Kanye West e Donald Trump
Kanye West e Donald Trump, na Casa Branca, 2018 (Andrew Harrer/Bloomberg)

Nem Biden, nem Trump. Kanye West quer juntar o nome ao boletim de voto

Kanye West anunciou de forma inesperada, no Dia da Independência dos Estados Unidos, 4 de julho, a sua intenção de se candidatar às Presidenciais deste ano. Não é a primeira vez que o artista norte-americano admite vontade de ter uma participação política mais ativa.

Até agora, o rapper tinha surgido várias vezes como apoiante de Donald Trump, atual presidente e recandidato às eleições, que acontecem daqui a quatro meses, tendo mesmo chegado a admitir votar no republicano. Mais recentemente, contudo, aderiu aos protestos contra a brutalidade policial, ligados a uma linha política oposta à do atual presidente.

Devemos cumprir a promessa dos Estados Unidos confiando em Deus, unificando a nossa visão e construindo o nosso futuro. Vou concorrer à Presidência dos Estados Unidos“, afirma West num tweet.

O pré-candidato já recebeu um primeiro apoio de peso, o do empresário Elon Musk – “tu tens todo o meu apoio“, afirmou numa publicação na rede social. No entanto, as reações não têm sido unânimes, com muitos internautas a considerar que esta candidatura independente pode prejudicar as chances de Joe Biden, atual candidato do Partido Democrata e favorito a bater o atual presidente no ato eleitoral do fim do ano.

Eric Balfour, ator, criticou Kanye por poder “retirar votos ao único candidato que pode derrotar Donald Trump” e criticou quem acha que este gesto do artista “é querido ou engraçado“. A estrela do elenco de 24 sublinha que isto é “o auge do privilégio” e considera que “em última análise isto não vai magoá-lo [a Kanye], é rico o suficiente para sobreviver a mais quatro anos de Trump!“.

Depois do tweet em que foi feito o anúncio, nem Kanye West nem a sua equipa deram quaisquer detalhes adicionais sobre a eventual candidatura.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
gravações automáticas
Gravações automáticas passam a incluir publicidade já este mês