J. K. Rowling

J. K. Rowling é acusada de transfobia e enfrenta rejeição nas redes sociais

J. K. Rowling, autora da saga Harry Potter, está a ser acusada de transfobia após uma série de tweets publicados na noite deste sábado (6). Não é a primeira vez que a temática da transsexualidade é abordada, com polémica, pela escritora.

A sequência de publicações iniciou quando partilhou um artigo de opinião intitulado “Criando um mundo pós-Covid-19 mais igualitário para as pessoas que menstruam“. Em conjunto com o link do artigo, acrescentou: “‘Pessoas que menstruam. Tenho a certeza que existia uma palavra para definir essas pessoas. Alguém me ajude lembrar-me.”

Este tweet causou revolta entre os elementos da comunidade LGBTI+, com alguns utilizadores a pedirem que retirasse a publicação e questionando a autora sobre os motivos pelos quais teria feito este comentário. Depois de receber uma série de criticas sobre o assunto, Rowling escreveu: “Se o sexo não é real, então não existe atração pelo mesmo sexo. Se o sexo não é real, a realidade vivida pelas mulheres globalmente é apagada”, concluiu.

“Eu conheço e gosto de pessoas trans, mas apagar o conceito de sexo remove a habilidade de muitas a discutir suas vidas significativamente. Não é discurso de ódio ódio dizer a verdade. Eu respeito o direito de todas as pessoas trans a viver da forma que for autêntica e confortável para elas. Eu marcharia em protestos convosco caso fossem discriminadas por serem pessoas trans. Ao mesmo tempo, minha vida foi moldada pelo facto de ser uma mulher. Eu não acredito que dizer isso seja propagar ódio.

A autora, que parece não ter clarificadas as noções de sexo e género, teve várias respostas que tentaram esclarecê-la, informando que pessoas transgénero ou não-binárias também podem menstruar, independentemente de se identificarem como mulheres ou não.

Em março de 2018, a autora esteve no centro de outra polémica. Na altura, um fã deu conta que J. K. Rowling tinha colocado gosto numa publicação que era uma piada transfóbica, que mencionava que os transsexuais eram “homens de vestido“. Os responsáveis por assessora a escritora informaram que, por vezes, ela colocava likes sem querer, ao segurar o telemóvel sem o ter bloqueado.
Ouve também: J. K. Rowling: Porque é que a autora não pára de nos dececionar?

 

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Anya Taylor-Joy em Gambito de Dama
Depois de ‘Gambito de Dama’ o que se segue para Anya Taylor-Joy?