O Filme do Bruno Aleixo
Fotografia: Divulgação

‘O Filme do Bruno Aleixo’ estreia na SIC Radical em formato minissérie

A nova versão do filme de Pedro Santo e João Moreira chega à televisão a 2 de agosto

A SIC Radical vai exibir, em exclusivo, O Filme de Bruno Aleixo em formato de minissérie, dividida em cinco episódios. O primeiro é lançado para a televisão no dia 2 de agosto, às 21h00.

A produção de 2019, escrita e realizada pelos criadores da personagem, Pedro Santo e João Moreira, esteve em exibição nos cinemas nacionais há sensivelmente seis meses, tendo estreado no dia 23 de janeiro.

A comédia portuguesa é uma autêntica biografia da personagem Bruno Aleixo. Uma mistura entre cão e ewok (uma criatura de Star Wars), tem 62 anos, é natural de Coimbra, tem ascendência brasileira, e tornou-se famoso pela primeira vez em 2008, em vários vídeos espalhados pela internet.

O fenómeno chegou posteriormente à televisão, rádio e teatro com a peça Bruno Aleixo – Biografia Não Autorizada. Mais de dez anos e muitos sucessos depois, foi convidado pela produtora O Som e a Fúria para escrever um filme sobre a sua própria vida.

Para esta tarefa, Bruno Aleixo recrutou vários amigos próximos, contando a produção com um elenco sonante a nível nacional: Fernando AlvimDavid Chan CordeiroGonçalo WaddingtonAdriano LuzJosé RaposoJoão Lagarto, José Neto, Manuel Mozos e Rogério Samora, entre outras caras conhecidas do grande público. Estando reunidos num café, cada um sugere uma ideia diferente, mais ou menos biográfica.

Um sucesso de bilheteira

O Filme do Bruno Aleixo tornou-se na produção portuguesa que mais audiência somou nas salas de cinema durante o primeiro trimestre do ano, tendo sido procurado por 23.900 pessoas, segundo dados do Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA).

Gravado entre a Bairrada e Coimbra, o filme foi produzido a meias pela SIC Radical e pela produtora O Som e a Fúria. Foi exibido, em outubro do ano passado, na Mostra Internacional de Cinema em São Paulo. Na altura, em declarações à Agência Lusa, João Moreira, um dos criadores da personagem, explicou que o argumento é composto por “vários episódios” da vida da personagem ficcional, ao mesmo tempo que procura ser uma “homenagem ao cinema”, com referências à cultura pop da sétima arte.

João Malheiro, do Espalha-Factosdescreveu o filme como uma “das melhores comédias portuguesas” e um “filme de culto instantâneo”. Depois da estreia em versão longa na TVCine Top, O Filme do Bruno Aleixo vai ser transmitido em exclusivo na televisão nacional. Desta vez em formato minissérie, vai para o ar a partir do dia 2 de agosto na SIC Radical, às 21:00.

Mais Artigos
armie hammer
Canibalismo, violência e abuso: Armie Hammer protagoniza o mais recente escândalo de Hollywood