Glória
Fotografia: EF via D.R.

Podcast. ‘Glória’: O que ganhamos com a chegada de Portugal à Netflix?

Glória é a primeira série portuguesa da Netflix, numa coprodução com a RTP. Este será um thriller ambientado na Guerra Fria e vai contar com um elenco de nomes bem conhecidos do público nacional. O Fita Isoladora, podcast do Espalha-Factos, tenta perceber: a chegada de produção nacional ao catálogo da plataforma poderá representar um passo importante na ficção portuguesa?

Ouve aqui o episódio desta semana:

A série, situada nos anos 60 do século passado, é produzida pela SPi (divisão internacional da SP Televisão) e realizada por Tiago Guedes (responsável por A Herdade). O argumento é de Pedro Lopes, que também fez parte da equipa de argumentistas de Auga Seca, Conta-me Como Foi e da telenovela Laços de Sanguevencedora de um Emmy Internacional em 2011.

Neste episódio do podcast, recordamos as declarações do também Diretor-Geral de Conteúdos na SP Televisão ao Fita Isoladora em junho, em que evidenciava que a produção nacional “está com um nível de qualidade muito grande e uma capacidade de competir em termos internacionais“.

Ouvimos também o Presidente do Conselho de Administração da RTPGonçalo Reis, que ao EF afirma em exclusivo que Glória é “um marco muito importante numa trajetória” de investimento na ficção nacional que a estação pública tem seguido nos últimos anos.

Lê também: ‘Glória’: Gonçalo Reis diz ser “um marco muito importante numa trajetória”

Em período de desconfinamento, a cultura voltou a sair à rua com a realização da Feira do Livro, em Lisboa e no Porto. Para fazer o rescaldo dos dois eventos em situações excecionais, que têm semelhanças e diferenças na sua organização, o painel do Fita recebe, de Lisboa, Marta Spínola Aguiar, viciada em livros e ex-editora do EF e, do Porto, Mariana Silva, do Efeito M, uma plataforma digital onde cria conteúdo sobre literatura no YouTube e no Instagram.

Twelve Minutes é um videojogo que está em desenvolvimento desde 2013. A criação tem mão nacional: Luís António dedica-se ao projeto independente há já sete anos, que agora vai contar com um elenco de luxo a dar voz à aventura: Daisy RidleyJames McAvoy e Willem Dafoe são o trio protagonista. O criador do projeto junta-se ao episódio para falar sobre a criação do jogo.

EF lança novo podcast dedicado ao Big Brother

A Revolução está a chegar à TVI, mas não só. Este domingo (13) chega a nova edição do Big Brother, apresentada por Teresa Guilherme. No mesmo dia, o Espalha-Factos estreia um novo podcast: De Olho no Big Brother promete trazer a opinião sobre o reality-show que não passa na televisão. Filipe Santiago Lopes, apresentador do formato, partilha as primeiras novidades sobre o podcast e as suas expectativas para a nova edição do programa.

podcast, que já está disponível para audição, tem todos os episódios para escuta nas plataformas SpotifyApple PodcastsGoogle PodcastsAnchorBreaker e RadioPublic.

Outros episódios desta semana:

Mais Artigos
Sara Pinto
12 anos depois, Sara Pinto sai da SIC para a TVI