Daniel Ek, o CEO do Spotify
(Fotografia: Magnus Höij/Flickr)

Spotify. CEO diz que artistas devem fazer mais se querem receber melhor

Depois de ter sido várias vezes acusado de não pagar devidamente aos artistas associados ao Spotify, Daniel Ek, diretor executivo da maior plataforma musical do mundo, veio agora defender-se. Em entrevista à MusicAlly, Ek diz que se os músicos querem pagamentos mais altos, têm de “fazer mais”.

O descontentamento face à remuneração foi já manifestado por vários músicos e bandas, no entanto o CEO do Spotify afirma que estas acusações são feitas por um número “muito limitado” de artistas. “No nosso mercado existem literalmente milhões e milhões de artistas. O que vemos são relatos de pessoas infelizes”.

Daniel Ek declarou ainda que “não se pode gravar um disco a cada três ou  quatro anos e pensar que é suficiente”, deixando assim implícito que cabe aos próprios cantores lançarem mais canções e álbuns por ano, de forma a aumentarem o seu rendimento. “Há aqui uma falácia, combinada com o facto de que, obviamente, alguns artistas que foram bem-sucedidos no passado podem não o ser no futuro”, continuou.

Uma nova era com novas regras

O empreendedor sueco diz ainda que para um artista ter sucesso atualmente precisa de lançar os seus trabalhos, criar uma narrativa de álbum e manter um diálogo contínuo com seus fãs. “Sinto que aqueles que não estão a ter sucesso com o Spotify são artistas que querem lançar música como era lançada antes”.

Ek vai ainda mais longe e comenta que enquanto os artistas reclamam do pagamento em público, no backstage a história é diferente. O diretor executivo da plataforma menciona que “em toda a existência do Spotify”, nunca viu um artista dizer que estava feliz com o dinheiro que recebia com o streaming, mas “em privado, elogiaram-no muitas vezes”. Ek garante ainda que, vários dados mostram que há cada vez mais artistas capazes de viver apenas do streaming.

Os comentários do CEO do Spotify foram, contudo, bastante criticados por alguns músicos no Twitter. Entre eles, Mike Mills, Dee Snider e David Crosby que apelidou o sueco de “odioso” e “ganancioso”. “Quando esse homem lançar um álbum, eu ouvi-lo-ei falar sobre os meus”, aludiu também Sebastian Bach quanto ao facto de Daniel Ek não ter formação musical e não entender o esforço que é preciso fazer para criar música.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Jerry Harris, estrela de ‘Cheer’, acusado de exploração e abuso sexual a menores