Furiosa - Charlize Theron

Charlize Theron não vai voltar para o spinoff de ‘Mad Max’

O filme vai ser uma prequela de 'Mad Max: Estrada da Fúria', contando a história de uma Furiosa mais jovem.

Mad Max: Estrada da Fúria  completou cinco anos na quinta-feira (14) e o seu realizador, George Miller, aproveitou a data para revelar ao New York Times que vai expandir o universo de Mad Max. Para isso está a desenvolver uma prequela de Estrada da Fúria, centrada em Furiosa, mas que não contará com Charlize Theron, atriz que encarnou a personagem no filme anterior.

Miller revelou que o filme, sendo uma prequela que vai explorar a história de origem de Furiosa, fez com que ande agora à procura de uma atriz que esteja na casa dos vinte anos. O realizador confidenciou que colocou a hipótese de usar tecnologia CGI para rejuvenescer Charlize Theron, de 44 anos, mas decidiu no fim que quer outra atriz para o papel. “Durante muito tempo, pensei que podíamos usar o rejuvenescimento através da tecnologia CGI na Charlize, mas ainda não consigo pensar nisso. Apesar das tentativas corajosas feitas em O Irlandês, acho que há ainda um caminho a percorrer no desenvolvimento da tecnologia.”, disse o realizador na entrevista.

Por enquanto, estão a ser apontadas como possíveis escolhas as atrizes Jodie Comer (Killing Eve) ou Anya Taylor-Joy (Emma).

Miller realizou os quatro filmes do universo de Mad Max e foi nomeado para o Óscar de Melhor Realizador com Estrada da Fúria em 2015, filme que lhe valeu ainda uma nomeação ao Óscar de Melhor Filme. Confirmou ainda que Furiosa será o próximo filme que pretende gravar, depois de acabar as filmagens e a produção de Three Thousand Years of Longing, um drama com Tilda Swinton e Idris Elba, que tiveram de ser adiadas devido à Covid-19. “Depois de terminarmos, e espero que tudo se acalme com a pandemia, veremos o que é que o mundo nos permite fazer com a Furiosa”, confidenciou ainda Miller.

Quem falou recentemente sobre Estrada da Fúria, aproveitando o aniversário do filme, foi a própria Charlize Theron, numa história oral sobre o filme organizada pelo New York Times, publicada na semana passada. A atriz mostrou-se honesta ao confirmar as discussões que existiam no set com Tom Hardy, devido à pressão que sentiam, e admitiu ainda que a tensão que existiu na produção do filme foi bastante provocada pela falta de confiança que sentia em relação ao realizador George Miller.

A atriz ofereceu detalhes sobre a produção do filme: “Nós não tínhamos um argumento, comecemos por aí,” referiu Theron sobre a tensão que havia no ar. “Tínhamos imagens. Sendo atriz, causava-me nervos todas as vezes que me sentava com ele [George Miller] e lhe perguntava: ‘Ok, mas o que é acontece aqui?’ Ele é o homem mais adorável do mundo, e entrava em grandes detalhes a explicar-me coisas que nem faziam parte do filme, pois passou 30 anos a pensar sobre isto. E no fim de tudo, eu saía daqueles encontros ainda sem perceber o que é que se passava. Olhando para trás, eu devia ter confiado um bocado mais nele, penso que ia melhorar o ambiente das gravações.”

Na preparação do argumento de Estrada da Fúria, George Miller e o co-argumentista Nick Lathouris desenvolveram histórias próprias para todas as personagens, mas pouco foi revelado do passado de Furiosa. No filme, ela é uma capitã de guerra sob o comando do líder Immortan Joe, mas que se vira contra as suas ordens de modo a poder libertar as concubinas de Joe. Para isso, forma uma aliança com Max Rockatansky, interpretado por Tom Hardy.

 Há muito que andavam a circular rumores sobre o possível seguimento de Mad Max de George Miller, e já em 2016 o realizador tinha revelado numa entrevista à Entertainment Weekly que, enquanto escrevia Estrada da Fúria, tinha desenvolvido uma história detalhada para a feroz Imperadora de Theron. Miller começou a escrever o argumento antes das filmagens de Estrada da Fúria terem iniciado, e apesar de não se saber até onde vai a história de Furiosa, o designer de produção, Colin Gibson, que fez parte da equipa de Estrada de Fúria e que retorna agora para Furiosa, contou ao New York Times que este novo filme será ainda maior que o seu antecessor, e o público poderá contar com veículos ainda mais loucos.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Ricardo Araújo Pereira participa nas conversas da FFMS
Ricardo Araújo Pereira é a figura pública favorita dos portugueses