Fotografia: Global Imagens / DR

Eduardo Madeira: A blackface “em pleno século XXI não faz qualquer sentido”

Eduardo Madeira respondeu, este domingo (14), à publicação da conta de Instagram Blackface Portugal, onde aparece caracterizado de Serena Williams para um sketch do programa 5 Para a Meia Noite. O humorista decidiu que não vai voltar a fazer esse tipo de trabalhos.

Quase dois anos depois da emissão do programa do sketch no talkshow da RTP1, Eduardo Madeira desabafa sobre o tema e toma uma posição: “decidi não voltar a fazer Blackface”. O significado deste conceito implica a caracterização hiperbólica de negros por parte de atores brancos, com o objetivo de ridicularizar em prol do entretenimento. A prática começou no século XIX, nos Estados Unidos, tendo perdurado até ao século XX. É entendido que esta prática alimentou estereótipos da comunidade negra.

“Foi depois deste sketch que decidi não voltar a fazer BLACKFACE. Reflecti bastante, falei com muita gente e concluí que em pleno século XXI não faz qualquer sentido. Sou frontalmente anti-racista e este tipo de trabalho não é compatível com este tipo de trabalhos”, escreve o humorista em resposta à publicação da Blackface Portugal.

View this post on Instagram

@eduardo.madeira8, 5 para a Meia-noite, RTP1, Setembro de 2018. Comentário do próprio neste post: “Foi depois deste sketch que decidi não voltar a fazer BLACKFACE. Reflecti bastante, falei com muita gente e concluí que em pleno século XXI não faz qualquer sentido. Sou frontalmente anti-racista e este tipo de trabalho não é compatível com este tipo de trabalhos. Além disso nenhum dos melhores momentos da minha carreira passam por aqui. Antes pelo contrário. Creio que o caminho deve ser mesmo o da consciencialização dos actores, autores e realizadores a não usarem este tipo de SOLUÇÃO. A temática do blackface em Portugal não era tão presente na Europa, e em Portugal, até há pouco (como sempre foi nos USA). Mas os tempos mudam e o tema tornou-se necessário e actual. Se chamarem a atenção creio que toda a gente acabará por deixar cair esta prática. Até porque nenhum dos colegas comediantes aqui visados é racista. Pelo menos os que conheço, e são quase todos. Os meus cumprimentos a todos.”

A post shared by Blackface Portugal (@blackfaceportugal) on

A página Blackface Portugal fez a sua primeira publicação com a recente aparição de Marco Horácio caracterizado como negro no programa da manhã, Você na TV!, da TVI.

A conta no Instagram apresenta-se como uma “montra de instâncias de blackface na cultura popular portuguesa, apresentadas sem comentário”. Desde então, Blackface Portugal tem feito publicações com vários exemplos de atores da esfera pública como Joaquim Monchique, António Raminhos e ainda Luís Filipe Borges, que tal como Eduardo Madeira, também já respondeu à publicação da qual foi alvo.

Mais Artigos
Dia Internacional para a Abolição da Escravatura
Dia para a Abolição da Escravatura. 10 filmes sobre um problema que ainda existe