Foto: Tarzan e Arab Nasser no Festival de Cinema de Veneza | Bienal de Veneza

Coprodução portuguesa ‘Gaza, mon amour’ premiada em Toronto

Filme retrata uma história verídica ocorrida, há seis anos, em zona marítima palestiniana. Estreia oficial aconteceu no festival de Veneza

Gaza, mon amour, um filme de origem palestiniana e com coprodução portuguesa, foi um dos premiados na 45.ª edição do Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF), nos Estados Unidos, foi relevado este domingo.

A longa-metragem ficcional, cuja autoria pertence aos irmãos Tarzan Nasser e Arab Nasser, inspira-se numa verídica história sobre um pescador palestiniano que, em 2014, encontrou uma estátua de Apolo, deus mitológico grego, no mar que banha Gaza.

O filme palestiniano, que foi parcialmente filmado na zona do Algarve, estreou oficialmente no Festival Internacional de Cinema de Veneza, o mais antigo da indústria cinematográfica, antes de ser avaliado recentemente em Toronto.

A organização do TIFF informou, em comunicado, que o painel de júri selecionou Gaza, mon amour para vencer o prémio NETPAC pelo “comovente, instigante e poético conto de emoções não ditas retratando a vida diária de Gaza”.

Outros premiados

A produção portuguesa Elo, de Alexandra Ramires, também marcou presença na 45.ª edição do TIFF, em concreto no programa de curtas-metragens. Com animação a grafite em papel e sem diálogos, é o primeiro filme em nome próprio da realizadora lusa.

Anteriormente, coassinou a produção Água Mole, juntamente com a colega Laura Gonçalves, somando um total de 19 distinções internacionais entre festivais e eventos.

Já a realizadora georgiana Dea Kulumbegashvili arrecadou o prémio FIPRESCI do festival com a longa-metragem Beginning.

O TIFF, que é codirigido pela programadora portuguesa Joana Vicente, decorreu entre 10 de setembro e o passado sábado, com programação reduzida face ao contexto pandémico e, por isso, exibida maioritariamente via online.

Mais Artigos
fernanda montenegro
Fernanda Montenegro: 91 anos da grande dama do cinema brasileiro