Fotografia: Divulgação

Big Brother. Hélder nomeado para sair depois de discriminação sexual

TVI anuncia edição especial para falar sobre o caso

Os concorrentes do Big Brother 2020 entraram oficialmente na casa mais vigiada do país este domingo. Embora ainda só tenham passado dois dias, as polémicas já começaram. Os comentários discriminatórios de Hélder geraram uma nomeação direta – os telespectadores podem votar se o concorrente deve sair ou não.

O concorrente demonstrou uma atitude discriminatória para com Edmar ao afirmar “Sei que lá para fora deve estar a passar a imagem de que sou mulherengo, mas não é isso. […] Eu prefiro ser mulherengo do que ser…”, apontando para o colega, que assumiu desde o início do programa a sua homossexualidade.

Edmar apercebeu-se da situação e após o comentário homofóbico pediu à produção para abandonar o jogo. “Não quero desiludir ninguém, mas amanhã quero mesmo ir para casa, por favor“, disse o concorrente no confessionário do reality show.

A TVI reagiu com uma emissão especial, esta terça (12) depois das 19h, que foi anunciada ao longo da tarde pelo canal privado. Nela, o apresentador Cláudio Ramos falou em direto com Hélder, que foi confrontado pelas imagens dos seus comportamentos no confessionário. Neste momento foi anunciado que o concorrente seria nomeado diretamente. Os outros concorrentes acompanharam a conversa em direto na sala.

O comunicador questionou o concorrente se tinha consciência dos comportamentos tidos dentro da casa e até onde a conversa teria ido caso não estivesse a falar com Soraia. “Eu fui bem claro. Se há pessoas com quem adoro conversar, eu lido com quatro ou cinco mil pessoas no ginásio, e eu adoro esse tipo de pessoas. Não tenho nada contra isso“, nunca mencionando a homossexualidade. “Não refira um tipo de pessoa. Eu não sou um tipo de pessoa“, retorquiu Cláudio Ramos.

Imagine como se sentem todas as pessoas que o estavam a ver“, relembrou o apresentador. “Estou a falar como um telespectador, como um pai, como um homossexual. Quando se refere dessa maneira está a magoar pessoas“, sublinhou.

O Big Brother falou também com o concorrente: “As suas ações nos últimos deixaram muito a desejar. O Cláudio já falou consigo, mas eu também tenho algo a dizer-lhe: no Big Brother as atitudes homofóbicas, sexistas, xenófobas e racistas são inadmissíveis, tal como na nossa sociedade. Todas estas transgressões são delitos graves, a que o Big Brother jamais pode fechar os olhos“.

A apresentadora Fátima Lopes também se pronunciou sobre o assunto durante o programa A Tarde É Sua. “Estas questões, sempre que envolve uma possível homofobia, eu fico um bocado incomodada (…) quando há a possibilidade de haver a homofobia presente eu confesso que fico muito incomodada“, afirmou.

A comunicadora, que referiu que os seus “maiores amigos” são homossexuais, mencionou ainda que ficou “particularmente preocupada” por “ouvir um comentário homofóbico de gente nova, porque os antigos ainda podem estar a levar tempo, mas as gerações mais novas… não consigo compreender”.

 

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Parlamento Europeu
Nas democracias do algoritmo, onde fica a liberdade de imprensa?