Liga da Justiça
Fotografia: Divulgação

‘Liga da Justiça’. Versão de Zack Snyder ganha novo trailer

A nova visão do filme chega à plataforma de streaming da HBO Max em 2021.

O realizador Zack Snyder divulgou as primeiras imagens do já famoso Snyder Cut, a sua própria versão de Liga da Justiça, originalmente lançado em 2017, durante a DC FanDome, a convenção virtual que se realizou este sábado (22). A nova visão do filme vai estrear na plataforma de streaming da HBO Max, em 2021.

Snyder avançou que o filme vai ser dividido em quatro partes, cada uma com a duração de uma hora, mas haverá ainda a possibilidade de o espectador ver a história numa versão de quatro horas sem interrupções. Para além desta novidade, o realizador acrescentou ainda que estão a ser realizados avanços para fazer um “plano de distribuição”, de modo a lançar o filme fora da plataforma de streaming da HBO.

O lançamento do trailer pode ser considerado uma conquista para os fãs de Liga da Justiça, dado que andaram a lutar durante anos para que o Snyder Cut visse a luz do dia. Recorde-se que, devido a uma tragédia familiar, Snyder teve de abandonar a produção do filme em maio de 2017, e o realizador Joss Whedon, responsável por Os Vingadores e Os Vingadores: A Idade de Ultron, ocupou o cargo e procedeu a extensas regravações.

Na altura em que foi lançado, Liga da Justiça não foi bem recebido, tanto por críticos como por fãs, dado que existiu o consenso geral de que a versão que saiu para o grande ecrã, a novembro de 2017, tinha comprometido a visão original de Zack Snyder. Desde aí que os fãs iniciaram uma vasta campanha online, marcada pela criação da hashtag #ReleaseTheSnyderCu (#LancemaversãodoSnyder em português), que contou com o apoio do próprio Snyder e de outros membros do elenco do filme original, como Jason Momoa, que dá vida a Aquaman.

Foi no passado mês de maio que, num desenrolar inesperado dos acontecimentos, os fãs viram o seu difícil desejo ser concretizado, depois de Snyder anunciar que ia completar a sua versão do filme. O novo trailer, com quase três minutos de duração, mostra-nos a versão mais robusta da visão de Snyder até à data, marcada por um tom mais sombrio e sério que o original, para além de mostrar as primeiras imagens do vilão Darkseid, que não apareceu no filme lançado em 2017.

Durante o painel da FanDome, Snyder conversou com dois fãs que ajudaram a lançar a campanha #ReleasetheSnyderCut, apelidada pelo realizador como sendo um autêntico “movimento”. Zack relembrou que esta “tem sido uma incrível jornada. Para nós, uma das partes maravilhosas é que pudemos interagir e ser parte desta comunidade de fãs numa forma extraordinária. Mudou-nos e fez-nos estar muito gratos por podermos ter este diálogo.” 

Zack Snyder e as pistas que nos deixa do seu Liga da Justiça

Desde maio que o realizador tem desvendado pistas do mistério que envolve a sua versão de Liga da Justiça, ao ter partilhado, num tweet publicado na sua conta oficial, a primeira imagem de Darkseid, o já referido vilão que não apareceu no filme original.

Semanas depois, Zack partilhou um vídeo da Wonder Woman (Gal Gadot) a descobrir um artefacto antigo que representa Darkseid. Por fim, em julho, o realizador fez uma aparição na convenção de fãs independente, JusticeCon, para partilhar um curto vídeo onde se pode ver o Super Homem (Henry Cavill) no seu fato preto.

Zack Snyder também apareceu noutro painel do JusticeCon organizado para uma das estrelas do filme, Ray Fisher, que interpreta Cyborg, depois de este ter falado sobre o facto de ter alegado que Joss Whedon teve comportamentos abusivos e pouco profissionais nos estúdios do filme, e que não foi chamado à atenção por Geoff Johns e Jon Berg, produtores de Liga da Justiça.

No inicio da semana, a Variety confirmou que a WarnerMedia iniciou uma investigação da produção, sendo que uma fonte próxima da empresa revelou que a produtora não está a pré-julgar Whedon, Johns e Berg, e que a investigação vai estender-se para além destes três nomes.

Fisher também apareceu durante o painel da DC FanDome para responder a algumas perguntas dos fãs, aproveitando o facto de Snyder ter reforçado algumas afirmações que fez no passado, onde disse que, na sua versão da Liga da Justiça, Cyborg está “no coração do filme”, e que esta personagem “segura a equipa de várias maneiras”, referindo-se à união dos heróis que compõem a própria liga da justiça.

Ben Affleck (Batman), Gal Gadot (Wonder Woman), Henry Cavill (Superhomem) e Ezra Miller (Flash), as restantes co-estrelas do filme, e ainda Patty Jenkins, a realizadora de Wonder Woman, também apareceram no painel, respondendo a questões de fãs. Miller fez também uma questão em nome pessoal, ao perguntar a Snyder se a versão deste do filme ia oferecer mais detalhes de Flash, ao qual o realizador respondeu afirmativamente. Zack aproveitou ainda para confessar que o filme vai explorar a habilidade de Flash de “interagir com o tempo e espaço.”

As quatro partes do SnyderCut chegam ao serviço de streaming da HBO Max em 2021, não havendo ainda uma data de lançamento anunciada.

Mais Artigos
Web Summit
Web Summit 2020. O que esperar de uma edição totalmente digital