'Cuties'
Promoção do filme 'Cuties'

Netflix pede desculpa e modifica marketing de ‘Cuties’

A Netflix pediu desculpa pelo marketing em torno do filme Cuties.  Nas fotos de promoção da película aparecem crianças do elenco em poses de dança sugestivas, como twerking, com vestuário a fazer lembrar mulheres adultas com roupas justas e sedutoras. A plataforma de streaming recebeu críticas por existir alegadamente uma sexualização da criança.

 

Lamentamos profundamente o marketing inadequado que usamos para Mignonnes / Cuties”, esclareceu um porta-voz da Netflix. “Não estava bem, nem representava esse filme francês que ganhou um prémio no Festival de Sundance. Atualizámos agora as fotos e a descrição. ”

O marketing da Netflix levou a uma petição online com o objetivo de não permitir o lançamento do filme nas salas de cinema até a estreia mundial  que está prevista para 9 de setembro. A petição já conta com mais de 200 mil subscritores. “Este filme é nojento, pois sexualiza uma criança de ONZE anos no ponto de vista de um pedófilo e também influencia negativamente os nossos filhos! “justifica Allison Mitchel para a criação do abaixo-assinado.

Cuties é protagonizado por Fathia Youssouf de 14 anos. O enredo centra-se na história de Amy, uma criança de 11 anos que faz amizade com um grupo de dançarinos na sua escola e que começa a desenvolver a sua feminilidade. A experiência de amadurecimento da menina com os seus novos amigos causa grandes conflitos com a mãe, pois está em confronto direto com as tradições muçulmanas senegalesas da família.

A realizadora francesa Maïmouna Doucouré explicou em entrevista à Cineuropa, em que consiste o filme e alerta para o excesso de pressão que a sociedade põe nas meninas e adolescentes.

Este é um retrato descomprometido de uma menina de 11 anos mergulhada num mundo que lhe impõe uma série de convenções. Foi muito importante não julgar essas meninas, mas principalmente entendê-las, ouvi-las, dar-lhes voz, levar em conta a complexidade do que estão vivendo na sociedade e tudo isso em paralelo com a sua infância que está sempre lá, o seu imaginário, a sua inocência”.

O filme mundial estreou no Festival de Cinema de Sundance de 2020. Na competição do evento, Cuties conquistou o World Cinema Dramatic Diring Award e levou a cineasta a ser referenciada na lista anual do IndieWire de 20 realizadoras em ascensão.

Mais Artigos
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira volta ao ‘Jornal das 8’ para falar sobre novo livro