Diogo Cláudio Ramos Big Brother saúde mental

Big Brother. Cláudio Ramos criticado por abordagem à saúde mental de Diogo

Foi durante a gala do Big Brother deste domingo (12), que Cláudio Ramos se tornou alvo de inúmeras críticas por parte dos espectadores pela forma como abordou Diogo, um dos concorrentes, sobre a saúde mental do jogador.

Marcada pela expulsão de Daniel Guerreiro e o anúncio do regresso de ex-concorrentes à casa, a 12.ª gala do Big Brother 2020 foi palco de um confronto entre o apresentador e um concorrente. Em causa está Diogo e o facto de este se recusar a desenhar a sua ‘curva da vida’, segmento onde é revelado o percurso de vida dos concorrentes.

Em conversa com o empresário, Cláudio confrontou-o com a sua postura no jogo e não escondeu o desagrado ao saber que Diogo tem resistido a algumas ordens da produção. O concorrente de 34 anos rapidamente justificou as suas atitudes e recusas perante algumas atividades e alegou estar frágil a nível psicológico.

Não é segredo para ninguém que Diogo Cunha sofre de problemas do foro mental. Foram muitos os momentos, em direto e também fora do ar, em que o próprio admitiu a necessidade de recorrer à ajuda de uma psicóloga várias vezes por semana, incluindo algumas consultas SOS quando se sente mais afetado psicologicamente.

Após oferecer alguma resistência relativamente à explicação de Diogo, o ex-vizinho de Cristina Ferreira insinuou que o concorrente está a fazer boicote ao jogo, afirmação que Diogo prontamente discordou e contestou “naquele momento não me sentia bem para o fazer porque são atividades demasiado profundas e eu não me sentia preparado para as fazer”.

Com a certeza de que é capaz de estar dentro do jogo, Diogo assume que “esmiuçar-me durante uma hora e meia numa atividade que é emocionalmente importante para mim, já são outros quinhentos. Eu para fazer a prova do espelho preciso de falar com a psicóloga logo a seguir”.

Este momento produziu grande impacto nas redes sociais, onde quem assistiu à conversa se manifestou contra Cláudio Ramos, nomeadamente na publicação pós-gala que o apresentador fez no seu Instagram.

“Que vergonha! Tenham mais respeito por quem sofre de problemas mentais, nomeadamente de depressão”, “É de lamentar o que está a fazer ao Diogo”, “O Cláudio ultrapassou todos os limites! A ordem dos psicólogos deve intervir sobre o que se passou hoje!”, são apenas algumas das reações dos telespectadores.

Cláudio acusa concorrente: “Uma coisa é estar deprimido, outra é estar com uma depressão”

Logo após a gala, o apresentador quebrou o silêncio numa entrevista à imprensa: “O Diogo vai ao confessionário dizer que está deprimido e usa a saúde mental de forma leviana por isso é preciso passar lá para casa que ele está saudável. Uma coisa é estar deprimido, outra é estar com uma depressão”.

“Ele não é mais que os outros concorrentes, não seria justo chegar à final e não ter feito dez provas quando os outros fizeram. Ele é uma pessoa muito inteligente, sabe exatamente como agir”, realçou Cláudio, justificando que agiu de tal forma para garantir e descansar os espectadores sobre a saúde mental de Diogo.

Mais Artigos
Avatar: The Last Airbender
Criadores de ‘Avatar: The Last Airbender’ abandonam adaptação da Netflix