dia internacional da igualdade feminina
Fotografia: EF via D.R.

Dia Internacional da Igualdade Feminina. As personagens mais poderosas da ficção

Em comemoração do Dia Internacional da Igualdade Feminina, celebramos esta quarta-feira (26) todas as mulheres revolucionárias que lutaram (e continuam a lutar) incansavelmente pela igualdade de género.

Desde cedo que nos vemos inspirados por mulheres fortes e que deixaram uma marca nas nossas vidas. A grande maioria delas tem personalidades vincadas, quebraram estereótipos e deram-se a conhecer através do grande e do pequeno ecrã.

Num dia que pretende ser de reflexão sobre as transformações que ainda são necessárias para a plena igualdade entre géneros, o Espalha-Factos reúne uma lista de algumas das personagens femininas mais fortes e ambiciosas da ficção.

Miranda Priestley, The Devil Wears Prada

Fotografia: D.R.

Uma casa em Manhattan, um marido, duas filhas e um cargo de editora-chefe da revista de moda Runway. Miranda Priestley (Meryl Streep) é um exemplo de dedicação e liderança e, apesar de apontada como vilã e temida por muitos, continua a ser adorada pela sua inteligência e elegância. Miranda é uma mentora que procura rodear-se de pessoas com as mesmas características que ela e que ascendeu ao topo devido ao seu trabalho incansável. Chamam-na de Diabo por ser direta e frontal mas, se fosse um homem, será que teria a mesma alcunha?

Annalise Keating, How to Get Away With Murder

Fotografia: D.R.

Annalise (Viola Davis) é uma mulher autossuficiente e confiante. Bastante respeitada por ser uma excelente advogada e professora de Direito Penal, é alguém que os alunos (e não só) temem pela inteligência desmedida. Annalise é uma mulher com duas faces; uma forte, que mostra ao mundo, enquanto a outra revela um lado mais sentimental e destruído. Este lado mais frágil só vem mostrar que ser vulnerável não é um problema, antes pelo contrário.

Maze Smith, Lucifer

maze lucifer
Fotografia: D.R.

Mazikeen (Lesley-Ann Brandt) é um demónio caçador de recompensas que usa a tortura como método para arrancar a verdade aos inimigos. Pode parecer agressivo mas, facas e tareias à parte, Maze é uma babysitter de referência e uma mulher forte, emocional e fisicamente. Não há dúvidas que Maze é capaz de derrubar qualquer um que magoe os seus loved ones e é nesses momentos que mostra a sua vulnerabilidade. Na verdade, é um anjo disfarçado de demónio.

Amy Dunne, Gone Girl

filmes plot twist
Fotografia: D.R.

Amy (Rosamund Pike) perdeu o emprego durante a recessão e vive um casamento infeliz que a obrigou a ser uma dona de casa frustrada. O marido descreve-a como anti-social mas, no decorrer do filme, apercebemo-nos que passar despercebida não é uma das qualidades de Amy. Tem uma personalidade equilibrada, ponderada e é inteligente como ninguém. Embora seja uma espécie de quebra-cabeças, todas as suas ações têm uma razão e deixar-se humilhar às mãos de alguém não é uma opção.

Elizabeth Bennet, Pride and Prejudice

keira knightley
Fotografia: D.R.

A beleza de Lizzie (Keira Knightley) é inegável, mas o que a destaca é a sua inteligência, espírito livre e bom senso. Bastante auto-confiante, é perspicaz e expressiva, o que a torna intimidante e provoca desaprovação nos mais conservadores. Apesar de ser vista como uma tola pela sua boa disposição, Elizabeth nunca ultrapassa a linha da boa educação. Em assuntos relacionados com o coração, às vezes, Lizzie chega longe demais no que toca a ler pessoas e tira conclusões precipitadas. Podemos dizer que é uma combinação de orgulho e preconceito.

Elle Woods, Legally Blonde

elle woods
Fotografia: D.R.

Elle Woods (Reese Witherspoon) era considerada ‘burra’ demais para entrar na Faculdade de Direito. Determinada a provar aos colegas que estão errados, consegue passar nos exames com notas de excelência e entra no curso de Direito em Harvard. Elle agarrou uma fase menos boa da sua vida e usou-a como combustível para ser considerada uma feminista moderna, positiva e valorizadora da sua própria força. A personagem de Reese inspirou várias mulheres a seguirem os sonhos ambiciosos que lhes diziam ser impossível alcançar.

Beth Pearson, This Is Us

beth pearson this is us
Fotografia: D.R.

Desde o primeiro dia que Beth Pearson (Susan Kelechi Watson) é uma verdadeira guerreira. Uma esposa exemplar, uma mãe dedicada e uma amiga presente. Sempre se soube que Beth era forte e corajosa mas, ao longo dos episódios, revelou-se uma mulher vulnerável que perdeu o pai muito jovem e se viu forçada a abandonar o sonho de ser bailarina. Sempre detentora de discursos inspiradores e conselhos valiosos, Beth é considerada uma das personagens mais inspiradoras da série.

Jo March, Little Women

jo march little women
Fotografia: D.R.

Jo (Saoirse Ronan) é uma apaixonada pela escrita. A mais velha de quatro irmãs é uma rapariga com ideais pouco comuns para o século XIX mas a sua rebeldia e o facto de ser bastante livre e independente só mostra a sua humanidade e brilhante personalidade. Com ela aprendemos que nunca nos devemos contentar com o mínimo mas sim aspirar a grandes feitos.

Tris Prior, Divergente

tris prior divergente
Fotografia: D.R.

Beatrice (Shailen Woodley) é uma jovem corajosa e curiosa que luta para encontrar a sua identidade. Tris tem um forte desejo de proteger os outros e embora seja pressionada a escolher uma de cinco personalidades para o resto da sua vida, isso parece-lhe impossível. Com um código moral próprio, Tris é altruísta o suficiente para proteger outras pessoas, mesmo quando isso põe em risco a sua própria vida.

Phoebe Buffay, Friends

phoebe buffay
Fotografia: D.R.

Phoebe (Lisa Kudrow) é, talvez, a personagem com as atitudes mais estranhas e aleatórias que já conhecemos. Com um sentido de humor no ponto e os seu guarda-roupa excêntrico, cativa-nos pela sua naturalidade, pela coragem de dizer sempre o que pensa e por nunca se envergonhar das suas raízes. Apesar de não ter tido uma vida tão rica em afetos, educação ou família como o resto do grupo de amigos, a forma como enfrenta cada desafio faz-nos querer ser como ela.

Hermione Granger, Harry Potter

hermione harry potter
Fotografia: D.R.

Hermione (Emma Watson) é extremamente inteligente, gentil e, muitas vezes, a voz da razão entre o trio de melhores amigos. Hermione não só quebrou os estigmas à volta das raparigas serem as mais inteligentes da turma como se mostrou uma líder e um símbolo de força, igualdade e empoderamento. A atriz, com apenas 11 anos na altura, abraçou a personagem como ninguém e sempre admitiu ser uma apaixonada pela Hermione.

Daenerys Targaryen, Game of Thrones

Game of Thrones
Fotografia: D.R.

Daenerys (Emilia Clarke) começou por ser obrigada a casar para se tornar uma líder poderosa. Para além de se sentir magoada pelo irmão, já que foi ele quem a vendeu ao noivo por interesse, também acha que não é merecedora de herdar o que é seu por direito. Todas estas provações fazem com que se torne numa mulher persistente e determinada. Com a confiança suficiente para lutar por aquilo que merece, Daenerys revela-se forte e resiliente. Não é por acaso que lhe chamam Mãe de Dragões.

Mais Artigos
‘Utopia’, nova série de Gillian Flynn, estreia na Amazon Prime Video