Cristina Ferreira fala sobre mudança.
Fotografia: Instagram/Cristina Ferreira

Cristina Ferreira quer transformar a TVI como transformou as manhãs da SIC

Dois anos após a transferência para a SIC, Cristina Ferreira está de volta à TVI. No regresso a casa, a apresentadora confessa que sentia que tinha concretizado o seu sonho e que precisava de mais para ser feliz.

Quase um mês depois do anúncio do seu regresso à TVI, Cristina Ferreira falou pela primeira vez sobre a mudança, na nova edição da revista Cristina. A edição, que tem como tema “A Mudança“, coloca a apresentadora no centro de várias questões colocadas pelos amigos e colegas Manuel Luís Goucha, Pedro Teixeira, Rúben Rua, Cláudio Ramos e Rita Pereira.

A apresentadora fala da liberdade e do poder que precisa para transformar a TVI, mas também das críticas de que foi alvo, que considera machistas.

“Sabem quando não há mais nada a fazer porque o melhor já foi feito? É isso”

Cristina Ferreira Daniel Oliveira SIC
Fotografia: Rui Válido / Divulgação SIC

No mês seguinte à estreia de O Programa da Cristina, a SIC inverteu a tendência de derrotas que vivia há doze anos contra a TVI, passando a liderar as audiências em Portugal. Um ano e meio depois, a SIC continua na liderança das audiências televisivas, com a TVI num segundo lugar distante. Para Cristina Ferreira, o desafio estava feito.

Regressa à TVI porque “queria ser mais feliz”, confessa a apresentadora. O sonho — o programa imaginado e planeado por si, que a SIC tinha dado a oportunidade de concretizar-se — estava concluído. O Programa da Cristina liderou todas as emissões contra a concorrência habitual e estreou nas manhãs da SIC com números arrasadores e históricos, mantendo os números elevados até à sua partida, a 17 de julho.

O sonho de ter um programa seu tornou-se no sonho de dirigir uma estação. Desiludida com a SIC e com a falta de poder de decisão que encontrava, a apresentadora entrou num processo de negociação com a TVI, que Nuno Santos afirmou ao Público ser “um encontro de vontades“, por Cristina ter demonstrado uma grande vontade de regressar à TVI e sentir que pode lucrar estando na Quatro. Na SIC, Cristina sentia que já não tinha “mais nada a fazer porque o melhor já foi feito“.

Cristina Ferreira quer mudar a TVI tal como fez com as manhãs da SIC. “Aquilo que fiz, durante a manhã, quero que aconteça ao longo do dia na TVI“, disse a Cláudio Ramos. A apresentadora, que é também Diretora de Entretenimento e Ficção, explica que a liberdade para fazer estas mudanças só é possível com “poder”.

Criticada por ser mulher?

Cristina Ferreira
Fotografia: SIC/Divulgação

Após o anúncio do seu regresso à TVI, muito se escreveu sobre o novo ordenado da apresentadora, assim como surgiram várias críticas devido à sua “ganância” ou “sede de poder“, críticas que Cristina Ferreira acredita que não lhe seriam atribuídas se fosse um homem. “Num homem é crescimento. Talvez por isso me tenham dito, nos últimos tempos, que tenho uns grandes tomates. Deixem-me dizer-vos que não. Tenho mamas e uma vagina“, remata a apresentadora.

Em conversa com Cláudio Ramos, a apresentadora da TVI confessa que o seu desejo é conseguir fazer o que fez nas manhãs da SIC em toda a grelha de programação da TVI, afirmando ainda que “não nos falta ninguém” em resposta à pergunta de Rita Pereira sobre possíveis contratações.

Em conversa ao Público, Nuno Santos, diretor-geral da TVI, revelou que Cristina Ferreira regressa aos ecrãs já em setembro com um novo programa.

Lê também: Opinião. Cristina Ferreira e a responsabilidade que temos com os que cativamos

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Glória
Podcast. ‘Glória’: O que ganhamos com a chegada de Portugal à Netflix?