Inês Lopes Gonçalves
Fotografia: Pedro Pina/RTP

Inês Lopes Gonçalves: “Sinto que a fasquia está alta” no novo ‘5 Para a Meia-Noite’

Em entrevista ao Espalha-Factos na apresentação da nova grelha da RTP, a nova apresentadora do 5 Para a Meia-Noite, Inês Lopes Gonçalves, fala da substituição de Filomena Cautela e sobre o novo funcionamento do programa. O 5 Para a Meia-Noite recomeça “forçosamente diferente” no dia 15 de outubro, com Inês Lopes Gonçalves no papel de apresentadora principal.

No final de junho, depois de vários anos à frente do talk-show, Filomena Cautela decidiu abandonar o 5 Para a Meia-Noite, sucedendo-lhe a sua co-apresentadora, Inês Lopes Gonçalves. Apesar da saída de Filomena, a nova apresentadora não acredita que esteja a substituir Filomena, mas sim a iniciar um novo ciclo do programa. “Eu acho que isto não é uma questão de substituição, ninguém substitui ninguém, acho que é um ciclo que termina para a Filomena Cautela e outro que recomeça“, explica.

Com início em 2009, o 5 Para a Meia-Noite é um dos programas televisivos com maior longevidade, tendo já alcançado 16 temporadas. Além disso, o talk-show já contou com várias caras, muitos apresentadores e diversas formas de estar no ar, tendo, segundo a nova apresentadora, “amadurecido” com o passar do tempo.

Ainda assim, Inês Lopes Gonçalves reconhece que Filomena Cautela foi uma presença “super marcante neste programa”, tornando-o muitíssimo relevante no panorama nacional”. Ao passar para a condução total do formato, a responsabilidade é outra: “eu sinto que a fasquia está alta”, confessa.

5 para a meia-noite
Fotografia: RTP

Quando questionada sobre os futuros sidekicks do 5 Para a Meia-Noite, que já incluíam nomes como Beatriz Gosta, Inês Lopes Gonçalves diz que os portugueses terão de esperar até ao dia 15 de outubro para descobrir. Contudo, afirma acreditar “muitíssimo no trabalho de equipa”, coletivo com quem está “mesmo muito contente”. “Temos muita gente a pensar neste produto de forma a que ele chegue bom, é uma espécie de supercérebro“, acrescenta.

Sobre o novo funcionamento do talk-show, a nova apresentadora diz, desde logo, que “vai ser forçosamente diferente”: “há uma espécie de livro de estilo no 5 que temos de respeitar e honrar um bocado, mas acho que vai ser tudo novo porque eu e a Filomena somos pessoas diferentes”. Inês Lopes Gonçalves relembra que, quando o programa ia ao ar cinco dias por semana, era sempre diferente consoante a sua condução, porque “o apresentador acaba sempre por dar uma particularidade ao programa”.

Questionada sobre possíveis convidados para a nova temporada, a apresentadora conta que um dos nomes que gostava de receber seria Jorge Jesus, uma vez que o treinador nunca passou pelo sofá do 5.

Agora a principal cara 5 Para a Meia-Noite, Inês sente-se “muito sortuda, fazer a televisão que eu faço é um luxo, é quase começar pela universidade e não pelo jardim de infância. Inês Lopes Gonçalves é ainda locutora na Antena 3, uma das caras do Festival da Canção e apresentadora do Traz prá Frente na RTP Memória, com Júlio Isidro, Nuno Markl e Álvaro Costa. 

Com Pedro Miguel Coelho.
Mais Artigos
Emmys 2020
Emmys 2020. Descobre onde podes ver a cerimónia