Fotografia: NBC / DR

Joey: A série spin-off de ‘Friends’ que foi um fracasso

Matt LeBlanc, mais conhecido por interpretar Joey na série Friends, foi protagonista de uma sitcom (Joey) dedicada a esta personagem. No dia em que o ator completa 53 anos, o Espalha-Factos recorda os motivos pelos quais a série não cativou o público.

Depois de estar dez anos no ar, na estação de televisão norte-americana NBC, a série Friends chegou ao fim a 6 de maio de 2004.  No total, foram 236 episódios e o último teve mais de 50 milhões de espetadores a assistir nos Estados Unidos, sendo o episódio final mais visto da década de 2000.

Dada a populariedade de Friends, a estação de televisão tinha grande interesse em continuar o sucesso. David Crane e Marta Kauffman, os criadores e produtores da série original, recusaram o convite da NBC de projetar uma série spin-off. Os planos iniciais envolviam Jennifer Aniston a voltar ao papel de Rachel Green, mas a atriz recusou. O plano B da NBC seria uma continuação da história com o casal Chandler e Monica (interpretados por Matthew Perry e Courtney Cox), mas a ideia não avançou.

A terceira hipótese colocada em cima da mesa foi Matt Leblanc regressar à pele de Joey Tribianni, tendo este aceite o convite por parte da NBC. No entanto, a série spin-off teve uma equipa criativa totalmente distinta da série original, com a excepção do produtor Kevin S. Bright.

Estreia inesperada fora da televisão

Simplesmente intitulada Joey, a série segue a personagem interpretada por Matt LeBlanc após o final de Friends. O aspirante ator Joey vai para Los Angeles para perseguir os seus sonhos em Hollywood e, ao mesmo tempo, para estar mais próximo da sua irmã Gina Tribianni (interpretada por Drea de Matteo) enquanto cria novas amizades.

A série estreou no dia 9 de setembro de 2004, cerca de quatro meses depois do último episódio de Friends ter sido exibido. No entanto, o episódio piloto de Joey acabou por ficar disponível, de forma ilícita, na Internet  três meses antes da estreia.

Apesar das primeiras reações não terem sido positivas, o primeiro episódio teve mais de 18 milhões de espetadores. Mesmo que o número tenha diminuído até às sete milhões de pessoas, grande parte da primeira temporada teve mais de dez milhões de espetadores a assistir.

À medida que os episódios iam sendo exibidos, o público foi-se apercebendo que Joey tinha traços de personalidade distintos quando comparado com a “série mãe”.

Quem é Joey nesta série?

A personagem de Matt LeBlanc em Friends pode ser resumida, de forma muita simplista, como um “brincalhão engatatão”. Estas qualidades foram intensificadas na série spin-off, onde vemos Joey com problemas de interação com o sexo oposto pelo facto de ser um indivíduo que já ultrapassou os 30 anos de vida e que ainda está solteiro.

A inconsistência da continuidade com Friends é também um ponto fraco. O facto de Joey referir Ross como o seu melhor amigo em Nova Iorque (invés de Chandler), ter sete irmãs mais novas do que ele (Gina Tribbiani é mais velha que Joey) e o pai de Joey não apoiar a carreira de ator do filho são apenas três exemplos de incongruências.

Apesar dos problemas, a série foi renovada para uma segunda temporada, mas dada a falta de interesse e o aparecimento do concurso televisivo American Idol a competir no mesmo horário de exibição, acabou por ser cancelada antes de todos os episódios terem sido transmitidos. No entanto, os restantes episódios foram editados em DVD. Hoje em dia, é considerado um produto algo dispendioso para colecionadores.

Numa entrevista feita pela Radio Times Magazine, em 2015, Matt LeBlanc admite que o spin-off deveria ter tido mais tempo para ser desenvolvido. “Em Friends, Joey estava sempre com o copo meio cheio. Em Joey, ele estava com o copo meio vazio e isso foi triste […] Acho que deveríamos ter tirado um ano de folga.”

Apesar do fracasso, nessa mesma entrevista, o ator ironiza a situação. “Eu fiz 30 milhões de dólares. Eu gostava de ter mais fracassos como esse”. Por outro lado, o produtor Kevin S. Bright reconhece que o principal erro do spin-off foi fazer com que Joeycrescesse“. “Na minha opinião, [Joey] deveria ter sido uma criança toda a vida, até encontrar a mulher certa que estaria disposta a cuidar desse miúdo – e aceitá-lo como quem ele era”, refere Bright em entrevista para a Digital Spy, em 2018.

De momento, não existe nenhum serviço de streaming que disponibilize a série. Apesar disto, há possibilidade que os 46 episódios deste spin-off fiquem disponíveis no serviço HBO Max, nos Estados Unidos.

Lê também: ‘Friends’. Já existe nova data para a tão esperada reunião dos seis amigos
Mais Artigos
A Herdade
Guia TV: fim-de-semana divide-se entre o romance e o crime