Fotografia: Divulgação

‘Como é Que o Bicho Mexe?’. Os momentos inesquecíveis dos diretos de Bruno Nogueira

Os famosos diretos do Bruno Nogueira vão terminar esta sexta-feira (15), pelo menos por enquanto. Se há coisa da qual vamos sentir falta durante todo este período estranho, entre o isolamento social e o regresso a uma nova normalidade, é das lives que tanto deram que falar.

Ouve: Podcast. Em análise, o fenómeno de Bruno Nogueira com ‘Como é que o Bicho Mexe?’

Todos os dias, pelas 23h, o humorista reúne-se em direto no Instagram com várias figuras públicas. Como é Que o Bicho Mexe?, que começou por ser uma mera forma de entretenimento durante a quarentena, tornou-se um clássico digital, que chegou a atingir o recorde de 81 mil pessoas a assistir. Como tudo o que é bom não deve ficar esquecido, o Espalha-Factos decidiu reunir alguns dos momentos mais marcantes que vão permanecer na memórias dos portugueses.

O fenómeno Cal Lockwood

Numa terça-feira à noite aparentemente normal, Nuno Markl teceu elogios à rádio Artic Outpost, uma rádio no Pólo Norte que passa jazz e blues ou, como Markl diz, “música incrivelmente boa”. Até ao início da conversa, o radialista Cal Lockwood contava apenas com três seguidores no Instagram – sendo dois deles o próprio Markl e a ex-mulher, Ana Galvão – e estava longe de imaginar o que iria acontecer a seguir. Atualmente, já soma 64 mil seguidores, tendo conseguido 8 mil seguidores em menos de um minuto. Após a “invasão”, como forma de agradecimento por todo o carinho, transmitiu em direto música portuguesa na rádio.

View this post on Instagram

#saturdaynight #helloportugal🇵🇹 #staysafe #studio

A post shared by Cal_Lockwood (@cal_lockwood) on

A irreverência de João Quadros

Quadros é humorista e o argumentista de Tubo de Ensaio, o programa de Bruno Nogueira na TSF. Responsável também pelo clássico Último a Sair, Quadros não é uma figura consensual. Longe disso. Quem o conhece, sabe que gera sempre polémica e confusão no Twitter quanto às suas opiniões. Mas sai-lhe tudo de forma natural, nada é forçado. A amizade com Bruno é genuína e a química entre os dois enquanto conversam é palpável. A linha que separa o verdadeiro João da personagem criada por ele, sempre acompanhada de uma garrafa de whiskey, é ténue, mas é isso que faz com que resulte tão bem.

A mítica atuação de Maria João Pires

A noite em que Bruno conseguiu ter Maria João Pires, a conhecida pianista portuguesa, a tocar para si num dos diretos, foi bonita e emocionante. Mas, além disso, foi a primeira confirmação de que os diretos abrangeram um pouco de tudo: desde conversas entre amigos sobre a vida em quarentena, encomendas de brinquedos sexuais, cantorias tresloucadas do Markl, o ‘bullying’ ao Manzarra e muita ‘javardice’ à mistura, também houve espaço para a cultura. Foi um retrato fiel das nossas vidas coloridas, onde também há tempo e espaço para tudo um pouco.

O novo look do Manzarra

O Bruno desafiou e o apresentador não se deixou ficar atrás. Este foi o visual com que Manzarra se apresentou num dos diretos e que tão cedo não esqueceremos. Após ter deixado a dúvida no ar sobre a veracidade do novo look, uma vez que é tão incomum, veio a confirmar-se que foi afinal um trabalho de caraterização realizado pela dupla Katia e Alxeredo. Mas os fãs não se deixaram enganar, e Bruno não quis deixar passar a mentira de Manzarra em branco.

A celebração do 25 de abril

Se existir um top dos momentos mais emocionantes e marcantes destas longas semanas de diretos, este certamente faz parte dele. O dia 25 de abril de 2020 foi celebrado de uma forma que nunca podíamos imaginar. Fechados em casa, o máximo que conseguimos fazer em nome da liberdade foi colocar um cravo à janela e ouvir o hino Grândola, Vila Morena em alto e bom som. Já Vhils foi mais longe e decidiu, em forma de homenagem, fazer uma verdadeira obra de arte com o rosto de Zeca Afonso, ao mesmo tempo que ecoava a música que nos enche de emoção.

A diversidade de Albano Jerónimo

O ator apareceu de paraquedas nos diretos, com o objetivo de superar Nuno Markl no que toca às loucas sessões de karaoke. Na banheira, com peruca loira, batom e a beber um copo de vinho, Albano encantou-nos com o seu acting. A partir daí foi um carrossel de interpretações, que culminou quando Albano mostrou o rabo a mais de 60 mil portugueses, depois de ser “convidado a desistir” da sua participação no programa. 

A surpresa de Eunice Muñoz

Se há momento que surpreendeu os espetadores e o próprio anfitrião, foi a grande artista Eunice Muñoz pedir para entrar em direto. Sem ninguém esperar, a atriz com 91 anos participou na conversa e ainda elogiou o formato. “Foi a Lídia [neta da atriz] que me meteu a ver o teu programa, eu não sabia. É divertido, é muito divertido”, contou.

Prometida ficou já a participação de Eunice na peça de Bruno (intitulada de Auto da Picha), uma brincadeira que este foi desenvolvendo com o também ator Nuno Lopes, e que, quem sabe, pode mesmo vir a ganhar espaço num qualquer palco de teatro português para um espetáculo de comédia. Esta quinta-feira, este tema levou o direto de Bruno Nogueira a entrar no programa 5 para a Meia-Noite da RTP, através do Instagram da apresentadora Filomena Cautela. Um acontecimento especial e inesquecível, tal como esses momentos de improvisação que já nos tinham feito soltar muitas gargalhadas.

Fotografia: Divulgação

A simplicidade de Rita Blanco

Foi com surpresa que vimos uma pessoa como Rita aparecer nos diretos. A conhecida atriz tem uma carreira eclética, cheia de grandes filmes no currículo e por isso mesmo impõe, à partida, respeito a qualquer um. O que nos deu a conhecer foi uma Rita muito divertida, desbocada a maior parte do tempo e danada para a brincadeira numa naturalidade que cedo prendeu as pessoas. No meio de tanta ‘juventude’, ver alguém como Rita a dar troco às divagações de Bruno foi delicioso. Na memória fica uma frase por ela dita: “Eu gosto de pessoas, mas longe”. Rita é, afinal, tão normal quanto nós.

Um ‘elenco’ forte

Para além das participações assíduas de Markl e Manzarra, também Salvador Martinha, Marta Bateira (Beatriz Gosta), Mariana Cabral (Bumba na Fofinha), Nuno Lopes e Inês Aires Pereira marcaram presença quase diariamente. Sempre de forma espontânea, o grupo de atores e humoristas protagonizou, com Bruno, momentos muito animados, enquanto discutiam temas escaldantes e polémicos, trocavam ideias, apresentavam instalações em homenagem ao anfitrião ou simplesmente representavam recorrendo a algumas das suas personagens.

De vez em quando, sempre de forma improvisada ou não tão expetável, os espetadores eram ainda surpreendidos com outras boas participações nos diretos de Bruno. Desde desportistas, celebridades, amigos do humorista, atores e outros artistas talentosos, foram muitos os que foram aparecendo e deliciando os fãs com momentos únicos e enormes gargalhadas.

As despedidas de Filipe Melo

Não vamos recriminar ninguém por abandonar os diretos perto do fim, quando chega a hora de Filipe Melo tocar ao piano. Sabemos que há gente que trabalha e tem de ir descansar cedo. Mas a experiência fica um bocadinho mais completa quando Filipe nos embala com os acordes no seu piano, parecendo anunciar uma noite de sono tranquilo. No fim, vem o reconfortante “Até amanhã, Pipão!” de Bruno, na despedida. Vai ficar tudo bem.

Artigo da autoria de Diogo Silva e Madalena Soares.

Como é Que o Bicho Mexe Como é Que o Bicho Mexe Como é Que o Bicho Mexe Como é Que o Bicho Mexe Como é Que o Bicho Mexe 

Mais Artigos
Faleceu Maria Velho da Costa, uma das “Três Marias”