Delphine Seyrig
Foto: Delphine Seyrig

Festa do Cinema Francês regressa em outubro para 21.ª edição

A Festa do Cinema Francês anunciou as datas para a edição de 2020, que se vai realizar em outubro em Lisboa, Almada, Coimbra e Porto. O festival dedicado à cinematografia francesa contará também com uma extensão online, exibindo alguns filmes em plataforma VoD.

Apesar da programação ainda não ter sido revelada, sabe-se que vão ser exibidos cerca de 50 filmes, incluindo mais de 20 antestreias. Além disso, segundo a organização, alguns dos filmes selecionados vão ser exibidos, em paralelo à exibição em sala, em streaming para todo o país. Dessa forma, “todos poderão aproveitar a programação da Festa, sem prejuízo das medidas de proteção e segurança em relação à Covid-19.”

O festival inicia-se em Lisboa, de 8 a 21 de outubro, no Cinema de São Jorge, e conta também com uma programação especial que irá decorrer na Cinemateca Portuguesa. A Festa do Cinema Francês continua de 14 a 18 de outubro, em Almada, onde vão ser apresentados nove filmes no Fórum Municipal Romeu Correia, e de 21 a 24 de outubro, no Teatro Académico Gil Vicente, em Coimbra. O evento chega ao fim na cidade do Porto, de 26 de outubro a 4 de novembro, no Teatro Rivoli e no Cinema Trindade.

Festa do Cinema Francês

O grande destaque deste ano será feito na obra da atriz, realizadora, ativista e estrela feminista, Delphine Seyrig. A retrospetiva que lhe será dedicada percorre a sua carreira como atriz e cineasta, incluindo o filme Les trois portugaises, sobre as escritoras Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa.

“Em nome próprio, realizou inúmeras obras que são o testemunho para uma geração de mulheres que se movia, no terreno, na luta pela igualdade de género. O seu trabalho como realizadora é intransigentemente radical e, por isso mesmo, uma voz vital e visionária na cultura da época”, reforçou a organização.

Esta 21.ª edição conta também com a secção Segunda Chance que vai apresentar filmes lançados em janeiro, fevereiro e março, mas que não foram exibidos devido ao confinamento. As novidades incluem ainda sessões escolares e debates sobre vários temas, entre eles, o papel da família em tempos de pandemia.

A Festa do Cinema Francês é organizada pela produtora Jangada, com o apoio da Embaixada de França e do Institut français du Portugal, em parceria com as redes Alliances Françaises e UniFrance Films.

Mais Artigos
Princípio, Meio e Fim
Crítica. ‘Princípio, Meio e Fim’ é uma ode à criatividade