Documentários

8 documentários sobre o problema do racismo nos EUA

A morte de George Floyd, um homem afro-americano de 46 anos, às mãos de um polícia, gerou inúmeras manifestações por todo o país, e pelo mundo. Por isso, o Espalha-Factos sugere-te uma lista de documentários que ajudam a aprender mais sobre o problema do racismo e das desigualdades sociais, principalmente nos Estados Unidos, para além de ajudarem algumas pessoas a terem uma maior noção dos privilégios de que usufruem.

Com o movimento Black Lives Matter cada vez mais forte, as questões raciais tornaram-se, novamente, um dos assuntos mais debatidos online, e é importante que estejamos todos informados sobre este assunto.

Dark Girls (2011)

Dark Girls é um documentário dos cineastas americanos Bill Duke e D. Channsin Berry que documenta um assunto ainda considerado tabu por muitos negros americanos: o colorismo na comunidade afro-americana. Duke e Berry concentram-se, especialmente, nas lutas ​​que as mulheres mais escuras enfrentam.

Black Girls

 

The House I Live In (2012)

À superfície, The House I Live In é um documentário sobre a guerra levada a cabo pelo governo federal dos Estados Unidos contra as drogas. No entanto, ele retrata algo muito mais profundo do que uma simples guerra às drogas, revelando os efeitos desta nas classes mais baixas da sociedade dos Estados Unidos, expondo as fundações mais frágeis nas quais a construção da sociedade americana atual se baseia.

The house i live in

 

Let The Fire Burn (2013)

Este é um documentário que narra os acontecimentos que deram origem ao confronto sangrento que opôs o grupo de libertação negra MOVE e o departamento da polícia de Filadélfia em 1985. Mais um documentário a demonstrar que a situação atual americana tem raízes históricas profundas, vindas de um passado marcadamente racista.

Let The Fire Burn

 

What Happened, Miss Simone? (2015)

O documentário lançado pela Netflix vem mostrar o percurso de vida da famosa cantora americana, Nina Simone. Simone, para além de cantora, tornou-se uma importante defensora dos direitos civis, iniciando numa luta incessante pela igualdade. Um documentário urgente nos tempos em que vivemos, e que podes assistir na plataforma de streaming.

Miss Simone

 

White People (2015)

White People é um documentário americano dirigido, produzido, e protagonizado pelo vencedor do Prémio Pulitzer, Jose Antonio Vargas, e explora os privilégios das pessoas brancas nos Estados Unidos. Neste documentário, os adolescentes conseguem expressar abertamente os seus pensamentos sobre raça, mesmo quando não são politicamente corretos. Está disponível no canal de YouTube da MTV.

White People

 

Os Panteras Negras (2015)

A década de 1960 foi bastante turbulenta para a América, com cidades em chamas, a guerra do Vietname a decorrer, a segregação racial ainda bem presente, e as disputas cada vez mais acesas pela igualdade e direitos civis. Surgiu então uma revolução cultural, em que os Panteras Negras se colocaram na linha da frente. Este documentário explora em detalhe o Partido dos Panteras Negras, o seu significado para a cultura americana, o impacto político que teve nos direitos da comunidade negra, e as lições que nos deixou para o futuro. Podem ver no YouTube.

Panteras Negras

 

I Am Not Your Negro (2016)

I Am Not Your Negro não é um documentário leve. Tendo por base um manuscrito do escritor e ativista James Baldwin, o documentário conta as histórias de três dos mais importantes ativistas pelos direitos humanos nos Estados Unidos: Malcom X, Martin Luther King Jr. e Medgar Evers. Conta com narração de Samuel L. Jackson, e foi nomeado para o Óscar de Melhor Documentário, tendo arrecadado o BAFTA na mesma categoria. Está disponível na FILMIN.

I Am Not Your Negro

 

13th (2016)

Depois de Selma, e antes de When They See Us, Ava DuVernay escreveu, realizou, e produziu o documentário  A 13.ª Emenda. Com imagens de arquivo e testemunhos de ativistas, políticos, historiadores/as, e ex-presidiários/as, DuVernay explora o sistema presidiário e judicial norte-americano e a forma como a 13.ª Emenda se tornou numa alternativa para manter a existência de trabalho escravo. Está disponível na Netflix.

13th - documentário

Sugestões de Ana Silva, Diogo Silva, Miguel Rocha, Pedro Terrantez e Rui Pedro Félix (coord.)

 

 

Mais Artigos
LGBTQ+
Oito leituras para celebrar o Mês do Orgulho LGBTQ+