Cláudio Ramos Big Brother
Fotografia: TVI / Divulgação

Audiências. ‘Big Brother’ vence ‘Agricultores’ em noite de gala

A gala de Big Brother conseguiu, finalmente, sobressair em relação à concorrência. Apesar de não ter sido líder ao longo de toda a duração, o reality-show apresentado por Cláudio Ramos conseguiu liderar as audiências em média na noite de domingo (24).

Dividido em três partes, o reality da TVI conseguiu liderar face à concorrência da SIC. Entre as 21h55 e as 00h50, em que competiu com os vários blocos de Quem Quer Namorar com o Agricultor?, o Big Brother conseguiu uma audiência média de 11,0% e 25,3% de share. Durante o mesmo período, a experiência social da SIC fez 10,9% de rating e 25,3% de share, caindo para o segundo lugar por uma diferença mínima.

No entanto, devido às suas seis divisões, o programa da SIC conseguiu ocupar grande parte do top 10, conquistando a preferência de cerca de 1 milhão e 250 mil telespectadores durante as primeiras duas partes. Os primeiros 40 minutos de Quem Quer Namorar com o Agricultor registaram 13,4% de rating e 25,4% de share, liderando contra Big Brother – O Dilema, que se ficou pelos 12,7% e 23,9%.

De seguida, Big Brother – A Expulsão enfrentou três blocos do Agricultor (Amores Imperfeitos – 13,0% / 25,4%; Vida Nova – 11,9% / 25,1% e Contas à Vida – 11,7% / 26,6%) e saiu vitorioso com uma média de 12,5% de audiência média e 26,6% de quota de mercado, o melhor registo de A Expulsão desde o início da quinta edição de Big Brother.

Após o intervalo, o reality-show da TVI regressou com as Nomeações, que registaram o pior valor desde a estreia, mas sem deixar escapar a liderança. Cláudio Ramos e os seus concorrentes registaram uma média de 8,1% de rating e 26,1% de share, enquanto os dois blocos do Agricultor (Até ao Fim – 8,4% / 23,8% e Dias Felizes – 7,6% / 25,9%) ficavam na vice-liderança.

Apesar de só contar no quinto lugar dos programas mais vistos do dia – graças às várias divisões do programa da SIC, que contribuem para um aumento do público médio durante os blocos – o Big Brother conseguiu destacar-se da concorrência pela primeira vez desde a estreia. Logo após o fim da gala, a Ligação à Casa continuou também com os bons resultados, registando 3,6% de audiência média e 20,9% de share, deixando a SIC e a sua Terra Nossa a uma diferença de 10% de quota de mercado.

Nos totais diários, a diferença entre os canais privados diminuiu. A SIC manteve a liderança com 19,1%, seguida da TVI com 17,7% e da RTP1 com 10,0%.

Outros destaques:

  • Ricardo Araújo Pereira voltou a cair. Isto é Gozar com Quem Trabalha continuou no pódio dos programas mais vistos deste domingo, mas registou a audiência mais fraca desde a estreia. Com 15,2% de audiência média e 28,4% de share, o programa da SIC foi líder absoluto e deixou a concorrência de Queluz a cerca de 10% de share.
  • Somos Portugal liderou a tarde. O programa das tradições portuguesas conseguiu vencer as apostas de cinema da SIC. Com 5,8% de rating e 16,5% de share, o programa da TVI liderou face à Três, que ficou próxima com os filmes Miss Detetive (5,2% / 15,1%) e O Grande Showman (5,0% / 14,3%).
  • A repetição de Pesadelo na Cozinha (7,2% / 19,3%) também liderou, ultrapassando Não Há Crise (5,4% / 14,2%).

 

Mais Artigos
Rob Benedict é nova adição do elenco de Lucifer
Ator de ‘Sobrenatural’ vai aparecer na 5.ª temporada de ‘Lucifer’