Roy Andersson
(Divulgação/Cinemateca)

‘Vocês, Que Vivem’. Cinemateca dedica ciclo a Roy Andersson

A Cinemateca Portuguesa vai abrir um novo ciclo de filmes dedicado ao realizador sueco Roy Andersson. Vocês, Que Vivem é o nome do ciclo e vai ser exibido entre 1 e 9 de outubro.

Durante os nove dias do ciclo, a Cinemateca vai oferecer uma “retrospetiva quase integral” da filmografia de Andersson, lê-se na página oficial da programação. Vão ser apresentados seis filmes e cinco das curtas-metragens que o cineasta sueco realizou.

A Cinemateca iniciará o ciclo com a mais recente longa-metragem do realizador, A Eternidade. O filme que conquistou um Leão de Prata no Festival de Veneza “apresenta-nos um caleidoscópio de tudo o que é humano, uma história infinita da vulnerabilidade da existência”.

Além de A Eternidade, serão apresentados também Uma História de AmorGiliapCanções do Segundo Andar, Tu, que vives e por fim Um Pombo Pousou num Ramo a Refletir na Existência, que encerrará o ciclo no dia 9 de outubro.

Já as cinco curtas que vão ser apresentadas são A Visita ao Filho, Levar a Bicicleta, Sábado 5/10, Linda É a Terra e Aconteceu  Alguma Coisa. As curtas-metragens vão ser todas apresentadas no dia 7 de outubro durante uma única sessão.

Percurso artístico de Roy Andersson

Vocês, Que Vivem oferece muito mais do que apenas um conjunto de filmes. O ciclo promete refletir o percurso artístico do realizador e o que mudou desde o primeiro filme até ao último que realizou em 2019.

No final dos anos 60, Roy Anderson teve muito sucesso enquanto cineasta. O realizador ficou muito associado às características culturais da Alemanha do século XVIII e XIX. Contudo já nos anos 70, Gilliap veio fazer com que o realizador se afastasse do cinema durante 25 anos, voltando aos grandes ecrãs com Canções do Segundo Andar. 

Esta segunda fase da carreira do cineasta “afasta-se do realismo que estava na base da fase anterior do seu trabalho e desenvolve um estilo caracterizado pelo artifício de longos planos fixos gerais a remeter para a construção de um ‘quadro vivo’ hiper realista, com composições laboriosamente concebidas explorando a profundidade de campo e a simultaneidade de ações”, lê-se também na página oficial da Cinemateca.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
‘Sonic – O Filme’ estreia na televisão portuguesa esta sexta-feira