Pista_11

À Escuta. PISTA, Picas e Captain Boy com singles novos

Novos singles é o que une os três destaques desta semana do À Escuta,  rubrica semanal do Espalha-Factos sobre os mais recentes lançamentos nacionais. Os PISTA lançam “Somos o que resta da noite”, terceiro single do segundo disco Ocreza, Picas passeia por ritmos brasileiros em “Amor Tropical” e Captain Boy deixa-nos espreitar o seu próximo LP com a edição da canção “Corpo de Atleta“. Relembramos, ainda, que o disco Rapazes e Raposas, de B Fachada, está disponível em todas as plataformas de streaming – anteriormente, só estava disponível para escuta no BandCamp.

 PISTA lançam o terceiro single do disco Ocreza

Já conhecíamos o segundo disco de originais dos PISTA, Ocreza, desde setembro de 2019, mas os singles ganharam nova cor. Primeiro “Galapinhos“, depois “Campipraia” (que contou com produção de Alex D’Alva Teixeira) e agora “Somos o que resta da noite”: cada single veio acompanhado de um videoclipe. O mais recente, lançado na passada sexta-feira (11), contou com a realização do vocalista e guitarrista Cláudio Fernandes e com a edição do produtor Vitor Pereira. O teledisco retrata um “caminhante que deambula por estranhos e escuros caminhos. Enquanto percorre o longo percurso da auto-aceitação, cruza-se com várias entidades que o ajudam e desafiam a conformar-se com a inevitabilidade do seu destino”. O vídeo cerca-se da harmonia enérgica, que compreende em si o power a que a banda do Barreiro já nos tem habituado.

“Amor Tropical” é o single de antevisão do novo disco de Picas

Picas é a alcunha de infância que Maria Ribeiro traz consigo para o mundo da música. O single Lazy Mornings” abriu o seu caminho musical em 2019 e agora, quase um ano depois, dá a conhecer o primeiro single do seu primeiro EP, Serenô, com data de estreia marcada para 24 de setembro.

“Amor Tropical” funde “as linhas melódicas do jazz e os ritmos sincopados da música popular brasileira“. Neste novo projeto, a artista estreia-se a cantar na sua língua mãe, aproveitando todo o lirismo que o português oferece. A estudante de Estudos de Música e Canto Jazz no Hot Club Portugal conta que a “a escrita de música sempre foi o pano de fundo da mudança entre as duas capitais [Lisboa e Porto]”. Em Serenô, cuja produção musical ficou a cargo da Chinfrim Discos, a voz doce de Picas ecoará “estórias e confissões sobre amores e dissabores, a saudade inerente ao ser português, todos os livros que ficam por ler e tudo aquilo que fica por dizer“.

Lê também – RTP. Nova temporada do canal público reforça informação, ficção e entretenimento

“Corpo de Atleta”, o novo single de Captain Boy

Uma guitarra de 50€ nas costas, “um pé descalço a bater numa mala e muito reverb”. O resultado foi “Corpo de Atleta“, o novo single do EP Música de Meias de Captain Boy. O novo álbum tem data de lançamento previsto para outubro e já conta com o single “Blackbird in Dry Rose“, com a participação do RapazImprovisado

Corpo de Atleta” é um tema cantado em português, onde Captain Boy recebe Tyroliro, o novo projeto de Giliano Boucinha (vocalista dos Paraguaii) que dá um novo corpo ao canto lírico minhoto.

Mais um single do Canções do Pós-Guerra, novo disco de Samuel Úria

Tempo Aprazado” é a nova canção de antevisão do álbum de Samuel Úria, Canções do Pós-Guerra. Semana após semana, o artista vai desvendando cada peça do quebra-cabeça que será editado no dia 18 de setembro. O mais recente single volta a afirmar o lirismo e a força das suas composições. O título é retirado da tradução de um poema da Ingeborg Bachmann e a treva apocalíptica da letra segue a mesma inspiração. O coro que acompanha Úria nesta empreitada adiciona um toque quase de balada, mas a canção trata-se, na verdade, da “ira que sobrevive ao sono e torna-se em agente infeccioso”.

Como os singles anteriores, “Tempo Aprazado” vem acompanhado de um vídeoclipe de Joana Linda, onde podemos ver um Samuel a deambular por uma Lisboa escura.

Primeira Dama regressa com “Desilusão“, primeiro single do novo disco

Desilusão” é o novo single de Primeira Dama, que antevê a edição do novo disco Superstar Desilusão. Num videoclipe realizado por Sreya Emocional Frederico Claro, Manel Lourenço ronda as ruas da capital com uma animada comitiva e canta diretamente para a câmara com uma lágrima tatuada “à lá Lil Wayne”.

A canção desvenda a notícia de um novo disco, Superstar Desilusão, a sair no início de outubro. O concerto de apresentação já está marcado para o primeiro dia desse mês no Teatro São Luiz em Lisboa, que está a ser ocupado pela Galeria Zé dos Bois.

O nosso amor” é a nova colaboração entre Soraia e Calema

Em “O nosso amor”, Soraia Ramos e a dupla pop Calema cantam sobre os obstáculos que se tentam ultrapassar para se chegar ao amor verdadeiro, mas que nem sempre são combatíveis. Com voz de Soraia, coro de Calema e uma batida dançante, a música tem um tom animado, já habitual nestes artistas.

Cut Arine, banda da Escola do Rock Paredes de Coura lança o single “Why?”

Why?” é o primeiro single da banda Cut Arine, do programa de Bandas Residentes da Escola do Rock Paredes de Coura de 2019. Produzida por Manuel dos Reis, a canção conta com fortes riffs de guitarra, um solo épico e vocais fortes. A banda conta com Rui na guitarra, Catarina na voz, Kaku na bateria, Fernando no teclado e Lilo no baixo.

A Escola do Rock é uma iniciativa da Câmara Municipal de Paredes de Coura, terra do mítico festival, cujo objetivo é estreitar os laços entre a vila e o rock’n’roll. O programa consiste em residências e campos de férias preenchidos por diversas formações e atividades musicais num curto período (dois a sete dias), e decorre desde 2014.

 

Mais Artigos
Miley Cyrus é a primeira convidada do programa “Holiday Plays”