ICarly Nickelodeon Portugal

Nickelodeon Portugal festeja recordes de audiência

Canal infanto-juvenil alcançou o segundo lugar no mês de maio

Pouco tempo após a sua chegada à Vodafone e MEO, o Nickelodeon está a bater recordes de audiência. O canal alcançou o segundo lugar entre os canais infanto-juvenis nacionais no mês de maio, muito próximo do primeiro classificado.

Com um crescimento de 36% face ao mês anterior, e de 138% em relação ao período homólogo do ano anterior, o Nickelodeon Portugal registou um share recorde de 6,8% em maio no target dos 4 aos 14 anos. O líder Disney Channel marcou 7%, e recuou um ponto percentual face ao mês anterior.

O canal considera que esta evolução demonstra que cimentou a sua posição neste segmento, contrariando os resultados dos canais do mesmo género, “que decresceram de forma generalizada“.

As audiências do canal melhoraram de forma significativa ao longo de todo o dia, especialmente durante o prime-time (20h-24h). No público em geral, de acordo com os dados da GfK/CAEM, o Nickelodeon está a crescer há três meses consecutivos, tendo obtido 1,2% de share nos primeiros 22 dias de junho. Em maio, a média foi de 1,2%, e em abril tinha sido de 0,8% de quota de mercado.

De acordo com os dados revelados em comunicado, as séries populares de live-action reuniram o maior número de espectadores do canal, como The Thundermans (24,7 mil espectadores), iCarly (23,3 mil espectadores) e Henry Danger (22,7 mil espectadores).

“Já o sabíamos quando demos os importantes passos de entrarmos em dois novos operadores portugueses e estes números vêm confirmar que estamos no caminho certo e dar-nos alento para continuarmos a trabalhar arduamente na nossa oferta”, afirmam.

“No Nickelodeon, colocamos as crianças sempre em primeiro lugar em tudo o que fazemos e procuramos sempre oferecer os melhores conteúdos para continuar a levar alegria e diversão aos lares portugueses”.

Lê também: Disney+ já tem dia marcado para chegar a Portugal
Mais Artigos
Porto/Post/Doc premeia ‘A Nossa Terra, o Nosso Altar’