Guimarães
Fotografia: Facebook/Município de Guimarães Comunicação

Guimarães cria plataforma digital para promover cultura em tempo de pandemia

Guimarães vai ter uma plataforma digital para substituir a atual agenda cultural e promover a cidade. A iniciativa é da Câmara Municipal, que pretende mostrar que os artistas podem manter-se a trabalhar em tempos de pandemia.

A nova plataforma digital tem objetivo não só de promoção e apresentação dos profissionais das artes, como também de disponibilizar espetáculos já gravados, nas áreas de teatro, dança e música. Até ao momento, são já 15 os eventos filmados para disponibilizar na aplicação.

Em declarações à agência Lusa, um dos responsáveis culturais da autarquia, Paulo Silva, refere que a nova plataforma já estava a ser preparada e que a atual situação de pandemia “apenas veio acelerar” o projeto. “É uma plataforma onde queremos que estejam estes conteúdos, e que continue essa gravação além deste período de pandemia e que vai também substituir a nossa antiga agenda cultural“, refere o responsável.

O projeto vai permitir reforçar as relações entre os profissionais das artes e as empresas, segundo o elemento que geral área cultural vimaranense. “É uma oportunidade de manter os artistas a trabalhar, bem como as várias empresas ligadas ao setor do audiovisual, que têm estado a fazer as gravações e a serem pagas por isso“, explica Paulo Silva.

teatro, iluminação, palco
Foto: Pixabay

O membro da autarquia explicou ainda que, “neste período, fomos chamados a uma responsabilidade acrescida, porque é mais difícil aos promotores privados manter essa atividade“, e defende que “está nos municípios essa responsabilidade, que têm ainda a capacidade de mostrar como se pode cumprir com todas as normas da Direção-Geral da Saúde para continuar com esta atividade“.

O lançamento da aplicação é mais uma das medidas de Guimarães, que foi Capital Europeia da Cultura em 2012, para apoiar a cultura durante a pandemia de Covid-19, um dos setores mais afetados. O executivo garantiu nos últimos meses o pagamento aos artistas, mapeamento do setor cultural, realização de questionários às associações culturais e a gravação de espetáculos locais, que serão agora disponibilizados na plataforma.

Mais Artigos
'Red, White and Blue' da coleção 'Small Axe'
‘Small Axe’: ‘Red, White and Blue’ chega à HBO