Prémios PLAY
Foto: página oficial dos prémios PLAY no Facebook

Prémios PLAY só em julho e sem público ao vivo

A cerimónia dos PLAY – Prémios da Música Portuguesa, inicialmente prevista para março, e adiada devido à pandemia da Covid-19, já tem nova data. A segunda edição regressa ao Coliseu de Lisboa no dia 29 de julho, desta vez sem público ao vivo.

Num comunicado enviado esta quinta-feira à imprensa, a organização adianta que a entrega de prémios continuará a ser transmitida pela RTP1, em direto, a partir das 21h, mas também em live stream. “A comunidade da música portuguesa será premiada e homenageada”, numa cerimónia conduzida por Filomena Cautela e Inês Lopes Gonçalves, a partir do Coliseu dos Recreios.

Com a promessa de “um forte investimento criativo”, a organização dos PLAY explica que o objetivo primordial é o de “premiar os músicos portugueses, que vivem, conjuntamente com as suas equipas, o momento mais difícil da sua existência”. Para tal, a Passmusica, promotora do evento, e a RTP, televisão oficial, criaram um “modelo que respeitará todas as regras emanadas pela Direção-Geral da Saúde” e que passam pela ausência de público ao vivo na cerimónia.

Lista de nomeados

Aquando do anúncio dos nomeados, em fevereiro, a organização deixou em aberto as categorias de Melhor Álbum Jazz e Melhor Álbum Música Clássica/Erudita, entretanto já reveladas.

 Melhor Álbum Jazz
  • João Mortágua – Dentro da Janela
  • André Sousa Machado – Histórias do Jazz em Portugal
  • Daniel Bernardes & Drumming GP – Liturgy of Birds 
  • Filipe Raposo – Ocre 
Melhor Álbum Música Clássica/Erudita
  • Drumming GP/Luís Tinoco – Achipelago
  • Cupertinos & Luís Toscano – Manuel Cardoso: Rquiem, Lamentations, Minificat & Motets
  • Hugo Vasco Reis – Chamber Music I
  • Quarteto Lopes-Graça, Leonor Braga Santos e Irene Lima – Joly Braga Santos – Complete Chamber Music Vol I

De entre as 12 categorias, e depois da glória de Dino D’Santiago em 2019 com três prémios, a banda Capitão Fausto e o rapper Slow J são quem reúne o maior número de nomeações este ano. Estão ambos nomeados para três PLAY, incluindo as duas categorias mais importantes, Melhor Álbum e Canção do Ano.

A todas as 10 categorias já reveladas, somam-se os prémios Carreira e da Crítica, ambos com um único nome, conhecido durante a cerimónia. Os vencedores destas duas categorias serão escolhidos por elementos da Audiogest, cooperativa GDA – Gestão de Direitos dos Artistas e Associação PassMúsica e ainda por críticos de música, respetivamente. O PLAY de Melhor Canção é atribuído pelo público e todas os vencedores das restantes categorias são escolhidos por júris compostos por figuras do meio da música portuguesa.

Mais Artigos
Mindhunter
‘Mindhunter’. David Fincher dá esperanças para o futuro da série