La Casa de Papel
Fotografia: Reprodução/Netflix

‘La Casa de Papel’ acaba na quinta temporada com gravações em Portugal

O sucesso da quarta parte de La Casa de Papel abriu caminho para o que já era esperado: a renovação para uma última temporada da série espanhola que se tornou um hit global da Netflix. E o desfecho vai passar por território português.

De acordo com a Entertainment Weekly, os assaltantes mais conhecidos do mundo deverão começar a gravar já na próxima segunda (3), na Dinamarca. A produção passará depois por Espanha e Portugal, que embora já tenha sido mencionado no enredo, nunca foi cenário para gravações.

Até agora foram produzidas quatro temporadas da produção, que começou por ser transmitida de forma discreta no canal espanhol Antena 3, mas alcançou o estrelato internacional na plataforma de streaming, que garantiu a produção a partir da terceira parte.

Lê também: ‘La Casa de Papel’. À quarta parte, mais que nunca, é tempo de guerra
Miguel Ángel Silvestre - International Booking – Booking and ...
Miguel Ángel Silvestre, conhecido pelo papel em ‘Sense8’, é uma das novas estrelas de ‘La Casa de Papel’ | Fotografia: D.R.

O Professor e a sua equipa vão ter de enfrentar alguns novos rivais na próxima temporada. Miguel Ángel Silvestre, conhecido pela participação em Sense8, e Patrick Criado estão já confirmados no elenco. O criador da série, Álex Pina, não revelou para já de que forma as novas personagens vão fazer parte da história, mas anunciou algumas pistas sobre o enredo da temporada final.

Tentamos sempre que os rivais sejam carismáticos, inteligentes, brilhantes“, explica. “Neste caso, em que vamos ter um autêntico filme de guerra, procurámos também personagens cuja inteligência pudesse enfrentar a do Professor“, acrescenta o criador da trama.

Em Portugal, La Casa de Papel foi líder do top da Netflix durante a primeira semana de exibição da quarta temporada.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Violência de género feminicídio
Opinião. O feminicídio existe e temos de o chamar pelo nome