O ator está de volta ao espaço em novo filme de Phil Lord e Chris Miller.
Universal Pictures

Ryan Gosling de volta ao espaço em novo filme de Phil Lord e Chris Miller

O ator vai assumir o papel principal na adaptação do novo livro de Andy Weir, autor de "Perdido em Marte".

A Variety avança que a MGM convidou a dupla Phil Lord e Chris Miller para realizarem e produzirem a adaptação de Project Hail Mary, o próximo livro de Andy Weir, autor de Perdido em Marte.  Apesar de o livro ainda nem sequer ter sido lançado, sabe-se desde março que o filme vai ser passado no espaço e o papel principal estará entregue a Ryan Gosling.

A história centra-se em torno de um astronauta solitário, numa nave espacial,  que recebe uma missão crítica para salvar o mundo. Ryan Gosling vai ainda produzir o filme com Amy Pascal, Weir e Ken Kao, produtor de Mid90s e de A Favorita. O filme marca o retorno de Gosling ao espaço, novamente no papel de astronauta, depois de ter encarnado a pele de Neil Armstrong em O Primeiro Homem na Lua, de Damien Chazelle, em 2018. Apesar de o filme ser tecnicamente deslumbrante, o ator não foi nomeado para o Óscar de Melhor Ator.

Segundo a Variety, a parceria de Lord e Miller com Pascal, que resultou num Óscar de Melhor Filme Animado em 2018, como produtores, com o filme Spider-Man: Into the Spider-Verse, ajudou a dupla de realizadores a interessar-se rapidamente pelo projecto. Aditya Sood, o chefe da cadeia de produção formada por Lord e Miller, também vai produzir o filme. Sood já tinha produzido a adaptação de outro livro de Weir, Perdido em Marte, realizada por Ridley Scott. O filme, com Matt Damon no papel principal, estreou em 2015 e arrecadou mais de 580 milhões de euros em todo o mundo, tendo sido nomeado para o Óscar de Melhor Filme no ano seguinte, e valeu ainda a Damon uma nomeação para Melhor Ator.

“Na MGM estamos todos incrivelmente empolgados com esta fantástica equipa que se reuniu em torno do espectacular livro do Andy. Com a sua enorme habilidade em  equilibrar drama, ação e humor, Phil e Chris são os realizadores perfeitos para adaptar este material único e estamos entusiasmados por fazer parceria com o Ryan, Ken, Andy, Amy e Aditya para dar vida a este filme em todos os grandes ecrãs do mundo”, disseram De Luca e Pamela Abdy, presidente da MGM, citados pela Variety.

A versão literária de Project Hail Mary, título ainda provisório, tem data de lançamento marcada para a primavera de 2021 e vai ser publicada pela Random House. Sabe-se que, ainda antes de Ryan Gosling ter acabado de ler o enredo, começou logo a influenciar a equipa executiva da MGM para que Lord e Miller integrassem a adaptação, pois o ator dizia que este parecia ser o projeto perfeito para a dupla. O único entrave que faltava ultrapassar era a Universal, dado que o estúdio tinha de aceitar igualmente a decisão. O chefe da MGM, Michael De Luca, e o presidente da Universal, Donna Langley, sentaram-se à mesa para discutir o assunto, e dado o longo relacionamento amigável entre eles, a Universal aceitou que o projecto fosse para a frente nestes moldes. 

O último filme realizado por Phil Lord e Chris Miller foi 22 Jump Street em 2014, sendo que a dupla esteve envolta em polémica em 2018, quando foram despedidos do papel de realizadores e substituídos a meio da produção por Ron Howard, enquanto ainda decorriam as gravações de Han Solo: Uma História de Star Wars. Lord e Miller são igualmente conhecidos por outros filmes bem sucedidos como 21 Jump Street, e as animações Chovem Almôndegas e O Filme Lego.

Em 2017, Lord e Miller entraram noutro projeto para realizar uma adaptação de outro livro de Weir, Artemis, uma história de um assalto ambientado na lua. Porém, com esta nova confirmação cinematográfica, a primeira no pós-pandemia, a produção de Artemis será adiada.