Festivais 2021

Festivais de Verão. Vê todos os artistas que já (re)confirmaram para 2021

Eles estão de volta!

Depois de o Presidente da República ter promulgado o diploma que prevê a proibição de festivais de música até 30 de setembro, a não ser que estes decorram “com lugares marcados e de acordo com as regras da DGS, vários festivais e eventos similares foram cancelados ou adiados para 2021.

Esta decisão dos promotores teve por base a envergadura de eventos deste género, que necessitam de meses de preparação prévia e, sobretudo, para garantir a segurança dos visitantes.

Com o avançar do desconfinamento social em Portugal, festivais como o Rock In Rio, NOS Alive, Super Bock Super Rock ou MEO Marés Vivas já começaram a adiantar as (re)confirmações para 2021. Como a lista é cada vez maior, o Espalha-Factos reuniu tudo aquilo que precisas de saber sobre os teus eventos favoritos.

NOS Alive – 7, 8, 9 e 10 de julho

nos alive
Fotografia: Arlindo Camacho (2017)

Aquando da chegada e disseminação do novo coronavírus em Portugal, alguns festivais fizeram questão de informar aqueles que haviam comprado bilhete de que estavam a acompanhar toda a situação epidemiológica nacional, com a fé de que os eventos se pudessem manter de alguma forma este ano. Com o número de casos a aumentar, levando as autoridades de saúde a impor um confinamento obrigatório, muitos destes festivais acabaram mesmo por cancelar ou adiar os espetáculos para o próximo ano, antes mesmo da decisão governamental.

No que diz respeito ao NOS Alive, um dos maiores festivais do nosso país, o silêncio foi praticamente inalterável até que a decisão pelo adiamento ditou que mais não haveria a fazer. “Este será o primeiro julho sem NOS Alive”, disse a organização nas redes sociais, para depois garantir que a edição de 2021 será “a melhor de sempre”. O evento em Oeiras volta a confirmar a banda que, curiosamente, foi também a primeira a ser confirmada para a edição deste ano: os Da Weasel. O tão aguardado regresso do grupo de hip hop continua a ser um exclusivo NOS Alive.

Mas o cartaz não se fica por aqui e são já várias as confirmações para 2021. Para já, o maior destaque vai para o segundo dia do festival (8), com a presença de Red Hot Chili Peppers, The Lumineers, alt-J e Nothing But Thieves. Para fechar (10), e no mesmo palco dos Da Weasel, estão confirmados os The Strokes, os Two Door Cinema Club e ainda o português Manuel Cruz.

No entanto, são inúmeros os nomes, individuais e em grupo, que durante os quatro dias de festival vão pisar os vários palcos do NOS Alive. São também certas as presenças de Black Pumas, Angel Olsen, Parcels, Faith No More, Haim e Tom Misch, entre muitos outros.

Clica aqui para mais informações sobre a venda e/ou troca de bilhetes para o NOS Alive.

Rock In Rio Lisboa – 19, 20, 26 e 27 de junho

Fotografia: Quinto Canal

“Vamos continuar a sorRIR!”. Foi assim que o Rock In Rio começou por anunciar as novas datas, garantindo ainda que o evento se volta a realizar, como previsto, em 2022. Serão dois anos seguidos de Rock In Rio Lisboa, algo que nunca aconteceu pelo facto de o festival ser bienal. Roberta Medina, vice-presidente do festival, começou por confirmar três dos nomes principais que já figuravam no cartaz: Foo Fighters, Liam Gallagher e The National.

As duas bandas e o ex-Oasis voltam assim a partilhar o Palco Mundo, desta vez para figurar no primeiro dia (19), aquele que no cartaz deste ano apresentava uma componente mais próxima do “rock” que dá nome ao festival. Para o segundo dia (20), estão confirmadas as presenças dos The Black Eyed Peas, bem como da sempre assídua Ivete Sangalo. Os cabeças de cartaz continuam, para já, com Xutos & Pontapés e Anitta.

Com uma aposta forte em nomes nacionais, o Rock In Rio Lisboa 2021 conta também com Bárbara Tinoco, HMB e David Carreira.

Clica aqui para mais informações sobre a venda e/ou troca de bilhetes para o Rock In Rio Lisboa.

Super Bock Super Rock – 15, 16 e 17 de julho

Super Bock Super Rock
Fotografia: Sara Camilo, Comunidade Cultura e Arte

“Ao longo de 25 anos de história, crescemos e superámos vários desafios, escrevendo a cada edição mais uma página na história dos festivais de música em Portugal”. Depois de no ano passado ter retornado às origens do Meco, quatro anos depois de se sediar no Parque das Nações, o Super Bock Super Rock tem sido um dos festivais que mais nomes tem ao seu dispor divulgados até hoje (6 de setembro).

O rapper ASAP Rocky encabeça, para já, um cartaz que é também figurado por Foals e Brockhampton. No dia 15, os Jungle regressam ao Meco para um DJ Set e no dia 17, nomes como Kali Uchis, Boy Pablo e Local Natives são também motivo de destaque. O língua de Camões estará, até agora, representada por Slow J, Ganso e Pedro de Tróia. Para a 26.ª edição, o festival garante estar a trabalhar para “manter o mesmo ou ainda melhor cartaz” do que o apresentado este ano.

Clica aqui para mais informações sobre a venda e/ou troca de bilhetes para o Super Bock Super Rock.

Vodafone Paredes de Coura – 18, 19, 20 e 21 de agosto

Fotografia: Vodafone Paredes de Coura / Hugo Lima

“Vivemos tempos estranhos. Em muito pouco tempo, o mundo como o conhecíamos mudou por completo. As prioridades e objectivos foram reformulados; a vida social está em pausa; a indústria da música foi colocada em perspectiva. E os dias quentes de verão com amigos, os abraços, as gargalhadas, a música que nos enche a alma, tudo isto está repleto de pontos de interrogação”, escreveu um dos festivais mais acarinhados do país nas redes sociais.

A organização do Vodafone Paredes de Coura já confirmou um conjunto de 22 nomes para 2021, que não estão ainda distribuídos pelos quatro dias de festival. Aos veteranos Pixies e Mão Morta, vão juntar-se os irreverentes Idles e o singular Mac DeMarco. A coletânea apresenta ainda Slow Thai, L’Impératrice, HAAi e Viagra Boys, entre muitos outros. Em entrevista ao Espalha-Factos, João carvalho, diretor da promotora Ritmos, responsável pelo festival, admitiu a tristeza face ao adiamento mas garantiu que o próximo ano em Coura vai ser mágico.

Clica aqui para mais informações sobre a venda e/ou troca de bilhetes para o Vodafone Paredes de Coura.

MEO Marés Vivas – 16, 17 e 18 de julho

MEO MARES VIVAS
Fotografia: Daniela Gandra

“É a decisão que nunca esperávamos, a decisão que nos desliga de meses e meses de trabalho, mas a que também nos vai dar força para continuar a fazer mais e melhor”. Com uma vista privilegiada para o rio Douro, o maior festival de música do Norte do país promete também a sua “melhor edição de sempre”. Este argumento é de resto praticamente unânime por entre os festivais, o que antecipa um ano de 2021, no mínimo, especial.

Para a 14.ª edição do MEO Marés Vivas, que desde 2018 estreou um novo recinto de maior capacidade, estão para já garantidas as atuações de Liam Payne e Anitta na noite de 17 de julho. No último dia, figura a até agora a maior cabeça de cartaz do festival, a britânica Jessie J.

Clica aqui para mais informações sobre a venda e/ou troca de bilhetes para o MEO Marés Vivas.

NOS Primavera Sound – 10, 11 e 12 de junho

NOS Primavera Sound
Fotografia: Pedro Mkk

Do outro lado do rio, em pleno Parque da Cidade do Porto, encontra-se o NOS Primavera Sound, que de resto foi o festival que mais rapidamente se pronunciou acerca de um possível adiamento por se tratar do que habitualmente acontece mais cedo. Através do lema “Primavera no verão, por uma vez na vida”, a organização chegou mesmo a anunciar o adiamento do festival para setembro de 2020. Mais tarde, viu-se obrigada a voltar a adiar, desta vez, para o ano seguinte.

No dia 10 de junho, o rapper, cantor e produtor Tyler the Crator lidera um conjunto de artistas que inclui Beck, FKA Twigs, Cigarettes After Sex e Mura Masa. No dia seguinte, o destaque vai para Time Impala, que terá a companhia de Doja Cat, Pavement e King Krule. Finalmente, a fechar ficam os cabeças de cartaz Gorillaz e Bad Bunny, seguidos de perto por Dinosaur Jr e Earl Sweatshirt.

Em português mantêem-se as confirmações de David Bruno, Chico da Tina e Throes + The Shine. A notória ausência de Lana Del Rey, presente no cartaz deste ano, deixou ainda alguns fãs desiludidos com a organização.

Clica aqui para mais informações sobre a venda e/ou troca de bilhetes para o NOS Primavera Sound.

EDP Cool Jazz- 2, 21, 24, 25, 27, 28 e 31 de julho

EDP Cool Jazz
Fotografia: Sara Falcão, EDP Cool Jazz

“É um momento em que a responsabilidade e o sentido cívico são essenciais e queremos que a 17.ª edição seja ainda mais memorável. Para tal reúnem-se condições em julho do próximo ano para que todos juntos possamos celebrar o festival mais Cool do Verão. Até já, 2021!“. Com uma grande extensão temporal, o EDP Cool Jazz conta com nove (re)confirmações para a próxima edição.

Tudo começa no dia 2 de julho com John Legend. Para o dia 21, o nome a fixar é o do multi-instrumentista Yann Tiersen. No que diz respeito aos dias 25 e 28, ficam asseguradas as presenças do amplamente galardoado Leonel Richie e do ícone do jazz Herbie Hancock, respetivamente. Miguel Araújo, Tiago Nacarato e Neneh Cherry são também destaques para 2021.

Clica aqui para mais informações sobre a venda e/ou troca de bilhetes para o EDP Cool Jazz.

Sumol Summer Fest – 2 e 3 de julho

Sumol Summer Fest
Fotografia: Comunidade Cultura e Arte

“Por agora, sigam todas as indicações das autoridades de saúde, mantenham-se positivos, fortes e em segurança. A casa 5 estrelas do Sumol Summer Fest na Ericeira Camping continua pronta para vos receber e, juntos, darmos as boas vindas às férias de Verão”. Festivais como o Sumol Summer Fest, que aliam à música ao campismo, tornam-se ainda mais difíceis de gerir aquando do aparecimento de uma pandemia.

Com 16 confirmações, estão já certas as participações dos cabeças de cartaz de ambos os dias: Burna Boy no primeiro e Trippe Redd no segundo. De volta à Ericeira estão também SAINt JHD e os portugueses Piruka e NENNY, entre outros.

Clica aqui para mais informações sobre a venda e/ou troca de bilhetes para o Sumol Summer Fest.

North Music Festival – 20, 21 e 22 de maio

North Music Festival
Fotografia: North Music Festival

“Temos habituado o nosso público a entrar na época de festivais de verão connosco. Impossibilitados de o fazermos este ano, o adiamento vai permitir que o regresso do North Music Festival se faça com uma edição inédita de três dias”. Apesar de ser o NOS Primavera Sound o primeiro grande festival do ano, é o North Music Festival que efetivamente dá o pontapé de saída para um conjunto de dezenas de eventos deste género. O ainda jovem festival – nasceu em 2017 em Guimarães para no ano seguinte se mudar para o Porto – caracteriza-se por se localizar no coração da cidade.

O cartaz para a quarta edição conta já com 11 confirmações, que preenchem os dois últimos dias do festival. No dia 21 de maio, encabeçam os norte-americanos Deftones, seguidos pelos portugueses Moonspell. O dia 22 é figurado pelos The Script e pelos The Waterboys. Com pela primeira vez três dias de música, restam saber os nomes para o primeiro. O cartaz conta ainda com Lamb, Bizarra Locomotiva, Sensible Soccers, Paus, Bed Legs, Keep Razors Sharp e ainda Paraguaii.

Clica aqui para mais informações sobre a venda e/ou troca de bilhetes para o North Music Festival.

MEO Sudoeste – 3, 4, 5, 6 e 7 de agosto

MEO Sudoeste
Fotografia: MEO Sudoeste

A tribo da Zambujeira do Mar terá de esperar pelo próximo ano. “Continuaremos ao longo deste ano a fazer o possível para levar a melhor música até todos – sobretudo dos músicos portugueses -, através da rádio MSW e de outras iniciativas, de forma permitida e também através das plataformas digitais”. Um clássico desde os anos 90, o MEO Sudoeste prepara-se para mais uma edição na Herdade da Casa Branca.

O destaque vai para o trio de música eletrónica Major Lazer, e ainda para os sucessos da música latina Bad Bunny e Ozuna. No palco principal vão também atuar o autor do conhecido tema ‘Piece Of Your Heart’, Meduza, e os nacionais Profjam e Bispo, numa aposta cada vez maior na língua portuguesa para o Palco MEO.

Clica aqui para mais informações sobre a venda e/ou troca de bilhetes para o MEO Sudoeste.

VOA Heavy Rock – 1 e 2 de julho

VOA Heavy Rock
Fotografia: VOA Heavy Rock

Um ano depois da inusitada participação de Toy num concerto dos Trivium, o VOA Heavy Rock preparava-se para deixar a Altice Arena em direção ao Estádio Nacional de Algés, quando o novo coronavírus ditou o seu adiamento. “Agradecemos a compreensão e apoio de todos e esperamos – tão breve quanto possível – comunicar-vos a notícia que todos desejamos: a manutenção do cartaz já anunciado”.

Até ao fecho deste artigo, a organização do festival ainda não confirmou qualquer nome para a edição de 2021.

Rolling Loud – 6, 7 e 8 de julho

Rolling Loud
Fotografia: Rolling Loud

A estreia na Europa do auto-denominado “maior festival de hip-hop do mundo” encontra-se também adiada. “Foi uma decisão difícil, mas necessária – Portugal é um mercado incrivelmente importante para nós. Passámos meses e meses ansiosos por estar com todos vocês, pessoas vindas de todo o mundo, na nossa primeira edição europeia do Rolling Loud”, escreveu a organização nas redes sociais.

Num comunidado enviado às redações, a organização do Rolling Loud Portugal adiantou que, em 2021 “mantém-se o mesmo line up [cartaz] apresentado em 2020” e o local continuará a ser a Praia da Rocha em Portimão. Assim , a primeira edição portuguesa do festival nascido nos Estados Unidos contará com ASAP Rocky, Future e Wiz Khalifa como cabeças de cartaz. Também confirmados para este ano estavam Chief Keef, Gucci Mane, Lil Baby, Lil Uzi Vert, Meek Mill, Playboi Carti, Polo G, Rico Nasty, Saint Jhn, Trippie Redd e Young Thug, além dos portugueses Piruka, Yuzi e Sippinpurpp, entre muitos outros.

Clica aqui para mais informações sobre a venda e/ou troca de bilhetes para o Rolling Loud.

EDP Vilar de Mouros – 26, 27 e 28 de agosto

EDP Vilar de Mouros
Fotografia: EDP Vilar de Mouros

O primeiro festival de música ao vivo em Portugal, com décadas de história e muita música, (re)confirmou vários nomes que fariam parte da edição deste ano, como a lenda punk Iggy Pop, que atua no último dia (28). Mas são várias as estrelas presentes em 2021, como Limp Bizkit, Placebo, Suede e Bahaus. A música faz-se também com os portugueses Tara Perdida e The Legendary Tigerman.

Clica aqui para mais informações sobre a venda e/ou troca de bilhetes para o EDP Vilar de Mouros.

Mais festivais, de Norte a Sul

O Festival Neopop, de Viana do Castelo, vai assinalar a sua 15º edição no próximo ano, entre 11 e 14 de agosto, com mais de 20 nomes num cartaz que vai contar com Ricardo Villalobos, Paula Temple e Nina Kraviz.

No campo da música eletrónica, o RFM Somnii acontece nos dias 9, 10 e 11 de julho, com os cabeças de cartaz Alan Walker, Dimitri Vegas & Like Mike e Alok. Já a Galp Beach Party acontece a 25 e 26 de julho, com Martin Garrix e os portugueses Karetos.

Festival Bons Sons, em 2018 / Carlos Manuel Martins

O Boom Festival realiza-se de 22 a 29 de julho e o Bons Sons de 12 a 15 de agosto de 2021.

Mais Artigos
kanye-west
Twitter. Kanye West revelou dado confidencial e foi suspenso temporariamente