Big Brother
Foto: página oficial Big Brother TVI no Instagram

Audiências. ‘Big Brother’ bate recorde e chega ao primeiro lugar do top

Com o Big Brother na TVI, os domingos são o dia mais competitivo da televisão portuguesa no que toca à luta de audiências. O último (19) não foi exceção e ficou marcado pelos já habituais confrontos entre as estações privadas.

A gala do Big Brother foi a grande vitoriosa da noite e bateu recordes. Pela primeira vez desde que estreou, foi o programa mais visto do dia.

Dividida em três blocos, a gala do reality liderou com facilidade durante quase toda a transmissão. O programa apresentado por Cláudio Ramos apenas perdeu durante os instantes iniciais, cerca de 20 minutos, para o especial Isto é Gozar com Quem Trabalha – O Melhorzinho (11,7% / 23,6%).

O primeiro bloco, intitulado de O Regresso, alcançou 13.5% de rating e 26.8% de share. Depois, o bloco Big Brother – A Expulsão conseguiu alcançar o melhor valor do ano quer em rating, quer em share (14% / 31.5%, respetivamente). Em média, a segunda parte do reality foi vista por mais de 1 milhão e 325 mil espectadores. Durante A Expulsão, a TVI chegou a ter uma distância superior a 15 pontos percentuais de share sobre a SIC.

No último bloco da noite, o cenário não foi diferente e As Nomeações voltaram a bater o seu próprio recorde. À semelhança do bloco anterior, As Nomeações alcançaram a melhor audiência média (11.5%) e também a melhor quota de mercado (35.9%) desde a estreia. O canal de Queluz conseguiu deixar a SIC a léguas que viu o Quem Quer Namorar com o Agricultor? a estar, em alguns momentos, a 20 pontos percentuais de share de distância para o líder.

O programa rural do canal de Paço de Arcos não teve um único momento de liderança de audiências. Todos os seis blocos saíram derrotados e, o primeiro bloco atingiu mesmo o pior valor de sempre em rating (9.3%). O programa teve outros cinco blocos: Encontros Imediatos (9.9% / 19.7%); Desafios na Quinta (8.3% / 18.1%); Coração Aberto (7.7% / 18.5%); Amor à Prova (6.3% / 18.1%) e A Surpresa (5.8% / 18.5%).

Já sem a experiência social da SIC em antena, o Big Brother continuou com uma Ligação à Casa que rendeu, sem surpresas, a liderança (2.8%/19.7%). O Levanta-te e Ri era a aposta da SIC para o horário mas o programa de humor não se conseguiu impor, com 1,1% de audiência e 9,3% de share.

O canal público teve no ar mais uma gala de A Batalha dos Jurados mas manteve-se muito longe das contas das privadas. Em antena entre as 21h40 e as 00h20, o programa de Sílvia Alberto não foi além da barreira dos 10% de share. O talent show marcou 4.3% de rating e 9.7% de share, o que traduz pouco mais de 400 mil espectadores.

Domingão volta a sair vitorioso na luta das audiências 

Domingão SIC
Fotografia: SIC / Divulgação

As tardes da SIC continuam a ser as favoritas do público. O Domingão voltou a liderar de ponta a ponta, atingindo 7% de rating e 20% de share. Em média, foram mais de 662 mil pessoas que seguiram a emissão conduzida por João Baião e Diana Chaves, que agora são apostas para as manhãs da SIC. Os dois apresentadores foram acompanhados por João Paulo Sousa e Raquel Tavares.

A TVI com o histórico Somos Portugal não foi além da vice-liderança. Nem a estreia de Carlos Ribeiro no programa popular valeu uma mudança no pódio. O programa rendeu 5.3% de rating e 15.1% de share.

A RTP1 com uma aposta semelhante à da concorrência não saiu do terceiro lugar. O Aqui Portugal marcou 2.4% de audiência média e 7% de quota de mercado.

Nas contas diárias, a SIC foi líder com 19.5% de share mas viu a TVI próxima. O canal de Queluz marcou 18.2%. Longe da luta das privadas, a RTP1 alcançou 9%.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
A Mulher à Janela
Crítica. ‘A Mulher à Janela’ é um thriller “hitchcockiano” que não emociona