Cinema

Salas de cinema registam quebra de 95,6% no número de espetadores em julho

A quebra anunciada pelo Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA) é em relação ao período homólogo de 2019

A pandemia causada pela Covid-19 trouxe o encerramento de várias infraestruturas, incluindo as salas de cinema. Todo o mercado cinematográfico saiu afetado, nesta posição.

Entretanto, reabriram alguns cinemas em junho, com algumas obras repetidas e sem os chamados blockbusters. Agora, em julho, verifica-se uma quebra de 95,6% no número de espetadores. Percentagem essa que se contrapõe ao mesmo período em 2019, sem pandemia.

Segundo o Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA), as salas de cinema portuguesas receberam perto de 78 mil espetadores, em julho. A nível das receitas registou-se o valor de 382,4 mil eurox, menos 96,1% das receitas obtidas no mesmo mês em 2019.

No mês de julho, o filme que contou com mais espetadores (9.710) foi Bora Lá, de Dan Scanlon. Em segundo lugar, ficou O Rececionista, de Michael Cristofer (8.850 espetadores).

Spycies – Agentes Especiais, de Guillaume Ivernel e Zhang Zhiyi, ocupou o terceiro lugar com 4.646 espetadores. Já em quarto lugar ficou Sobreviver na Noite, de Matt Eskandari, com 3.616 espectadores.

Menos espetadores, menos receitas para o cinema

Não foi só no mês de julho que se registou a diminuição de público nas salas de cinema portuguesas. O número total de espectadores de 2020 até ao final de julho é de 2,6 milhões – uma redução de 69,2% face ao ano anterior.

Com efeito, a quebra do valor das receitas tem vindo igualmente a diminuir. Até ao momento, a receita total verificou uma quebra de 68,8% face aos primeiros sete meses de 2019.

As estratégias de combate à crise na indústria cinematográfica têm passado pelas plataformas de streaming, onde os resultados têm sido mais positivos do que aqueles registados nos cinemas. Por exemplo, o filme Mulan, da Disney, sofreu vários adiamentos nas salas de cinema até que se decidiu fazer o lançamento oficial no dia 4 de setembro, na plataforma de streaming Disney+ (esta só chega a Portugal a 15 de setembro).

É de salientar que este contraponto entre os resultados das salas de cinema e das plataformas de streaming está associado às medidas de distanciamento social aconselhadas pela Direção-Geral da Saúde que levaram a grande parte dos portugueses a optarem por mais serões em casa.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Netflix Away
‘Away’. Série fala da Malformação Cavernosa Cerebral. Que doença é esta?