Pipoca Mais Doce

‘Pipoca Mais Doce’ critica reportagem da SIC “altamente julgadora e parcial”

Ana Garcia Martins participou numa reportagem SIC e não gostou do resultado final

A youtuber e influencer Ana Garcia Martins, conhecida como a Pipoca Mais Doce participou numa reportagem SIC sobre as digital influencers portuguesas e ficou desiludida com o resultado final. Aproveitou esta quinta-feira (17) em que ganhou pela quarta vez o prémio da revista Executiva, que reconhece as mulheres mais influentes do país, para manifestar a sua opinião através de uma publicação no seu Instagram.

Embora a reportagem SIC tenha servido para mostrar o trabalho das digital influencers, Ana Garcia Martins considero-a “altamente julgadora e parcial”. A profissional chega mesmo a admitir que, de certo modo, se sentiu enganada. “Venderam-me uma coisa, acabou por ser outra, mas vivendo e aprendendo”, referiu.

Uma frase específica incomodou a influencer, por esta considerar ter um “tom maldoso e até preconceituoso” implícito: “Era qualquer coisa ‘quase a chegar aos 40, estas influenciadoras começam a ser ultrapassadas pela nova geração de vloggers’. Fofo, não é? Nem consigo perceber bem a ideia (ultrapassadas? Em quê? Por quem? E os 40 são o fim da linha?)”, questionou na publicação.

Pipoca aproveitou ainda para deixar claro que “as oportunidades estão muito mais distribuídas”, o que significa que não é a idade que a vai fazer ser ou não ultrapassada por novas digital influencers. “Somos muitas mais do que quando comecei, mas trabalho é coisa que não me falta. Não me sinto ultrapassada porque também nunca vi isto como uma competição. Vou só fazendo o meu caminho. Hoje recebi, pelo quarto ano, o prémio da revista Executiva que reconhece as mulheres mais influentes do país e que eu muito agradeço. As coisas incríveis que acontecem ‘quase a chegar aos 40′”

Ana Garcia Martins tem 39 anos. Trabalha como blogger (A Pipoca Mais Doce – o blog mais visitado em Portugal), jornalista, escritora, empresária e comediante portuguesa.  Recentemente teve a oportunidade de trabalhar como comentadora do Big Brother 2020, o que também a fez aparecer no Você na TV nos chamados frente a frente contra ex-concorrentes da mansão da Ericeira. Neste momento, voltou à televisão para comentar os extras da noite a nova edição Big Brother – A Revolução.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Há umas semanas, a SIC passou uma reportagem sobre influencers na qual eu aceitei participar, tal como a Fernanda Velez ou a Mariana Seara Cardoso. Venderam-me uma coisa, acabou por ser outra (altamente julgadora e parcial), mas vivendo e aprendendo. Uma das frases que me ficou a ressoar nos ouvidos (pela maldadezinha e preconceito implícitos) era qualquer coisa “quase a chegar aos 40, estas influenciadoras começam a ser ultrapassadas pela nova geração de vloggers”. Fofo, não é? Nem consigo perceber bem a ideia (ultrapassadas? Em quê? Por quem? E os 40 são o fim da linha?), mas sinto que os 39 são a idade que mais bem me assenta. E aquela em que estou verdadeiramente segura de quem sou e do que quero. É a chamada idade do “ai, filhos, deslarguem-me que já não estou cá para merdas”. Quanto ao resto…também não me posso queixar. Claro que as oportunidades estão muito mais distribuídas, porque também somos muitas mais do que quando comecei, mas trabalho é coisa que não me falta. Não me sinto ultrapassada porque também nunca vi isto como uma competição. Vou só fazendo o meu caminho. Hoje recebi, pelo quarto ano, o prémio da revista Executiva que reconhece as mulheres mais influentes do país e que eu muito agradeço. As coisas incríveis que acontecem “quase a chegar aos 40”…

Uma publicação partilhada por A Pipoca Mais Doce (@apipocamaisdoce) a

Mais Artigos
Kate Winslet Mare of Easttown
‘Mare of Easttown’. Vem aí o novo thriller da HBO com Kate Winslet