘The Voice Portugal’ volta a crescer e lidera horário nobre de domingo

Do duelo entre reality-shows das estações privadas emergiu um vencedor inesperado este domingo (11). O The Voice Portugal conseguiu, no confronto direto, ultrapassar as apostas da concorrência.

O programa apresentado por Catarina Furtado e Vasco Palmeirim conquistou 9,8% de audiência média e 22% de share, naquele que foi o seu melhor registo em 2020, batendo a TVI (20,8%) e a SIC (20,7%) no horário em que foi transmitido, entre as 21h49 e as 00h17.

Quando Isto É Gozar Com Quem Trabalha (14,9% / 25,4%) e Isto É Gozar Com Quem Trabalha: A Entrevista (15,6% / 27,5%) saíram do ar, o talent-show passou para a liderança, que só cedeu, depois a Big Brother: A Revolução (11,4% / 21%), que liderou durante 20 minutos no fim do seu primeiro bloco.

A essa hora, O Noivo É Que Sabe (9,9% / 19,5%) teve dificuldades e não chegou mesmo à marca dos 20% de quota de mercado, que só viria a atingir no segmento O Grande Dia (8,5% / 20%), que mesmo assim perdeu para Big Brother: A Expulsão (9,4% / 22,3%).

Na sequência, o espaço de nomeações do Big Brother (6,4% / 23%) só se consolidou no primeiro lugar depois de terminado o The Voice, que fechou a emissão de domingo em primeiro lugar. Os blocos A Cerimónia (6,6% / 22,2%) e Copo d’Água (5,4% / 24,5%) estiveram em maus lençóis, na SIC. O Extra (3,1% / 21,7%) foi o único espaço do programa O Noivo É Que Sabe a liderar de forma consistente, contra a Ligação à Casa (2,2% / 19,4%) e já depois de a RTP1 ter terminado o The Voice Portugal e arrancado com o filme Quatro Amigas e um Casamento (1,3% / 7,4%).

RTP atrapalha SIC nos totais diários

Depois de ter perdido para a TVI no sábado, a SIC teve também um domingo difícil, mas por causa da RTP1. No entanto, o canal da Impresa conseguiu levar a melhor: 17,3%, contra 17,1% do canal estatal.

Fotografia: FPF

Por detrás do bom resultado da estação dirigida por José Fragoso esteve o demolidor resultado do jogo da Seleção Nacional contra França. A partida, da fase de grupos da Liga das Nações, marcou 24,2% de audiência média e 43,5% de share, naquele que foi o melhor resultado do ano para um desafio desta competição. À mesma hora, com os informativos, a SIC marcava 15,2% de share e a TVI ficava-se pelos 12,4%.

Outros destaques

  • Domingão (6,7% / 17,6%) caiu para o pior resultado do ano, mas manteve-se à frente de Somos Portugal (6% / 15,8%).
  • O Primeiro Jornal (10,3% / 25,1%) foi o informativo mais visto do dia, deixando os concorrentes Jornal da Uma (7,4% / 18%) e Jornal da Tarde (5,8% / 14,3%) a uma distância larga.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Audiências. SIC finta ‘Liga dos Campeões’ e lidera terça-feira