Teresa Guilherme Big Brother
Fotografia: TVI / Divulgação

‘Big Brother’ arranca a vencer, TVI recupera liderança

Big Brother: A Revolução estreou a liderar e com melhores resultados do que o antecessor Big Brother 2020, mostram os dados de audiência relativos a este domingo (13) a que o EF teve acesso.

A gala apresentada por Teresa Guilherme foi dividida em três partes, com a primeira delas a ser a mais vista – às 21h39 e até às 22h50, o programa marcou 15,9% de audiência média e 30,3% de share, batendo as apostas da SIC. Foram cerca de 1,5 milhões de espectadores a acompanhar o primeiro bloco de emissão.

Ângelo Rodrigues – Toda a História (13,4% / 24,4%), O Noivo É Que Sabe – Especial (11% / 20,9%) e O Noivo É Que Sabe – Despedida de Solteira (10,5% / 21%) foram as escolhas do canal de Paço de Arcos.

No segundo bloco, intitulado Alarme, a TVI aumentou a vantagem proporcional, conquistando 13,1% de audiência e 32,2% de share. A SIC, com O Noivo É Que Sabe – Dia de Sonho (9,1% / 22,1%) ficou a cerca de dez pontos percentuais de distância.

No último bloco do BB, denominado Alto Risco, os canais privados aproximaram-se. Na TVI, 7,6% de audiência e 26,8% de share, na SIC a Cerimónia de O Noivo É Que Sabe com 7,9% de audiência e 25,7% de share e, depois, o Copo d’Água (6,8% / 25,8%) a manter-se no segundo lugar. A TVI foi ainda líder, mais tarde, com a Ligação à Casa (2,3% / 19,5%).

Nos totais diários, o canal de Queluz marcou 19,9% de share, contra 18,8% da SIC, que perdeu o primeiro lugar pela primeira vez desde o dia 23 de agosto. A RTP1 afundou para 8,9% no total diário.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Golpe de Sorte SIC
Em ‘Dia de Cristina’, a SIC mexeu no horário nobre e não resultou