Quer O Destino
Fotografia: TVI

‘Quer o Destino’ volta a liderar ao sábado e bate novo máximo

Os sábados continuam a correr de feição a Quer o Destino. A novela da TVI, que nos dias úteis perde para Nazaré e Terra Brava, continua a aproveitar a ausência das novelas da SIC ao fim de semana e voltou a ser o programa mais visto de sábado.

O episódio de Quer o Destino, promovido como “especial“, foi visto em média por 1 milhão e 145 mil espectadores, o correspondente a 12,1 pontos de audiência. Embora não seja o capítulo mais visto da novela, foi aquele que teve melhor share: 24,4% dos espectadores que viam televisão àquela hora estavam a ver a TVI.

Antes do episódio, o canal de Queluz voltou a repetir alguns momentos da novela num bloco de 14 minutos intitulado Quer o Destino – A Família, que foi visto por 955 mil espectadores (10,1% / 20,5%).

A SIC continua a apostar em opções alternativas para as noites de sábado, mas os resultados mantêm-se aquém dos obtidos pelas novelas durante a semana. Olha por Mim caiu este sábado para novos mínimos, com 10,7% de audiência e 21,7% de share. A experiência social foi vista em média por 1 milhão e 16 mil espectadores, voltando a deixar escapar a liderança.

Também a RTP1 esteve em mínimos no horário, com o Jogo da Caixa a cair para uma média de 449 mil espectadores. O programa de Rodrigo Gomes teve 4,7% de audiência e 9,7% de share.

Mónica Jardim, João Montez e Isabel Silva em Somos Portugal (Foto: Instagram TVI)

Somos Portugal e Aqui Portugal dividem público, SIC lidera

Face aos fracos resultados nas semanas anteriores, a TVI decidiu alterar a tarde de sábado e alargar os especiais Somos Portugal – Sempre a todo o fim de semana, repetindo uma fórmula já usada pela direção de Nuno Santos no início do ano.

O efeito mais visível da jogada da TVI foi tirar público ao Aqui Portugal, deixando caminho aberto para a SIC liderar. O programa itinerante da RTP1, que este sábado voltou pela primeira vez aos diretos depois da interrupção causada pela pandemia, teve de dividir o auditório com o Somos Portugal.

Praticamente em confronto directo, os dois programas lutaram taco a taco pelo segundo lugar no horário. O Somos Portugal – Sempre terminou com uma média de 3,3% de audiência e 11% de share, o pior resultado dos “especiais” emitidos desde o passado dia 17, que conjugam entrevistas em direto com momentos repescados ao arquivo do programa.

O Aqui Portugal esteve em segundo lugar em vários períodos da tarde, mas acabou em terceiro lugar em média. O programa da RTP1 teve uma média de 3,1% de audiência e 10,4% de share, ficando a escassos 16 mil espectadores da TVI: 298 mil contra 314 mil.

A SIC dominou a tarde até perto das 19 horas, com Alta Definição (9,4% / 26,6%), E-Especial (6,5% / 20,8%), e os filmes E.T. – O Extraterrestre (4,8% / 16,6%) e Capitão América: Guerra Civil (5,3% / 16,0%).

Ao final da tarde, O Preço Certo (6,4% / 17,8%) pôs a RTP1 à frente da SIC, enquanto a TVI se manteve num distante terceiro lugar com o Anti-Stress (3,8% / 10,6%).

Outros destaques do dia

  • SIC voltou a ser o canal mais visto do dia, mantendo uma distância de perto de cinco pontos contra a TVI: 19,4% contra 14,3%. A RTP1 ficou-se pelos 10,4%, e a RTP2 não foi além de 1,0%. A CMTV continua líder do cabo, com 4,7%.
  • Com as mudanças na tarde da TVI, Morangos com Açúcar VII: Vive o Teu Verão foi transferida para a manhã. O primeiro episódio no novo horário não foi além dos 191 mil espectadores (2,0% / 9,9%), registando a pior audiência da reposição da série juvenil.
  • RTP2 começou a repetir A Feira das Vaidades nas tardes de sábado. A série britânica foi o programa mais visto do segundo canal e teve a sua melhor audiência, com 57 mil espectadores (0,6% / 1,8%). Em sentido inverso, a norte-americana Fora do Baralho não foi além dos 8,3 mil espectadores (0,1% / 0,2%) em pleno horário nobre, às 20h41.
Dados Live+Vosdal referentes a 30 de maio de 2020, da responsabilidade da GfK.
Mais Artigos
Discurso de ódio
Podcast. Monitorizar discurso de ódio ou censurar liberdade de expressão?