Teresa Guilherme Big Brother
Fotografia: TVI / Divulgação

‘Big Brother’ arranca a vencer, TVI recupera liderança

Big Brother: A Revolução estreou a liderar e com melhores resultados do que o antecessor Big Brother 2020, mostram os dados de audiência relativos a este domingo (13) a que o EF teve acesso.

A gala apresentada por Teresa Guilherme foi dividida em três partes, com a primeira delas a ser a mais vista – às 21h39 e até às 22h50, o programa marcou 15,9% de audiência média e 30,3% de share, batendo as apostas da SIC. Foram cerca de 1,5 milhões de espectadores a acompanhar o primeiro bloco de emissão.

Ângelo Rodrigues – Toda a História (13,4% / 24,4%), O Noivo É Que Sabe – Especial (11% / 20,9%) e O Noivo É Que Sabe – Despedida de Solteira (10,5% / 21%) foram as escolhas do canal de Paço de Arcos.

No segundo bloco, intitulado Alarme, a TVI aumentou a vantagem proporcional, conquistando 13,1% de audiência e 32,2% de share. A SIC, com O Noivo É Que Sabe – Dia de Sonho (9,1% / 22,1%) ficou a cerca de dez pontos percentuais de distância.

No último bloco do BB, denominado Alto Risco, os canais privados aproximaram-se. Na TVI, 7,6% de audiência e 26,8% de share, na SIC a Cerimónia de O Noivo É Que Sabe com 7,9% de audiência e 25,7% de share e, depois, o Copo d’Água (6,8% / 25,8%) a manter-se no segundo lugar. A TVI foi ainda líder, mais tarde, com a Ligação à Casa (2,3% / 19,5%).

Nos totais diários, o canal de Queluz marcou 19,9% de share, contra 18,8% da SIC, que perdeu o primeiro lugar pela primeira vez desde o dia 23 de agosto. A RTP1 afundou para 8,9% no total diário.

Mais Artigos
RTP3 Operação Marquês
RTP3 bate máximo do ano no ‘Dia D’ da Operação Marquês