Internet Explorer

Internet Explorer vai ser descontinuado daqui a um ano

A Microsoft vai deixar de dar suporte técnico ao Internet Explorer. A decisão foi divulgada pela empresa esta semana.

O Internet Explorer 11, a última versão disponível do famoso navegador de internet, vai deixar de ter suporte a 17 de agosto de 2021. A resolução implica que a Microsoft vai também deixar de fornecer as atualizações e manutenção para as versões do Internet Explorer 11 no Office 365, OneDrive, no Outlook, entre outras plataformas.

O fim do Internet Explorer tem sido um processo demorado. Se os utilizadores não atualizam o software, continuam a ter um programa inseguro sem suporte que pode levar a problemas. A Microsoft garante que o seu browser mais recente, o Edge, continua a suportar todos os serviços.

O substituto do Internet Explorer, é baseado na tecnologia Chromium, criado pela Google, e é o produto que pretende combater o browser mais utilizado em todo o mundo, o Google Chrome. Caso os utilizadores quiserem manter os serviços atualizados e a utilizar um programa Microsoft, vão ter de mudar para o Edge.

Como o Google Chrome tem mais de 60% do mercado, a Microsoft também garantiu que o seu browser teria menos problemas de compatibilidade. Como o software da Google é o dominante, a maioria dos sites são preparados a pensar, primeiramente, no Chrome. E partindo do Chromium, a estabilidade estará mais provavelmente garantida.

A Microsoft também anunciou que a versão do Edge clássico também vai ser descontinuada até março do próximo ano. Toda a base de utilizadores que ainda continue a usar o browser vai mudar para o novo baseado no Chromium.

A empresa norte-americana fundada por Bill Gates revelou ainda que o Windows versão 20H2, que vai sair para mercado no final do ano, vem pré-instalada com o novo browser recém criado.

Mais Artigos
The Undoing
‘The Undoing’ supera estreia de ‘Game of Thrones’