Nuno Santos: “A decisão de expulsar o Pedro Soá foi minha”

O diretor de programas da TVI, Nuno Santos, foi o responsável pela expulsão de Pedro Soá do Big Brother 2020. O responsável máximo pelo entretenimento do canal de Queluz afirmou isso mesmo em declarações à MAGG.

A decisão de expulsar o Pedro Soá foi minha, depois de vistas e revistas as imagens“, explicou. “Tomámos esta decisão porque estamos perante um comportamento violento“, justifica, sublinhando que esta atitude violava as regras e o espírito do programa.

Ouvi pessoas com responsabilidades na TVI e na Endemol“, conta Nuno Santos sobre o processo de decisão. Acrescenta ainda que “no essencial não houve dúvidas“, detalhando que o concorrente não foi expulso devido às expressões ofensivas que dirigiu a várias pessoas ao longo do dia, nem pela tentativa de agressão à colega Teresa, mas sim por manifestar “um comportamento violento em termos gerais“. Nuno Santos diz que “houve um momento mais tenso, claro, mas é preciso olhar para a floresta e não para a árvore“.

Em reação a situações e castigos anteriores a concorrentes, como aqueles que foram atribuídos a Hélder, por comentários homofóbicos, e a Sónia, por falar com o noivo através do muro da casa, Nuno Santos garante que há proporcionalidade nas decisões: “Nós já tivemos várias sanções. Foram proporcionais e adequadas. Como esta“.

Mais Artigos
Doom Patrol
‘Doom Patrol’ não perdeu a identidade e ganhou mais ambição