Twitter
Fotografia: Kon Karampelas/Unsplash

Twitter: 14 tweets que mudaram o mundo

Twitter foi criado em 2006 por Jack Dorsey, Evan Williams, Biz Stone e Noah Glass. Em 14 anos, muitos usuários se juntaram à rede social que ultrapassavam, em novembro, os 330 milhões, e muitos tweets marcaram a história da aplicação e do mundo.

Inicialmente denominada de Twttr, que se assemelha à palavra inglesa para o chilreio de passários, a rede social Twitter foi criada em 2006 com o intuito de se tornar uma espécie de “SMS da Internet”, com o mesmo limite de caracteres de uma mensagem de texto. Tal como sugere a onomatopeia e o logótipo, a ideia que estava na base desta rede social era a de que cada usuário poderia “chilrear” o que está a acontecer através dela.

Ao longo dos seus 14 anos de existência, o Twitter arrecadou vários usuários, histórias, e tornou-se numa das redes sociais mais famosas do mundo – e para isso contribuíram vários tweets que, de alguma forma, mudaram o mundo.

Jack Dorsey e o primeiro tweet da rede social

Com apenas 24 caracteres, o co-fundador e atual CEO do Twitter, Jack Dorsey, iniciou aquilo que seria uma das formas de comunicação mais popularizadas da internet – o tweet. Depois deste, milhares se seguiram, alguns simples, outros excecionais, sempre dentro do limite máximo de caracteres.

O nascimento das #hashtags

Chris Messina claramente não sabia a trend que estava a criar quando simplesmente discutiu a ideia de agrupar conversas por grupos na rede sociais através de uma hashtag. Apesar de inicialmente a proposta não ter sido recebida da melhor forma pelos fundadores do Twitter, por ser “demasiado nerd”, a ideia acabou por pegar com os utilizadores da rede social, que continuam a utilizá-la constantemente. No entanto, mal sabendo o que poderia lucrar com a ideia, Messina nunca patenteou a sua ideia. “Eu estava mais interessado em criar uma norma cultural, uma tecnologia comportamental que permitisse às pessoas participar em conversas nesta nova rede social emergente”, chegou a afirmar, de acordo com a CNBC.

A descoberta de água em Marte

Em 2008,Twitter foi o meio através do qual os cientistas da NASA anunciaram a descoberta de água em Marte, mais especificamente água gelada. A escolha refletia já a popularidade alcançada pela rede social e a capacidade que apresentava de tornar este tipo de anúncios virais.

Live-tweets sobre a morte de Osama Bin Laden

Com as redes sociais surgiu também o chamado “jornalismo cidadão”, onde muitas pessoas acabam por fazer o trabalho de um jornalista ao reportar determinados eventos próximos de si. Porém, Sohaib Athar, conhecido como @ReallyVirtual no Twitter, mal sabia que, no dia 1 de maio de 2011, estava a reportar um dos eventos mais marcantes de sempre para os Estados Unidos da América: a morte de Osama Bin Laden. Depois de declarar ter visto um helicóptero sobrevoar a área de Abbottabad e ouvido bombardeamentos na mesma zona, Sohaib Athar apercebeu-se que tinha acabado de cobrir ao minuto, através da rede social, a morte do líder do grupo Al-Qaeda.

Demonstração de afeto entre membros da banda One Direction

Em 2011, o tweet de Louis Tomlinson fez sucesso na rede social entre os fãs da boyband One Direction. Numa demonstração de afeto pública para com o colega Harry Styles, o cantor britânico declarou: “para sempre no meu coração”. A declaração ganhou logo a atenção dos usuários da rede social, que levaram a com que o tweet seja ainda hoje o quinto com mais retweets de sempre.

A entrada do Vaticano no Twitter

O primeiro tweet papel foi feito em 2011 pelo papa Bento XVI. Conhecido por ser altamente conservador, o antecessor do papa Francisco inovou e surpreender os internautas, ao enviar as suas bênçãos através de um iPad.

O primeiro tweet da CIA

Depois do Papa Bento XVI, foi a vez da CIA se juntar também ao Twitter em 2014. Apesar de não poderem “confirmar ou negar” a sua chegada à rede social, a Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos rendeu-se também, com grande humor, à sua popularidade e, este ano, já conta com mais de três milhões de seguidores.

selfie de Ellen DeGeneres

Um dos tweets com maior número de retweets até aos dias de hoje. Em 2014, a apresentadora Ellen DeGeneres apresentou a cerimónia dos Óscares e incumbiu-se da tarefa de tirar a selfie com o maior número de celebridades de sempre. Talvez “se o braço do Bradley fosse mais comprido”, o tweet se tivesse mantido em primeiro lugar na lista, em vez de ter sido superado, em 2017, pela tentativa de Carter Wilkerson de ganhar nuggets do Wendy’s de forma gratuita e, em 2019, por dois tweets de “retweet por dinheiro” do milionário japonês Yusaku Maezawa.

Barack Obama despede-se da presidência dos Estados Unidos da América

Após o seu discurso de despedida, Barack Obama usou a rede social para agradecer a ainda mais pessoas. Depois de oito anos na presidência dos Estados Unidos da América, Obama ficou conhecido pelo seu caráter generoso e determinado, e ganhou vários seguidores dentro e fora dos EUA. Ao mesmo tempo que Donald Trump se tornava o seu sucessor, o presidente pedia ao povo americano e aos internautas para acreditarem na própria capacidade de mudança.

A tomada de posse de Donald Trump

Conhecido pela sua forte presença no Twitter, Donald Trump tomou posse como 45.º presidente dos Estados Unidos da América a 20 de janeiro de 2017. Entre pensamentos fora do comum, brigas com celebridades e meios de comunicação, e alguns anúncios, Trump é o presidente cujos tweets mais impacto tiveram no mercado e nos títulos do tesouro americano, de acordo com um estudo de JP Morgan.

As palavras de Ariana Grande sobre o atentado em Manchester

O atentado suicida durante o concerto de Ariana Grande na Manchester Arena, que levou à morte de pelo menos 22 pessoas, ficou gravado na memória de todos os que souberam do incidente. Horas após o ataque, a cantora dirigiu-se aos seus mais de 45 milhões de seguidores para pedir desculpa e revelar o seu pesar pelas vítimas. “Não tenho palavras”, admitiu.

Barack Obama cita Nelson Mandela

Nelson Mandela foi o primeiro presidente negro eleito na África do Sul e ficou conhecido como o líder mais importante da região. Da mesma forma, Barack Obama foi o primeiro afro-descendente a ocupar o lugar de presidente dos Estados Unidos da América. Ao citar Mandela, o líder americano fez suas as palavras de Mandela na luta pela igualdade racial, ainda tão necessária nos Estados Unidos da América e em todo o mundo. O tweet é até hoje o primeiro da lista de tweets com mais likes e o sétimo com mais retweets.

Choque e luto após a morte de Kobe Bryant

Com a notícia da morte inesperada de Kobe Bryant e da filha na sequência da queda do helicóptero em que seguiam, no dia 26 de janeiro de 2020, uma profusão de tweets surgiu nesta rede social. Tal como vários outros jogadores da NBA, Kareem Abdul-Jabbar foi dos primeiros a lamentar a morte do basquetebolista dos Lakers, afirmando que o iria sempre lembrar “um homem que era muito mais do que um atleta.”

A resposta do Twitter ao pedido por um botão para editar

Quase desde o lançamento do Twitter, vários são os usuários que apelam constantemente pela criação de uma opção de edição de tweets. No dia 2 de julho, com alguma ironia à mistura, a conta oficial da rede social deu a sua resposta aos usuários: “podem ter uma botão de ‘editar’ quando todos usarem máscara”. Em plena pandemia Covid-19, o Twitter alertou assim, com um certo humor, para a necessidade do cumprimento das regras de higiene e etiqueta respiratória.

Escrito por Diana Carvalho (coord.) e Ana Silva

Mais Artigos
Conta-me Como Foi
‘Conta-me como Foi’ está de regresso à programação da RTP1