kanye-west

Kanye West afasta-se da corrida à presidência dos EUA

Baixa percentagem de votos estará na base da suposta decisão do artista de 43 anos

O músico e produtor Kanye West terá desistido de ser Presidente dos Estados Unidos. A informação do abandono da corrida eleitoral foi avançada, esta quarta-feira (15), por Steve Kramer, membro da equipa de campanha do rapper, 11 dias depois de ter anunciado a candidatura à Casa Branca.

“Ele [Kanye West] está fora. (…) Está no processo de cancelar tudo”, garantiu Kramer, em declarações ao site Intelligencer da New York Magazine, desvalorizando o sucedido, ainda por confirmar oficialmente pelo artista afro-americano, que iria a votos como concorrente independente.

A revelação surge depois de uma sondagem eleitoral que estimava que Kanye West apenas obteria menos de 2% dos votos na eleição à Casa Branca, na qual enfrentaria o atual presidente Donald Trump e o candidato democrata Joe Biden.

Uma tentativa mal planeada

Kanye West tentou colocar o seu nome nos boletins de voto nas urnas da Flórida, mas não conseguiu, para isso, angariar cerca de 133 mil assinaturas de forma a validar a sua candidatura naquele estado norte-americano.

“Não tenho nada de bom ou mau a dizer sobre Kanye [West]. Qualquer candidato que concorre pela primeira vez à presidência [dos EUA] passa por estes contratempos”, acrescentou ainda Kramer ao Intelligencer.

O multi-milionário artista afro-americano, de 43 anos de idade, anunciou, oficialmente, que ia concorrer a Presidentes dos EUA no dia 4 de julho (Dia da Independência dos EUA), através da rede social Twitter.

Todavia, o anúncio da decisão tomada pelo músico surgiu tardiamente, já que não foram respeitados vários prazos para a entrega de documentação necessária à validação da sua candidatura em diversos estados norte-americanos, entre eles Texas, Nova Iorque e Indiana.

Como consequência desse incumprimento eleitoral, Kanye West via-se impedido de ter o seu nome inscrito em determinados boletins de voto, o que dificultaria a sua corrida à Casa Branca, apesar de o próprio ter desvalorizado esse facto.

Em recente entrevista à Forbes, sobre as suas ideologias e pretensões políticas como candidato independente, Kanye West afirmou ser contra a pena de morte, contra o aborto, que iria “reinstaurar o amor a Deus nas nossas escolas e organizações” e concentrar-se, primeiramente, na política interna do país.

Mais Artigos
José Condessa
José Condessa garante que “ficou uma boa relação com a Globo”