Fotografia: Divulgação

Boom! Marco Horácio tem novo programa na TVI

Marco Horácio foi o escolhido pela direção de programas para conduzir a próxima aposta da TVI. Boom! é o novo programa da estação de Queluz que pretende testar a cultura geral dos concorrentes.

Este dinâmico gameshow encontra-se em pré-produção e não tem data de estreia marcada. Boom! é um formato original israelita já transmitido em mais de dez países, inclusive na nossa vizinha Espanha.

Em cada programa duas equipas devem desativar um total de 10 bombas (cinco por cada equipa), respondendo a perguntas cujas respostas estão representadas por fios coloridos. Assim, os concorrentes devem cortar os fios que correspondem às respostas que considerem erradas. Se cortarem o fio errado a bomba explode e a equipa perde um elemento, assim como uma parte do prémio.

Boom! marca o regresso de Marco Horácio à apresentação de grandes formatos, depois de em 2015 ter conduzido com Sílvia Alberto o Got Talent Portugal. O humorista trocou a SIC pela TVI no início deste ano, e na sua nova casa foi o responsável pelo A Vida Lá Fora, um programa de humor totalmente gravado a partir de casa.

As gravações do novo gameshow deverão arrancar em julho e vão acontecer em Barcelona, segundo o Correio da Manhã. Esta estratégia permite à TVI não ter tantas despesas, uma vez que desta forma não tem de construir o cenário. Um outro benefício de gravar em Espanha diz respeito ao facto da equipa espanhola já ter um profundo conhecimento do formato, podendo então ajudar a equipa portuguesa.

Esta não será a primeira vez que um programa português será gravado no estrangeiro. Também os programas Mental Samurai e First Dates foram gravados no país vizinho, em Madrid. O contrário também já aconteceu: a versão espanhola do programa Apanha Se Puderes foi gravada em Portugal.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Judite Sousa
Judite Sousa: regresso à televisão “não se vai pôr agora”