Carice Van Houten Melisandre Game of Thrones
Fotografia: Helen Sloan / HBO

Game Of Thrones. Atriz considerou “ingrata” a reação dos fãs ao fim da série

Um ano depois do fim oficial da série, Carice Van Houten comenta a desilusão com o final

Game of Thrones terminou há um ano. A atriz Carice Van Houten, a feiticeira Melisandre, comentou a reação do público relativamente à temporada final.

Não é segredo para ninguém que a última temporada de Game Of Thrones gerou muita polémica, dececionando muitos fãs. Carice Van Houten, em entrevista à Insider, achou que a reação do público foi “um pouco ingrata“.

Segundo a atriz, não houve motivos que justificassem a petição “assustadora” e “extrema” para refazer a última temporada. “O facto de algumas pessoas estarem tão dececionadas é porque dantes tudo era muito bom“, afirmou a atriz à Insider. “Parece um pouco ingrato. Assistiram a ótimos momentos e, por isso, sim, vão ficar desapontados porque não vai ser exatamente como idealizaram. É claro que vai existir todo o tipo de críticas, mas eu pensei que isso fosse um sinal do quão boa tinha sido a série.“.

Por outro lado, a atriz garantiu que, ao contrário dos fãs, amou o final.  Realçou o momento em que Bran Stark (Isaac Hempstead Wright) foi escolhido para governar, “Adorei a aleatoriedade e a falta de jeito para escolher alguém muito representativo do mundo de agora, já que os loucos governam o mundo“. Já em relação à sua própria personagem, a atriz revela que “era divertido interpretar alguém que é tão confiante“. A feiticeira Melisandre teve um dos melhores finais de qualquer personagem com a sua participação surpresa no terceiro episódio The Long Night.

Carice Van Houten é conhecida nos Países Baixos, onde nasceu, como uma atriz cómica, que participa essencialmente em projetos mais leves. Ironicamente, o mundo conhece-a graças a Melisandre, uma personagem “cruel, severa e sombria“.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
hamilton
Crítica: ‘Hamilton’ é o antídoto revolucionário para os nossos dias