Unsolved Mysteries
Imagem: Divulgação/Netflix

‘Mistérios Sem Solução’ traz à Netflix crimes por resolver

Em 1987, estreava, na NBC, o programa Unsolved Mysteries (Mistérios Sem Solução). Como o nome indica, explorava crimes reais por resolver, como fenómenos paranormais, desaparecimentos e mortes. No geral, eventos sem explicação por todo o mundo. Depois de nove temporadas, mudou-se para a CBS e acabou por ser cancelada. Em 2000, a Lifetime reavivou-a. Em 2020, é a vez da Netflix.

A plataforma de streaming anunciou, em janeiro de 2019, que iria produzir uma nova temporada de Mistérios Sem Solução, dado o sucesso que teve desde os anos 80. Além disso, não é novidade que os fenómenos inexplicáveis e o crime são tópicos bastante apreciados pelos subscritores da Netflix. Os mistérios tendem a trazer audiência, tal como afirmam Terry Dunn Meurer e John Cosgrove, os produtores originais: “Aprendemos que as audiências gostam de ficar assustadas, e histórias reais assustam as pessoas”. Neste revival, terão a ajuda dos produtores de Stranger Things.

Existirá, então, uma fusão entre os elementos clássicos da série original e uma narrativa contemporânea, imersiva e, sobretudo, guiada pelos envolvidos. O programa abandona o formato com apresentador depois da morte, em 2003, do icónico Robert Stack, que preencheu o lugar durante anos e cuja “presença singular e insusbtituível” contribuiu para a decisão dos produtores de confiarem no “espírito e força das histórias” para a condução da narrativa.

A primeira temporada terá 12 episódios, mas apenas seis ficam disponíveis na quarta-feira (1 de julho). Estes irão conter novos crimes por resolver no formato de série documental, apoiados por entrevistas documentadas e reconstituições. Aos detetives e jornalistas, os envolvidos fornecem pistas, elaboram as suas teorias e identificam suspeitos, contribuindo para a investigação.

A série original concluía cada episódio com um número de telefone para o qual os espectadores deveriam ligar se tivessem pistas acerca do caso. Agora, com o novo formato, devem dirigir-se a unsolved.com, onde existe uma equipa preparada para o tratamento das novas informações, na esperança de que lhes concedam a peça final do puzzle, que permite resolver o mistério. Acerca do poder do programa, que já ajudou a resolver mais de 260 casos, Meurer e Cosgrove afirmam que “é gratificante sabermos que tivemos um impacto na vida das pessoas“.

Anteriormente, cada episódio tratava quatro casos. Daqui para a frente, focar-se-ão apenas num de cada vez. Eis a sinopse dos seis mistérios que chegam esta quarta-feira à Netflix:

Mystery on the Rooftop

Mistérios sem Solução
Netflix

O cadáver do recém-casado Rey Rivera, 32, foi encontrado numa sala de conferências abandonada no histórico hotel Belvedere, em Baltimore. Tal sucedeu-se em maio de 2006, oito dias depois de ter desaparecido misteriosamente. Enquanto a polícia de Baltimore afirma que o homem cometeu suicídio ao saltar do telhado do hotel, o médico que o examinou declarou que a morte havia sido “inexplicável”. Muitos, incluindo a sua esposa, suspeitam que se trate de jogo sujo.

13 Minutes

Patrice Endres, 38, desapareceu sem deixar rasto do seu salão em Cumming, Georgia, em plena luz do dia. Deixou para trás o seu filho adolescente, Pistol. O desaparecimento de Patrice intensificou as tensões já existentes entre Pistol e o seu padrasto, enquanto lidavam com a perda e procuravam respostas.

House of Terror

Mistérios Sem Solução
Netflix

Em abril de 2011, a polícia francesa descobriu os corpos da esposa e dos quatro filhos do conde Xavier Dupont de Ligonnès enterrados na varanda nas traseiras da sua casa, em Nantes. O patriarca desapareceu. Ao juntarem pistas, os investigadores concluíram que se trataria de um assassínio premeditado por parte de Xavier. O mesmo herdara, pouco tempo antes, uma arma que corresponde à do crime.

No Ride Home

Alonzo Brooks, 23, nunca voltou a casa depois de uma festa a que foi com os amigos na cidade de La Cygne, no Kansas. Um mês depois, um grupo de buscas organizado pela família encontrou o corpo de Alonzo numa área que as autoridades já tinham revistado múltiplas vezes. O caso foi recentemente reaberto pelo FBI e, a 11 de junho, anunciaram uma recompensa para informação que pudesse levar à detenção dos responsáveis por esta morte.

Berkshires UFO

No dia 1 de setembro de 1969, vários residentes do condado de Berkshire, em Massachusetts, ficaram traumatizados ao avistarem um OVNI. Testemunhas oculares, muitas delas crianças, à data, passaram as suas vidas a tentar convencer o mundo de que o que viram é real.

Missing Witness

Aos 17 anos, Lena Chapin, guiada pela culpa, confessou ter ajudado a sua mãe a livrar-se do cadáver do padrasto, assassinado quatro anos antes. Em 2012, Lena concordou em testemunhar contra a sua mãe em tribunal, mas desapareceu antes do julgamento, abandonando o seu filho pequeno.

Unsolved Mysteries
Imagem: Divulgação/Netflix

É o pedido de ajuda de pessoas comuns que experienciaram o inimaginável. Desesperadas e esperançosas, almejam colocar um ponto final no mistério que as consome. A Netflix traz-nos “casos verídicos de desaparecimentos misteriosos, homicídios chocantes e encontros paranormais“, que “dão vida ao cativante regresso desta icónica série documental.” Estes Mistérios Sem Solução convidam aqueles que têm um fascínio pelo irresoluto a seguir as pistas e a resolver os casos.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Maitreyi Ramakrishnan em Eu Nunca
‘Eu Nunca’ é renovada para segunda temporada