Alba Baptista em Warrior Nun
Fotografia: Netflix/Divulgação

‘Warrior Nun’ da Netflix já é sucesso entre os internautas

A portuguesa Alba Baptista interpreta Ava, a personagem principal da série

Warrior Nun, a mais recente série fantástica da Netflix, estreou a 2 de julho, mas já são muitos os internautas que pedem por uma segunda temporada. A série tem como protagonista a atriz portuguesa Alba Baptista, e está a ser um sucesso.

O drama acompanha Ava, uma jovem com tetraplegia que acorda numa morgue, sem saber como, não só capaz de andar mas com novos e inexplicáveis superpoderes. A busca por respostas leva-a à Ordem da Espada Cruciforme, uma sociedade secreta de freiras guerreiras que juraram proteger o mundo.

Quando Ava descobre que deixou de ser tetraplégica ao ganhar poderes, a jovem, assim como o público, fica muito feliz com a sua recuperação, e aproveita para passar a desfrutar da sua recém-descoberta mobilidade. No entanto, nem tudo é um mar de rosas, e Ava acaba por se ver presa no meio de uma guerra entre o bem e o mal.

Série está a ser um sucesso

Nas redes sociais, são muitos os internautas que estão a fazer uma maratona da 1.ª temporada, com 10 episódios que rondam os 50 minutos cada, e não faltam elogios à produção. A série está no primeira posição no TOP 10 dos conteúdos mais assistidos da Netflix Portugal.

A série criada por Simon Barry conta com um elenco que inclui Tristán UlloaKristina Tonteri-YoungLorena AndreaToya Turner,Thekla Reuten, liderado por Alba Baptista. A atriz, nascida em Portugal, é filha de mãe portuguesa, nascida na Alemanha, e de pai brasileiro, possuindo dupla nacionalidade, e é fluente em cinco línguas (português, tanto na variante europeia como brasileira, espanhol, alemão, francês e inglês). Esta é a sua estreia a representar em inglês. O português Joaquim de Almeida também faz parte do elenco da série, interpretando o Cardeal Duretti, que acredita que pecar é aceitável se os fins assim o justificarem.

Warrior Nun é a mais recente adaptação de Warrior Nun Areala, a polémica banda desenhada americana de Ben Dunn, onde uma fictícia ordem feminina católica de religiosas com superpoderes tem como missão salvar o mundo de demónios. A banda desenhada levantou críticas tanto da Igreja Católica como de não-religiosos nos anos 90, pois enquanto uns criticaram a sexualização das freiras, outros atacaram a glorificação de uma instituição como a Igreja Católica.

Mais Artigos
Põe a leitura em dia este Verão com estes cinco livros