Christopher Nolan Tenet
Fotografia: Warner Bros.

‘Tenet’ ultrapassa os 100 milhões de dólares na bilheteira mundial

Tenet, o novo filme de Christopher Nolan, chegará à margem dos 100 milhões de dólares nas bilheteiras este domingo (6), cerca de 84 milhões de euros. É um acontecimento importante após as quebras nas receitas cinematográficas devido à pandemia.

São números grandiosos mas não são números desconhecidos para Christopher Nolan. Realizador de grandes sucessos como a trilogia do Batman, Interstellar ou Inception, Nolan já está habituado a uma carreira de blockbusters, mas esta é a primeira vez que vê as suas receitas limitadas por uma pandemia.

O desempenho nas salas chinesas ficou marcado por receitas em torno dos 20 milhões de dólares, cerca de 20% das receitas totais da obra nas salas de cinema, sendo que na China o filme tem enfrentado a forte competição do épico de guerra The Eight Hundred, que tem ocupado a primeira posição do box office chinês.

Apesar de o filme estar a surpreender nos seus resultados, nos Estados Unidos, Tenet não chegará às salas de cinema mais importantes do país, em Nova Iorque e em Los Angeles, devido ao impacto dos números da pandemia da Covid-19 numa altura em que os número de infetados ainda não estabilizaram. Para já, não existe qualquer tipo de previsão para a abertura das salas de cinema nas duas grandes cidades americanas e calcula-se que seja mesmo o primeiro filme de Christopher Nolan a não ganhar uma distribuição na Big Apple.

John David Washington em Tenet, o novo filme de Christopher Nolan
Reprodução/D.R

Em Portugal, no seu primeiro fim-de-semana em exibição nas salas de cinema, Tenet liderou o top de filmes mais vistos e impulsionou a recuperação das bilheteiras, numa altura em o cinema ultrapassa uma das maiores crises de sempre no setor. Por cá, a estreia de Tenet superou as estreias de Bombshell e Mulherzinhas, com uma marca de 38.367 espectadores, não muito distante dos 40.332 espectadores de Dunkirk, em 2017.

Um prejuízo de milhões?

O novo filme de Christopher Nolan já pode receber um título de blockbuster, agora que os requerimentos de eleição são menos exigentes. Ainda assim, o filme corre o risco de gerar prejuízo para os estúdios da Warner Bros. Com custos de produção a rondar os 225 milhões de dólares, Tenet ainda só conseguiu metade do valor, embora as previsões apontem que o filme ainda conseguirá render boas quantias nas salas de cinema. Para ser considerado um sucesso financeiro, o filme protagonizado por Robert Pattinson e John David Washington deverá chegar à marca dos 450 milhões de dólares mundiais, dobrando os valores dos seus custos.

A fechar as bilheteiras, o novo filme da Disney, The New Mutants gerou cerca de 9,5 milhões de dólares na abertura, enquanto The Personal History of David Copperfield ainda não conseguiu superar a marca do milhão de dólares, fechando com 763 mil.

A níveis domésticos, a maior competição de Tenet poderá ser Mulan, o remake do filme da Disney que chegou esta semana à plataforma de streaming Disney+, nos Estados Unidos. O filme só está disponível para os assinantes da plataforma e, mesmo para esses, tem um custo de 30 dólares, ficando disponível em todos os perfis dos utilizadores do serviço. Em Portugal, espera-se que o filme chegue às salas de cinema, mas ainda não existem datas definidas.

Lê também: Crítica. ‘Tenet’: Christopher Nolan é grandioso mesmo quando dá um passo atrás
Mais Artigos
'Red, White and Blue' da coleção 'Small Axe'
‘Small Axe’: ‘Red, White and Blue’ chega à HBO