Cristina Ferreira
Fotografia: SIC

Cristina Ferreira. 43 anos da sonhadora que mudou a televisão

Cristina Ferreira é uma das figuras de maior relevo a nível nacional e a maior figura do universo televisivo português. A apresentadora faz 43 anos esta quarta-feira (9).

Nascida e criada na Malveira, como a mesma gosta de dizer, Cristina Maria Jorge Ferreira — mais conhecida como Cristina Ferreira — é uma apresentadora de televisão, empresária e empreendedora de calibre. Quase vinte anos após ter começado a carreira em televisão, a apresentadora e agora Diretora de Entretenimento e Ficção da TVI, é uma das caras mais acarinhadas do público e das mais influentes junto do povo português. Mas, antes disso, Cristina era apenas uma criança a crescer num meio humilde.

A malveirense de coração

Cristina Ferreira em pequena
Fotografia: Daily Cristina

Nunca negou as suas raízes. Cresceu na Malveira e é filha de António e Filomena, um casal de feirantes, de origens humildes, que sempre trabalharam para dar o melhor à sua filha, longe de imaginarem o que o futuro lhe reservava. No Alta Definição, a apresentadora confessou que sempre se imaginou na televisão, de uma maneira ou de outra; que sonhava apresentar o noticiário e que estudava em frente ao espelho, como se estivesse a apresentar as notícias.

Cristina estudou na Malveira nos primeiros anos de vida e, anos mais tarde, tomou a decisão de pedir aos pais que a mudassem de escola. Até lá, Cristina e a família só visitavam Lisboa de vez a vez, sempre em dias especiais. Mas, quando mudou de escola, a jovem Cristina, cheia de sonhos, ficou mais próxima da capital. Numa escola de Loures, Cristina fez teatro e rapidamente se apercebeu que se estava a abrir ao mundo e que o seu caminho poderia ser diferente.

Terminado o secundário, Cristina apostou numa licenciatura em História, acabando mesmo por dar aulas de História ao ensino secundário durante dois anos, após ter terminado o curso no ensino superior. Durante todo esse período, a apresentadora começou uma relação com António Casinhas, ex-jogador de futebol, que conhecia desde a adolescência. Porém, pouco tempo depois de ter começado a dar aulas, Cristina percebeu que precisava de mais e inscreveu-se no curso Ciências da Comunicação, acabando a realizar um estágio no programa Regiões da RTP1.

Os grandes passos no pequeno ecrã

Cristina Ferreira
Fotografia: TVI / Reprodução

Aos 26 anos, depois de fazer um curso de apresentação lecionado por Emídio Rangel, na Universidade Independente, Cristina realizou um casting para a nova edição de Big Brother. Após uma entrevista com Gabriela Sobral, Cristina foi selecionada para apresentar os Extras da quarta edição do reality-show, em 2003. Ainda tímida, como ainda hoje assume ser, Cristina Ferreira começava a dar grandes passos no pequeno ecrã.

Meses mais tarde, após o fim da primeira edição de Big Brother, Cristina voltou a ser chamada pela direção da TVI, agora para começar a acordar pela madrugada para marcar presença como repórter no Diário da Manhã, na altura apresentado por Júlia Pinheiro e Henrique Garcia. Pouco tempo depois, as suas funções de repórter foram necessárias nas manhãs.

O talk-show das manhãs da TVI do qual Cristina Ferreira fez parte era apresentado por Manuel Luís Goucha. O apresentador tinha protagonizado uma transferência mediática, um ano antes, em 2002, ao passar da RTP1 para a TVI, situação que foi anunciada pela TVI em rodapé durante a emissão, num dia útil e após Manuel Luís Goucha ter apresentado um episódio de A Praça de Alegria, que aparentava ter tudo de comum. No dia seguinte, o apresentador não regressou ao programa da RTP1, que seguiu com a apresentação de Sónia Araújo.

Olá Portugal tinha o objetivo de alterar a situação que a TVI vivia nas manhãs, afundada no terceiro lugar atrás da RTP1 e da SIC, que brilhava com SIC 10 Horas, apresentado por Fátima Lopes. A presença de Cristina Ferreira era pontual, mas estava a pequenos passos de se tornar habitual.

Cristina Ferreira e Manuel Luis Goucha
Você na TV! estreou a 13 de setembro de 2004.

Com o fim prematuro de Olá Portugal, devido às baixas audiências, Júlia Pinheiro tomou a decisão arriscada, ao lado de José Eduardo Moniz, de colocar a jovem repórter ao lado de Manuel Luís Goucha num novo programa das manhãs: Você na TV!. Era 13 de setembro de 2004 e Cristina Ferreira tinha acabado de fazer 27 anos.

O sucesso da dupla não foi imediato e as audiências da TVI não sofreram grandes alterações durante alguns anos. A RTP1 continuava com valor acima dos 20% de quota de mercado e Fátima Lopes, que deixava o SIC 10 Horas para dar lugar a um programa em nome próprio — Fátima — continuava a dominar as manhãs e a não dar espaço para a TVI crescer.

Foram precisos quatro anos até Você na TV! apresentar sinais de competitividade. Em 2008, com Fátima Lopes a ausentar-se devido à sua gravidez, a dupla da TVI saltou para o primeiro lugar das audiências e nunca mais o largou. Seguiram-se subidas em flecha nos resultados e números históricos, nunca marcados pela TVI até então. A dupla Cristina e Goucha tornou-se um sucesso inimaginável e um fator importante na liderança da Quatro.

No mesmo ano, a 4 de junho de 2008 — o dia que Cristina descreve como o mais feliz da sua vida — nascia o seu primeiro e único filho, fruto da relação com António Casinhas: Tiago. A apresentadora nunca revelou a identidade do filho, tal como a dos pais, para proteger a família do mediatismo que a profissão carrega.

A janeiro de 2011, após o final da primeira edição de Secret Story: A Casa dos Segredos, Júlia Pinheiro anunciou que estava de regresso à SIC – onde se mantém – abandonando As Tardes da Júlia, substituído pelo novo programa de Fátima Lopes, o reality-show, assumido por Teresa Guilherme, e Uma Canção Para Ti, que apresentava com Manuel Luís Goucha e que já contava com três edições. Devido ao sucesso do formato, a TVI apostou numa quarta edição, mas precisou de uma nova apresentadora: Cristina Ferreira. Nove anos após ter começado na televisão, Cristina Ferreira estreava-se num grande formato de horário nobre.

Cristina Ferreira e Manuel Luis Goucha
Uma Canção Para Ti foi o primeiro projeto de Cristina Ferreira no horário nobre com Manuel Luís Goucha.

No mesmo ano, enquanto a sua carreira disparava, o divórcio acontecia. Cristina Ferreira separou-se de António Casinhas em 2011, com quem mantinha uma relação de 15 anos, mas nada a impediu de continuar a crescer. Um ano mais tarde, ainda ao lado de Manuel Luís Goucha, a apresentadora voltou a pisar os palcos, desta vez na apresentação de A Tua Cara Não Me É Estranha.

O formato que colocava várias personalidades famosas a interpretarem temas de artistas conhecidos, passando por um longo processo de caracterização, foi um estrondoso sucesso de audiências, chegando a reunir mais de dois milhões de portugueses nas noites de domingo. Só em 2012, a TVI apresentou três edições do programa, fazendo-o regressar em 2013, 2014, 2016, 2017 e 2018.

Mas antes, em 2013, Cristina assumia pela primeira vez o seu programa a solo nas televisões portuguesas, fugindo da alçada do seu companheiro nas manhãs. Escolhido pela própria, Dança com as Estrelas marcou a carreira da apresentadora da TVI. Seguiram-se três edições, todas elas de grande sucesso junto do público. Foi também o ano em que Cristina Ferreira subiu ao posto de Diretora de Conteúdos Não Informativos da TVI, função que juntou à função de apresentadora.

A revista Cristina

Revista Cristina
Fotografia: Revista Cristina

Em 2015, Cristina Ferreira deu um novo passo. Nove anos depois da abertura da sua loja de roupa na Malveira, a Casiraghi Forever, Cristina apresentava a sua revista em nome próprio, cujo primeiro convidado foi Marcelo Rebelo de Sousa, atual Presidente da República. A primeira edição da revista foi um grande sucesso. Nas duas primeiras horas, a revista vendeu cerca de 40 mil cópias e, no fim do mês, a Cristina tinha chegado às mãos de 110 mil pessoas. Nos meses seguintes, seguiram-se vários números com convidados de peso e, no mesmo ano, Cristina Ferreira assumiu o horário das 19h pela primeira vez, com entrevistas exclusivas da revista Cristina. O programa nunca roubou a liderança à RTP1, mas foi apenas uma questão de tempo até Cristina Ferreira se tornar líder no acesso ao primetime. Só faltava um novo amigo: Pedro Teixeira.

Em 2017, Cristina Ferreira e Pedro Teixeira arregaçaram as mangas e uniram esforços para assumirem o horário das 19h da TVI. Ambos já tinham trabalhado juntos no Dança com as Estrelas, programa em que Pedro Teixeira era responsável pelas conversas com os concorrentes. Agora, em Apanha se Puderes, a dupla apresentava um programa de cultura geral em que os prémios estavam à disposição dos concorrentes, consoante as respostas certeiras. Na estreia, Apanha se Puderes destronou O Preço Certo de Fernando Mendes, impedindo o antigo líder de voltar à primeira posição. Cristina e Pedro chegaram, viram e conquistaram. O acesso ao primetime ficou dominado pela TVI e a situação só se inverteu inesperadamente em 2018.

De malas aviadas para a SIC

Cristina Ferreira e Daniel Oliveira na SIC
Cristina Ferreira afirmou que Daniel Oliveira via a televisão tal como ela, em 2018.

A 22 de agosto de 2018 acontecia o impensável. O Correio da Manhã anunciava a saída de Cristina Ferreira da TVI para assumir as manhãs da SIC. Poucos minutos depois, a notícia foi confirmada pelo Expresso, jornal do mesmo grupo que a SIC, e partilhada pela própria TVI em comunicado.

Catorze anos depois, a apresentadora estava de saída da casa que a viu crescer para assumir novos projetos na concorrência: um programa nas manhãs e a Consultoria Executiva da Direção-Geral de Entretenimento. A contratação de Cristina Ferreira pela SIC foi dos assuntos mais comentados nas redes sociais e representou uma das transferências mais mediáticas de sempre no mundo televisivo nacional.

A apresentadora deixou o Você na TV! sem uma despedida e, para preencher o vazio, apresentou uma edição especial da revista Cristina, intitulada O Adeus (que não é para sempre). Na edição, Cristina partilhava os seus pensamentos acerca da sua mudança com Pedro Teixeira e Manuel Luís Goucha, marcando o adeus à TVI.

Nos meses que se seguiram muito foi escrito sobre Cristina Ferreira e o seu novo programa na SIC, mas o conceito permaneceu no segredo dos deuses, até sair a informação de que o projeto que iria para o ar nas manhãs do terceiro canal já havia sido apresentado à TVI pela própria Cristina Ferreira. Na altura, o rascunho tinha o nome de Cristina ComVida e colocava a apresentadora como anfitriã de uma casa, onde recebia visitas dos amigos, dos vizinhos e da empregada de limpezas. O projeto não foi avançado pela TVI, que não queria trocar o certo pelo incerto, então a apresentadora viajou até à Três onde transformou a sua ideia n’O Programa da Cristina.

O sucesso absoluto nas manhãs

O Programa da Cristina
O Programa da Cristina chegou à SIC no início de 2019. (Fotografia: SIC / Expresso)

Na estreia a 7 de janeiro de 2019, O Programa da Cristina conquistou um resultado histórico, ao marcar o valor mais alto nas manhãs da SIC desde o extinto SIC 10 Horas. No programa que se seguiu, a apresentadora subiu a quota de mercado e levou o Você na TV! – agora apresentado por Manuel Luís Goucha e Maria Cerqueira Gomes – a bater um mínimo de audiência, que foi sendo superado negativamente nos meses que se seguiram. A vitória de Cristina foi avassaladora e impulsionou o resto da grelha da SIC a atingir a liderança. Um mês depois da estreia, a SIC já se consagrava líder de audiências e rompia o ciclo de liderança mais de 100 meses da TVI. Meses depois, a SIC já liderava todos os horários, desde as manhãs, às tardes e ao horário nobre.

No verão do mesmo ano, Cristina ficou encarregada do horário das 19h. Prémio de Sonho, formato escolhido pela apresentadora, estreou na liderança das audiências e trouxe bons resultados para a estação, mas com o tempo o programa começou a mostrar fragilidades e acabou por abandonar a grelha do canal gerido por Daniel Oliveira.

Um mês depois, Cristina Ferreira assumia a condução da 24.ª gala dos Globos de Ouro, que subiu ao melhor valor dos últimos 15 anos. A noite de prémios foi o assunto mais comentado nas redes sociais, ora pelos vestidos extravagantes e pomposos da apresentadora, ora pelas vitórias dos nomeados. Na mesma noite, a apresentadora levou para casa o prémio de Personalidade do Ano na área do Entretenimento, uma categoria nova desse ano cuja vitória foi atribuída à apresentadora por ter reformulado as manhãs do canal e atribuir-lhe um estatuto diferente. No momento de vencer a estatueta, a apresentadora considerou o prémio “merecido” e fez um discurso sobre acreditar, revelando a sua fé em Nossa Senhora.

No dia seguinte, Cristina Ferreira regressou ao O Programa da Cristina e foi onde se manteve até ao dia 17 de julho de 2020, quando inesperadamente rompeu o contrato de exclusividade que mantinha com a estação de Paço de Arcos até 2020, regressando à TVI.

Regresso a casa

Dia de Cristina
Fotografia: Instagram/Cristina Ferreira

De volta à TVI, Cristina Ferreira tem agora novos desafios. A apresentadora é, desde o primeiro dia de setembro, Diretora de Entretenimento e Ficção da TVI, sendo também responsável pela produtora Plural. A apresentadora ficará ainda a cargo da grelha de programação e promoção, negociação e gestão orçamental, assim como a gestão de talento da TVI. Para além disso, a apresentadora tornar-se-à acionista do grupo Media Capital, onde ficará a deter uma participação superior a 2%.

Devido à sua saída repentina da SIC, a estação exigiu uma indemnização de 20 milhões de euros à antiga apresentadora de O Programa da Cristina com um prazo de 15 dias, pelo prejuízo com a perdas de receitas em concursos com chamadas de valor acrescentado (IVR), patrocínios, publicidade e outras ações comerciais. O valor foi refutado pela apresentadora, que assumiu estar “surpresa pela posição agora assumida por uma estação que tem assente a sua comunicação numa estratégia de funcionamento em equipa e liderança de audiências, nunca assente numa só pessoa”. Passados os 15 dias, a SIC avançou com um processo em tribunal.

Indiferente às polémicas, Cristina Ferreira já planeia o seu próximo programa de televisão. Dia de Cristina será um programa semanal, com duas exibições já previstas para este mês, em que a apresentadora estará no ar de manhã até à noite. Segundo a própria, o seu objetivo é conseguir transformar a TVI como transformou as manhãs da SIC, estando consciente do longo caminho que tem pela frente.

A inspiração de uma geração

Cristina Ferreira tvi
Fotografia: Instagram / Cristina Ferreira

Da Malveira para o mundo. Cristina Ferreira começou a carreira em televisão aos 26 anos e agarrou o primeiro grande programa de day-time aos 27, longe de imaginar que quinze anos mais tarde seria acionista da Media Capital, controlando parte da estação de Queluz. No dia em que se separou da SIC, a apresentadora afirmou estar de regresso a casa, pois sentia que a casa-mãe necessitava da sua ajuda. A filha-pródiga a casa retorna, após dois anos na concorrência, provando a todos que o seu potencial e sucesso se deve essencialmente ao seu esforço e dedicação, mas sobretudo provando à TVI que as suas ideias são capazes de marcar a diferença na televisão portuguesa.

Salários à parte, Cristina Ferreira é uma mulher de armas num mundo de negócios e é um exemplo do nosso american dream à portuguesa, uma jovem humilde que veio do nada e que conquistou o impensável com lágrimas e suor. Cristina deixou as aulas de História do secundário para fazer História na televisão, sendo atualmente uma das figuras mais importantes do panorama português e uma das mais emblemáticas do universo televisivo nacional.

Empresária, apresentadora, acionista e agora diretora de um canal de televisão, Cristina Ferreira é uma inspiração para muitas gerações, desde os mais novos aos mais velhos, sendo a prova viva de que o sonho comanda a vida. A apresentadora celebra hoje 43 anos de vida.

Mais Artigos
Depois do Crime
‘Depois do Crime’. Rita Marrafa de Carvalho quer “as pessoas e os seus testemunhos a contar a história”