Imagem: GoodReads

Estes são os livros que Bill Gates recomenda este Verão

Como já vem sendo hábito, Bill Gates deu as suas recomendações de leitura para este verão no site Goodreads. Ciente do momento que passamos globalmente devido à pandemia Covid-19, o fundador da Microsoft, autor, e filantropo – atualmente dedicado à Bill & Melinda Gates Foundationdecidiu este ano dar sugestões de leitura tanto para aqueles que procurem mais informação relacionada com a situação atual como para aqueles que, pelo contrário, preferem usar a leitura como escape.

A lista eclética deste ano é composta por treze livros, ao invés das habituais cinco novidades, e vai da economia à comédia romântica, da história ao mindfulness. O Espalha-Factos traz-te a lista de recomendações, que podes descobrir abaixo, e não nos esquecemos das edições portuguesas, quando existentes.

A Bailarina de Auschwitz, de Edith Eger

A Bailarina de Auschwitz (ou, no seu título original, The Choice: Embrace the Possible) é descrito por Bill Gates como “parte biografia, parte guia sobre como processar o trauma”. Conta a história na primeira pessoa de Edith Eger, que com 16 anos foi enviada para Auschwitz, onde sofreu experiências absolutamente horríveis, tendo sido obrigada a dançar para o próprio Joseph Mengele. Libertada do campo pelas tropas aliadas americanas, acabou nos Estados Unidos, onde se tornou psicóloga, tratando casos graves de trauma profundo, como mulheres vítimas de abusos e militares que sofrem de stress pós-traumático. O livro pretende ser, mais do que um relato dos horrores suportados, uma leitura informada e esperançosa sobre a vida após o trauma.

Cloud AtlasAtlas das Nuvens, de David Mitchell

Cloud Atlas ficou popular há alguns anos atrás após ter sido adaptado ao grande ecrã, num filme com Tom Hanks, Halle Berry e Hugh Grant, entre outros. O livro é uma complicada história que cruza seis narrativas, passadas em diversos tempos e lugares do mundo. Uma obra complexa e intrigante que explora a humanidade no seu melhor e pior. Gates descreve-o como “o tipo de romance em que ficamos a pensar e a falar nele durante muito tempo após a leitura”, especialmente indicado se estiverem à procura de algo extremamente envolvente.

The Ride of a Lifetime: Lessons Learned from 15 Years as CEO of the Walt Disney Company, de Robert Iger

Imagem: Goodreads

Sem edição portuguesa, este livro é o relato da experiência do diretor da Disney durante os últimos 15 anos. Tomando as rédeas da empresa em 2005, Robert Iger explica como teve de reinventar e reanimar a icónica marca, numa altura em que esta passava por uma crise de moral, e enfrentando novos desafios: competição a sério, e o acelerado avanço da tecnologia. Bill Gates descreve este livro como “o melhor livro de negócios que leu nos últimos anos”, mas que julga que todos poderão achar interessante, seja apenas como leitura ou como um guia de gestão.

The Great Influenza: The Epic Story of the Deadliest Plague in History, de John M. Barry

Imagem: Goodreads

Outro dos livros sem tradução portuguesa, este é um dos mais diretamente relacionados com o momento pelo qual passamos atualmente. O livro é uma estudo detalhado de 2004 sobre a Pandemia de 1918, que Gates diz que nos relembra “que ainda estamos a lidar com muitos dos mesmos desafios”. Apesar do título exagerado (a Peste Negra, por exemplo, terá matado mais pessoas entre 1346 e 1353), esta foi, de facto, uma das mais mortíferas pandemias, especialmente quando consideramos a escala mundial que assumiu.

É com ela que se têm traçado mais paralelos, aliás, com a atual pandemia. Mas para o fazer é preciso conhecer o que realmente foi a Gripe Espanhola, como é comummente chamada – apesar de, segundo este livro, poder ter mesmo começado com animais doentes no Kansas, EUA. Os animais terão infectado soldados enviados para a Primeira Guerra Mundial, que a levaram para a frente de batalha e de onde foi facilmente disseminada pelo mundo. Nos EUA, aliás, foram mais as pessoas que morreram com esta gripe do que soldados americanos na Primeira Guerra Mundial.

Good Economics for Hard Times: Better Answers to Our Biggest Problems, de Abhijit V. Banerjee e Esther Duflo

Imagem: Goodreads

Os autores deste livro foram os vencedores do Prémio Nobel da Economia em 2019 “pelas suas abordagens experimentais para aliviar a pobreza mundial”. Não só são eles duas das pessoas mais fascinantes a trabalhar na área hoje, mas Gates sublinha como são também mestres em tornar a economia acessível ao leitor comum. Este livro, que é o seu mais recente lançamento (outro, já traduzido, é A Economia dos Pobres, esse sim com uma edição portuguesa), foca-se na desigualdade económica, que considera a grande e mais complexa questão dos nossos tempos. Os autores sugerem que questões como a imigração e desigualdade, a globalização, a tecnologia e o aceleramento das alterações climáticas só poderão ser resolvidas quando as barreiras que nos dividem foram derrubadas. Nesta obra, Banerjee e Duflo procuram então ideais de como o fazer, e respostas coletivas que sabemos serem eficazes para resolver os problemas mais urgentes.

Meditação e Mindfulness: 10 minutos por dia podem fazer a diferença, de Andy Puddicombe

Este livro – cujo atual título em inglês é The Headspace Guide to Meditation & Mindfulness – é um guia para os iniciantes de meditação e mindfulness. Gates assume que, embora céptico antes, foi este livro que o converteu à prática, e espera que este seja um método útil para quem precise de ajuda a relaxar e focar. O autor é um antigo monge budista, que se apoia em metáforas para muito eficientemente explicar conceitos mais difíceis sobre meditação.

Um Passeio na Lua com Einstein: a Arte e a Ciência de Recordar Tudo, de Josh Foer

Este livro, de 2011, com o título original de Moonwalking with Einstein: The Art and Science of Remembering Everything, é um relato curioso sobre como ganhar a habilidade de memorizar melhor. Josh Foer, divulgador científico, mergulha no mundo do Campeonato da Memória dos Estados Unidos, aprendendo com “atletas mentais” os truques e as técnicas que usam para aumentar a sua capacidade de memorização. Pelo caminho, explora também o mais avançado conhecimento científico na área, o que sabemos sobre a memória, e porque algumas pessoas têm naturalmente tão boa memória.

O Marciano, de Andy Weir

Um sucesso desde o lançamento em 2012, The Martian ganhou fama quando foi adaptado ao cinema com Matt Damon. A história do botânico que fica preso em Marte e que tem de superar o medo e, como em bom português se diz, desenrascar com o seu conhecimento científico e com o que ficou com ele no planeta -, traça um paralelo interessante, segundo Gates, sobre a atual situação. O livro é empolgante, cheio de verdadeiros factos científicos e mesmo assim engraçado, e quem o lê pode talvez encontrar nele algum conforto ou distração nestes tempos.

Um Gentleman em Moscovo, de Amor Towles

Este romance, publicado em 2016, coloca a personagem principal numa posição que nos soa muito familiar: O conde Alexander Rostov não pode sair do hotel. No entanto, o contexto é absolutamente diferente – não é por uma doença que está aprisionado, nem é esta uma história apocalíptica. Estamos em 1922, e os Bolcheviques condenam-no a passar o resto da sua vida no hotel Metropol, de frente para o Kremlin. De lá não pode sair, mas como alguém que nunca trabalhou, Rostov tenta agora encontrar um propósito, enquanto observa da sua janela as décadas mais conturbadas da história da Rússia a acontecer. Bill Gates achou esta uma “história engraçada, inteligente e surpreendentemente otimista sobre tirar o melhor proveito” de qualquer situação.

O Projeto Rosie, de Graeme Simsion

Apesar de nomear The Rosie Project, o primeiro da trilogia terminada em 2019, Bill Gates recomenda todos os três romances que contam a história de Don Tillman, um professor de genética com síndrome de Asperger. No primeiro livro, ele concebe um plano extremamente lógico para encontrar uma namorada – e nos seguintes, acompanhamo-lo enquanto lida com o crescimento da sua família. No seu âmago, estes livros procuram mostrar a alma e o coração de alguém que os outros vêem como estranho, e mostrar que as diferenças pesam menos que as semelhanças entre nós – e nesta altura, estes romances são leituras divertidas e envolventes que se revelam ótimos escapes.

The Best We Could, de Thi Bui

Imagem: Goodreads

Esta novela gráfica – ainda sem tradução portuguesa – é um trabalho muito pessoal, no qual a autora, Thi Bui, explora aquilo que os pais passaram como refugiados e sobreviventes da Guerra do Vietname. Apesar de assumir não ler muitas novelas gráficas ou banda desenhada, Gates considera que “as melhores combinam uma narrativa fantástica com visuais estonteantes”, e esta memoir é uma das que melhor o executa.

Hyperbole and a Half: Unfortunate Situations, Flawed Coping Mechanisms, Mayhem, and Other Things that Happened, de Allie Brosh

Imagem: Goodreads

O mais leve e cómico da lista, este livro – sem edição portuguesa – compila as tiras que Allie Brosh foi publicando no seu blog Hyperbole and a Half. As suas ilustrações simplistas conseguem capturar as mais complexas emoções. Com uma voz única, as tiras de Brosh são simultaneamente tocantes, absurdas e recheadas de humor negro. Gates considera-a uma obra “extremamente engraçada e inteligente”, e que se devoram em pouco mais de um par de horas.

E se…? – Respostas Científicas para Perguntas Absurdas, de Randall Munroe

O último na lista, Bill Gates diz adorar a forma como Randall Munroe, antigo engenheiro da NASA, explica complexas e estranhas lições de ciência através de simples e hilariantes desenhos. O livro é o resultado de perguntas absurdas que o público do blog XKCD.com, onde explica conceitos científicos através das suas ilustrações, lhe foi deixando. Com muita pesquisa por trás, Munroe tenta achar a resposta a perguntas como “E se tentasses bater uma bola de basebol lançada a 90% da velocidade de luz?”, mas tornando-as acessíveis e engraçadas. O humor e a arte tornam a ciência mais digerível, e Bill Gates recomenda também o seu outro livro, xkcd: volume 0.

 

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
big brother bb2020 soraia diogo tvi
Opinião. O que aprendemos com o Big Brother 2020?