De Olho no Big Brother
Fotografia: EF via TVI / D.R.

De Olho no Big Brother: “Uma palavra para descrever a nova edição? Medo”

Que lições tiramos do 'BB2020' e o que esperar d'A Revolução'

Em dia de estreia de mais uma edição do Big Brother, que desta feita contará com o regresso de Teresa Guilherme à apresentação, vinte anos depois da estreia em Portugal, o Espalha-Factos estreia um novo podcast. A primeira edição de De Olho no Big Brother expõe as expectativas e desejos dos comentadores EF para o que aí vem. 

A vitória de Soraia é justa? Foi a produção capaz de recriminar firmemente as atitudes discriminatórias de vários concorrentes? Será Teresa Guilherme uma mais-valia para o programa ou Cláudio Ramos merecia mais uma oportunidade à frente do formato? As perguntas são várias e servem de mote para uma discussão que analisa todos os aspetos que marcaram, de forma positiva e negativa, o retorno do reality show à antena da TVI. O podcast promete trazer as opiniões que não passam na televisão, analisando tudo o que acontece na casa mais vigiada do país.

Ouve aqui o primeiro episódio:

“De Olho no Big Brother é um projeto ambicioso para toda a equipa do Espalha-Factos. Trata-se de uma segunda produção de podcast, que vai envolver pessoas e uma dinâmica diferentes”, explica Filipe Santiago Lopes, que durante os próximos meses vai apresentar os vários episódios deste formato, moderando um vasto painel, rotativo, de comentadores fixos e convidados. “É um programa exigente, mas muito gratificante para todos, incluindo os fãs, que vão poder ter um espaço de comentário onde se podem rever e, eventualmente, participar”, explica.

As possibilidades são infinitas”, garante Filipe Santiago Lopes, numa aposta clara “na diversidade e autenticidade de opiniões, num formato divertido e informal, que vai aproximar os fãs”. Neste primeiro episódio piloto, Paulo Ricardo Pereira, Pedro Silva e Rúben Ferreira analisam a passada edição do BB 2020 e antecipam ainda as características do novo formato do Big Brother: A Revolução.

A partir de domingo, damos a opinião que não passa na televisão 👁Todas as semanas, analisamos tudo o que se passa na…

Publicado por Espalha-Factos em Quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Sem filtros, os comentadores do primeiro episódio não deixaram nada por dizer. “[Ao longo do BB2020] o Cláudio Ramos evoluiu do muito mau para o menos mau”, garantiu Rúben Ferreira. Por outro lado, Pedro Silva considera que o apresentador “ajudou a preparar o regresso de Teresa Guilherme” ao formato que estreou em 2000. Sobre todos os nomes já confirmados para o Extra, Paulo Ricardo Pereira afirma, “não reconheço à Fanny a qualidade de comentadora que reconheço à Marta Cardoso”.

Da renovada escolha para a apresentação, às novas alterações do formato, que o tornam mais interativo, passando ainda pelos já confirmados comentadores e pela expectativa em torno do regresso de Ana Garcia Martins. Não faltaram, nem vão faltar, previsões, análises e comentários à mais recente aposta da TVI, que se espera “diferente“, segundo Pedro Silva e “inovador“, de acordo com Paulo Ricardo Pereira. Rúben Ferreira admite sentir algum “medo“, quando confrontado com as suas expectativas em relação à estreia do Big Brother: A Revolução. Na semana de lançamento, o podcast De Olho no Big Brother vai contar com dois episódios, com o segundo a ficar disponível já na próxima terça-feira (15).

Todos os episódios passarão, de resto, e já a partir de dia 15, a ser lançados às terças. Coincidindo com o retornado dia de nomeações, os comentadores do Espalha-Factos irão, para lá de analisar tudo o que se passa na famosa casa da Ericeira, dar os seus palpites sobre que concorrentes vão, ou que deveriam, ser nomeados.

podcast, que já está disponível para audição, tem todos os episódios para escuta nas plataformas Spotify, e Anchor. Em breve, vai estar também na Apple PodcastsGoogle PodcastsBreaker e RadioPublic.

Mais Artigos
Marco Paulo na SIC vs Dia de Cristina
SIC dá “tudo por tudo” para conter Dia de Cristina