vinil cd
Fotografia: Agenda Cultural Lisboa

Trinta anos depois, o vinil volta a ser mais vendido do que o CD

É a primeira vez, desde os anos 80, que o vinil conseguiu recuperar o seu estatuto de mais vendido.

A Recording Industry Association of America, publicou o seu relatório semestral, revelando os dados de consumo de música na primeira metade deste ano, e o Vinil foi vitima de um grande crescimento, ultrapassando o seu sucessor, o CD.

Enquanto o Vinil teve um crescimento de 4% em receitas, o CD sofreu uma grande queda de 48%. No entanto, a compra física de música, quer em CD, quer em Vinil, sofreu uma descida de 23%. Os serviços de streaming continuam a dominar o mercado da música, sendo responsáveis por 85% das receitas da indústria.

Nos últimos anos, o Vinil começou a ganhar uma grande popularidade entre os consumidores de música, mostrando um constante crescimento de vendas com inicio em 2005. Desde o sentimento de nostalgia, a qualidade de som superior, ou até mesmo a moda, são alguns dos fatores que têm feito os ouvintes escolherem este formato clássico, em vez do seu mais moderno sucessor.

No entanto, mesmo com a popularidade deste formato, o consumo de música continua a ser feito predominantemente pelo meio digital, através de plataformas de streaming. A pandemia de COVID-19 também foi um importante fator que influenciou o mercado. Com concertos a ser cancelados, a indústria perdeu uma grande fonte de lucro, mas isto não impediu os fãs de deixarem de ouvir música. Devido ao confinamento, os consumidores procuraram alternativas aos seus típicos hábitos de consumo, originando um aumento de ouvintes nas plataformas de streaming. Esta maneira mais cómoda e de baixo custo, ou até gratuita, de ouvir música domina cada vez mais o mercado. Segundo o relatório, o número de subscritores de serviços de streaming de música pagos, subiu 24% em comparação com 2019.

Trinta anos depois, o Vinil ressuscitou os seus números e reconquistou o seu lugar contra o CD.

Mais Artigos
Hebe Globo
Globo tem três produções nomeadas ao Emmy Internacional 2020