'Mental Samurai' nos EUA | Fotografia: FOX/D.R.

‘Mental Samurai’ norte-americano vai ser gravado em Portugal

A versão do concurso nos EUA é apresentada por Rob Lowe, que deve chegar a portugal no fim-de-semana

A segunda temporada da versão norte-americana de Mental Samurai, apresentada por Rob Lowe, vai ser gravada no estúdio português do formato a partir da próxima semana. O estúdio português vai servir de casa para mais versões internacionais do concurso.

A informação foi avançada pelo portal The Wrap, que apurou que a produtora Warner Bros., que também produz o programa em Portugal, escolheu o país para gravar a nova leva de episódios da versão dos Estados Unidos. O concurso, que é trasmitido na FOX, teve a sua primeira temporada gravada em 2018 em Burbank, na Califórnia.

O novo estúdio português do programa, situado nos maiores estúdios de televisão do país, em Alcochete, é um investimento que pretende ser um centro de produção para versões internacionais do formato, avança o portal. Anteriormente, uma versão menor do estúdio situado em Madrid, Espanha, servia de hub para a produção internacional – onde foram gravadas as primeiras temporadas versão portuguesa.

Uma vez que não existe uma versão espanhola do formato, a partir deste ano o estúdio transita para Alcochete e passa a servir de central para vários países gravarem as suas versões do formato. Aquando do anúncio desta aposta, o diretor-geral da TVINuno Santos, reiterou que esta “é uma prova de confiança na capacidade dos profissionais desta indústria. Equipas de cenografia, de iluminação, realização, produção” e “um prémio para a equipa e para a liderança da Warner em Portugal”.

A nova temporada da versão portuguesa do game-show, que vai para o ar na TVI, foi gravada inteiramente em Portugal, ao contrário das anteriores, gravadas no antigo estúdio espanhol.

Mental Samurai Pedro Teixeira
Pedro Teixeira apresenta a versão portuguesa do concurso. | Fotografia: Divulgação / TVI

À semelhança do que aconteceu por cá, a emissora norte-americana pretende gravar o formato fora do país por questões de custos – segundo a produção, é menos dispendioso trazer os concorrentes para a Europa do que reconstruir o estúdio, que inclui tecnologia de elevado custo.

Os planos de gravar o concurso fora dos Estados Unidos surgiram já no ano passado. Com as restrições impostas pela pandemia da Covid-19, os planos mantêm-se, mas sujeitos a alterações relacionadas com as regras de viagens internacionais e protocolos de trabalho. Existe a possibilidade da equipa e concorrentes terem de ser isolados em quarentena caso algum teste positivo para o vírus.

As gravações decorrem na próxima semana

O realizador da versão norte-americana, Jeff Apploff, chegou a Portugal esta quinta-feira (20), de acordo com uma publicação nas redes sociais. O apresentador Rob Lowe deve chegar ao país no próximo domingo (23), com os concorrentes a chegar ao longo da próxima semana.

Estão previstos entre quatro a seis dias de gravações sem público a assistir no estúdio, ao contrário do que aconteceu nas gravações da nova temporada portuguesa nas últimas semanas.

No Mental Samurai os concorrentes são postos à prova e competem por um prémio máximo de 50 mil euros – nos EUA, pode ir até 250 mil dólares (211 mil euros). Os participantes “lutam” contra uma máquina — a Eva, uma cápsula colocada num braço mecânico que os movimenta e os faz rodar 360 graus em alta velocidade. Ao mesmo tempo, têm de responder a perguntas e completar desafios.

Os concorrentes têm como primeiro objetivo responder a 16 perguntas em oito minutos. As perguntas colocadas são de diversas temáticas e provêm de quatro diferentes torres: a do conhecimento; a do puzzle; a da sequência e a da memória. Caso sejam bem sucedidos nesta fase, passam à seguinte e entram no “círculo do Samurai”, com perguntas mais complexas.

A nova temporada de Mental Samurai Portugal deverá estrear em setembro na TVI. A versão norte-americana ainda não tem data de estreia definida (depois de ter sido adiada pela pandemia). Atualmente, estão também em exibição as versões da Finlândia e da Arábia Saudita, ambas gravadas em Espanha.

Mais Artigos
booker prize 2020
Douglas Stuart vence o Booker Prize de 2020